Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,65
    +0,60 (+0,83%)
     
  • OURO

    1.784,10
    -0,60 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    50.832,62
    +372,92 (+0,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.320,56
    +15,44 (+1,18%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.337,05
    -2,85 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    23.996,87
    +13,21 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    28.860,62
    +405,02 (+1,42%)
     
  • NASDAQ

    16.382,50
    +64,50 (+0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2746
    -0,0651 (-1,03%)
     

S&P 500 nas alturas.

·2 min de leitura

Só em 2021 o índice já vem acumulando valorização de mais de 25%. Em comparação, o Ibovespa vem caindo 11,19% no mesmo período.

Como aproveitar o bom momento do S&P 500?

Há diversas formas de aproveitar essa movimentação de alta do índice norte-americano, dentre elas há possibilidade de investir no ETF IVVB11.

Hoje, feriado de Finados, não houve pregão da bolsa de valores, e de acordo com o último pregão, IVVB11 vem registrando valorização de 34,72% só em 2021.

Se o investidor analisar o período que compreende final de 2016 até o presente momento, IVVB11 já se valorizou mais de 272%.

No mesmo período, o Ibovespa gerou ganhos de 71%. De forma comparativa, vale muito mais a pena investir no S&P 500 do que no próprio Ibovespa. Ao menos, quando analisamos os últimos anos.

Além de IVVB11, ainda existem outros ETF que seguem o mesmo índice, como é o caso do SPXI11 e SPXB11.

Ainda existem fundos de investimentos que seguem o S&P 500 também, como acontece com fundo Trend Bolsa Americana Dólar FIA. Desde o início das operações deste fundo da família Trend, o mesmo vem conseguindo entregar ganhos superiores a 170% (contando desde a data de 11/01/2019 até hoje).

Ricos de investir no S&P 500

O principal risco está relacionado às perdas de curto prazo geradas pela necessidade do capital, ou por receio com o investimento.

Por se tratar de um investimento que por vezes vai ser volátil, registrando ganhos e desvalorizações elevadas, o investidor pode ficar com receio da aplicação e liquidar em um momento ruim.

Como estamos lidando com um índice de ações, há diversas ações na composição da carteira, fato que gera um pouco mais de estabilidade, porém, a volatilidade estará presente.

Por exemplo, no início da pandemia da COVID-19, o S&P 500 chegou a cair mais de 31%. Ao buscar uma referência anterior, lá em 2008, durante a crise do subprime nos Estados Unidos, o S&P 500 chegou a despencar mais de 46%.

Essas quedas foram recuperadas, mas o momento de stress acontece e quando ocorre gera muito medo em todos os investidores.

Por isso, se o investidor pensar em investir na renda variável, comprando posições no S&P 500 por meio de fundos, o investidor precisa avaliar bem.

Mesmo contando com uma carteira diversificada, o investimento na renda variável é volátil e pode gerar perdas.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos