Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.380,63
    +5,82 (+0,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

S&P 500 volta a renovar máximas e engata 5º trimestre de ganhos

·2 minuto de leitura
Operadores trabalham na Bolsa de Nova York, na cidade de Nova York, EUA

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) - O S&P 500 registrou nesta quarta-feira sua quinta sessão consecutiva com máximas recordes de fechamento, mas com variação muito discreta, à medida que investidores terminaram o mês e o trimestre ignorando dados econômicos positivos e mirando no amplamente aguardado relatório de empregos dos Estados Unidos, que será publicado na sexta.

Na última sessão do primeiro semestre de 2021, os índices acionários norte-americanos tiveram movimentos fracos e permaneceram em um intervalo limitado, com o Dow terminando em território positivo, enquanto o Nasdaq apurou queda.

Todos os três índices registraram o quinto trimestre consecutivo de ganhos, com o S&P subindo 8,2%, o Nasdaq avançando 9,5% e o Dow cravando alta de 4,6%. O S&P 500 ainda marcou sua segunda melhor performance para um primeiro semestre desde 1998, com ganhos de 14,5% no período.

"Foi um bom trimestre", disse Robert Pavlik, gestor sênior de portfólios da Dakota Wealth em Fairfield, Connecticut. "Considerando o fechamento de ontem, o S&P avançou mais de 14% neste ano até aqui, superando o Dow e o Nasdaq. Isso indica que o mercado de ações está tendo um rali amplo."

Em relação ao desempenho mensal, o S&P 500 emendou sua quinta alta consecutiva, enquanto o Dow quebrou uma sequência de quatro meses de ganhos e terminou o período em baixa. O Nasdaq também ganhou terreno em junho.

Neste mês, o apetite do investidor favoreceu ações de crescimento, com um afastamento de papéis sensíveis aos ciclos econômicos.

"Os setores líderes até este momento do ano são aqueles que você esperaria", disse Pavlik. "Energia, finanças e indústria, e isso reflete um ambiente econômico que está nos estágios iniciais de um ciclo."

"Os investidores começaram a voltar para as ações de crescimento depois que as pessoas passaram a comprar o discurso do (chair do Federal Reserve, Jerome) Powell, que se concentra na inflação transitória", acrescentou.

O Dow Jones fechou em alta de 0,61%, a 34.502,51 pontos, enquanto o S&P 500 subiu 0,13%, a 4.297,50 pontos, e o Nasdaq Composite recuou 0,17%, a 14.503,95 pontos.

(Reportagem de Stephen Culp, em Nova York; reportagem adicional de Devik Jain e Medha Singh, em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos