Mercado fechará em 5 h 47 min
  • BOVESPA

    98.304,67
    -1.316,91 (-1,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.413,05
    -648,56 (-1,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,60
    -2,18 (-1,99%)
     
  • OURO

    1.817,90
    +0,40 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    18.895,88
    -1.239,21 (-6,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,23
    -27,24 (-6,31%)
     
  • S&P500

    3.745,61
    -73,22 (-1,92%)
     
  • DOW JONES

    30.506,10
    -523,21 (-1,69%)
     
  • FTSE

    7.120,74
    -191,58 (-2,62%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.393,04
    -411,56 (-1,54%)
     
  • NASDAQ

    11.369,00
    -322,00 (-2,75%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4611
    +0,0505 (+0,93%)
     

Wall St marca fortes ganhos com alta de setores defensivos e tecnologia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Placa em frente à Bolsa de Valores de Nova York sinaliza Wall Street
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Lewis Krauskopf e Devik Jain e Sruthi Shankar

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street registraram ganhos sólidos nesta quinta-feira, impulsionados pelo forte desempenho de ações defensivas e de tecnologia, que compensaram quedas de grupos economicamente sensíveis, à medida que persistiam preocupações sobre uma possível recessão.

O índice S&P 500 fechou em alta de 0,95%, a 3.795,73 pontos. O Dow Jones subiu 0,64%, a 30.677,36 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançou 1,62%, a 11.232,19 pontos.

O índice de referência S&P 500 oscilou entre os territórios positivo e negativo durante a sessão, mas os papéis ganharam força no fechamento do mercado. Os rendimentos dos Treasuries caíram para mínimas em duas semanas, o que deu suporte ao setor de tecnologia e outras ações de crescimento sensíveis aos juros.

Em seu segundo dia de depoimento no Congresso dos Estados Unidos, o chair do Federal Reserve, Jerome Powell, disse que o compromisso do banco central dos EUA de conter a inflação, atualmente em máximas em 40 anos, é "incondicional", mas também traz o risco de maior desemprego.

Grupos defensivos, considerados apostas mais seguras em tempos econômicos difíceis, foram os setores de melhor desempenho do S&P 500. Entre eles, serviços públicos subiu 2,4%, saúde teve alta de 2,2% e imobiliário ganhou 2%.

O setor de tecnologia avançou 1,4%, com Microsoft em alta de 2,3% e Apple com variação positiva de 2,2%.

O setor de energia caiu 3,8% e dava continuidade à sua recente retração depois de superar o mercado na maior parte de 2022. A Exxon Mobil e Chevron foram os nomes individuais que mais arrastaram no S&P 500, com a Exxon em queda de 3% e Chevron com baixa de 3,7%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos