Mercado abrirá em 5 h 59 min
  • BOVESPA

    106.419,53
    -2.295,02 (-2,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.206,59
    +372,79 (+0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,88
    -0,77 (-0,91%)
     
  • OURO

    1.786,60
    -6,80 (-0,38%)
     
  • BTC-USD

    60.971,02
    -1.439,80 (-2,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.485,88
    -19,27 (-1,28%)
     
  • S&P500

    4.574,79
    +8,31 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.756,88
    +15,73 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.277,62
    +54,80 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    25.631,98
    -406,29 (-1,56%)
     
  • NIKKEI

    29.049,54
    -56,47 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    15.558,00
    +13,00 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4582
    +0,0041 (+0,06%)
     

S&P 500 engolfa barra de alta e confirma tendência de baixa.

·2 minuto de leitura

O S&P 500 vinha trabalhando dentro de um canal de alta desde novembro do ano passado. Neste movimento de forte tendência de alta, o ativo fazia pequenas correções pontuais, mas na sequência voltava a subir e fazer um novo topo histórico.

Este padrão foi perdido dia 20 de setembro, quando em um forte movimento de baixa, o índice americano perdeu a linha inferior do canal e violou o fundo anterior formado no dia 19 de agosto.

Como pode ser observado no gráfico, depois da queda acentuada no dia 20, o S&P 500 se recuperou fazendo um belo movimento de alta. Contudo, ao se aproximar da linha inferior do canal o ativo mostrou respeito pela resistência, assim como pela média móvel de 20 períodos que também estava naquela região de preços.

Após tocar na média de 20, o índice voltou a cair e na quinta-feira da semana passada, ao realizar um forte movimento de baixa, perdeu definitivamente o suporte gerado pelo fundo deixado em agosto, destacado na imagem pela linha tracejada em amarelo.

Ontem o ativo iniciou o dia fazendo um movimento de baixa, acionando assim o pivô. Porém, durante o dia o mercado ganhou força e acabou fazendo um belo movimento de alta, indicando que poderia ter sido apenas um movimento de violação.

Hoje, no entanto, os ursos (a força vendedora) foram novamente para o ataque e realizaram um engolfo de baixa, anulando toda a alta de ontem e dando ainda mais força para o padrão vendedor formado.

O gráfico semanal mostra a dinâmica de preços.

Avaliando o gráfico semanal para entender a dinâmica de preços, fica evidente que uma correção maior está por vir.

Como pode ser observado, os alvos de 100% e 161,8% do pivô que foi acionado, coincidem com as retrações de 38,2% e 50% de toda a movimentação de alta realizada enquanto o ativo estava trabalhando dentro do canal.

Para que o ativo continue subindo de forma saudável, é muito interessante que este faça uma correção até alguma das retrações de Fibonacci. Como se trata de um índice de ações, a retração mais comumente testada é a de 50%, que neste caso coincide justamente com o terceiro alvo do pivô.

Deste modo, a análise técnica nos mostra que o mercado americano poderá corrigir até próximo à região dos 4.000 pontos, em uma tendência secundária de baixa, para na sequência dar continuidade a movimentação de alta, seguindo sua tendência primária, que continua sendo de alta.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos