Mercado fechado

S&P 500 e Nasdaq tocam novos recordes com otimismo de que coronavírus possa arrefecer em breve

Por Medha Singh
.

Por Medha Singh

(Reuters) - Os índices acionários S&P 500 e Nasdaq atingiram máximas recordes nesta terça-feira depois que um importante consultor de saúde chinês levantou expectativas de que o surto de coronavírus possa estar atingindo um pico, enquanto as ações da T-Mobile saltavam depois que um juiz federal aprovou sua compra da Sprint.

A T-Mobile subia 11,2% para o topo do S&P 500, enquanto as ações da Sprint disparavam 73,8%. Sua maior rival, a Verizon Communications, caía 0,5%, pesando sobre o setor de serviços de comunicação. A AT&T tinha alta de 1,1%.

Após mais de mil mortes e semanas de incerteza que assolaram os mercados financeiros globais, o principal consultor médico da epidemia na China disse que as infecções podem terminar em abril, com o número de novos casos já diminuindo em alguns lugares.

No entanto, o impacto sobre a segunda maior economia do mundo ainda não está claro, à medida que as fábricas lutam para retomar a produção após um feriado prolongado.

"Por enquanto, os investidores estão dispostos a dizer 'vamos investir no que sabemos', e o que sabemos agora é que a economia dos EUA está em boa forma, os balanços foram melhores do que o esperado e o Fed continua nos apoiando", disse Art Hogan, estrategista-chefe de mercado da National Securities.

O chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, estava bastante otimista sobre as perspectivas para a economia norte-americana em declarações preparadas para o Congresso nesta terça-feira, mas citou uma ameaça em potencial do surto de coronavírus.

Às 13:25 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,15%, a 29.321 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,559949%, a 3.371 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,82%, a 9.708 pontos.