Mercado abrirá em 9 h 47 min
  • BOVESPA

    110.345,82
    +1.857,94 (+1,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.376,89
    -141,41 (-0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,77
    -0,52 (-0,47%)
     
  • OURO

    1.850,00
    +2,20 (+0,12%)
     
  • BTC-USD

    29.269,80
    -894,02 (-2,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    655,88
    -19,00 (-2,81%)
     
  • S&P500

    3.973,75
    +72,39 (+1,86%)
     
  • DOW JONES

    31.880,24
    +618,34 (+1,98%)
     
  • FTSE

    7.513,44
    +123,46 (+1,67%)
     
  • HANG SENG

    20.177,89
    -292,17 (-1,43%)
     
  • NIKKEI

    26.863,33
    -138,19 (-0,51%)
     
  • NASDAQ

    11.867,25
    -168,00 (-1,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1289
    -0,0188 (-0,37%)
     

S&P 500 e Nasdaq têm pior semana desde início da pandemia; Netflix despenca

·2 min de leitura
Operadores trabalham na Bolsa de Nova York

Por Lewis Krauskopf e Shreyashi Sanyal e Bansari Mayur Kamdar

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street fecharam em forte baixa nesta sexta-feira, com as ações da Netflix despencando após resultados fracos, ao fim de uma semana brutal para as ações na qual o S&P 500 e o Nasdaq registraram suas maiores quedas percentuais semanais desde o início da pandemia, em março de 2020.

O S&P 500, considerado a referência do mercado de ações dos Estados Unidos, registrou sua terceira semana consecutiva de baixa e está 8,3% abaixo do recorde alcançado no início de janeiro.

As perdas também se aprofundaram para o Nasdaq depois que o índice --com forte peso de papéis de empresas de tecnologia-- mergulhou nesta semana em território de correção, em retração de mais de 10% ante o pico de novembro. O Nasdaq agora cai 14,3% em relação ao recorde e nesta sexta-feira fechou em seu nível mais baixo desde junho.

As ações da Netflix despencaram 21,8%, pesando sobre o S&P 500 e o Nasdaq, após a gigante do streaming prever um fraco crescimento no número de assinantes. As ações do concorrente Walt Disney caíram 6,9%, puxando o Dow, enquanto Roku perdeu 9,1%.

"Foi realmente uma continuação de um tumulto no setor de tecnologia", disse Paul Nolte, gestor de portfólio da Kingsview Investment Management.

O índice S&P 500 fechou em queda de 1,89%, a 4.397,94 pontos. O S&P ficou abaixo de sua média móvel de 200 dias, nível técnico importante, pela primeira vez desde junho de 2020.

O Dow Jones caiu 1,30%, a 34.265,37 pontos, em baixa pela sexta sessão consecutiva, mais longa sequência negativa desde fevereiro de 2020.

O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuou 2,72%, a 13.768,92 pontos.

Na semana, o S&P 500 caiu 5,7%, o Dow recuou 4,6%, e o Nasdaq perdeu 7,6%.

As ações estão tendo um começo difícil em 2022, já que um rápido aumento nos rendimentos dos títulos do Tesouro em meio a preocupações de que o banco central dos EUA se tornará agressivo no controle da inflação atingiu particularmente as ações de tecnologia e de crescimento.

E investidores estão bastante atentos à reunião do Fed da próxima semana, em busca de mais clareza sobre os planos do banco central de apertar a política monetária nos próximos meses, depois de dados na semana passada mostrarem que os preços ao consumidor dos EUA em dezembro tiveram o maior aumento anual em quase quatro décadas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos