Mercado fechado

S&P 500 e Nasdaq batem recordes com retorno de atividades em fábricas na China

Por Stephen Culp
.

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) - Os índices S&P 500 e Nasdaq fecharam em novas máximas históricas nesta segunda-feira, quando trabalhadores e fábricas na China lentamente retornaram às atividades após o feriado do Ano Novo Lunar, prolongado pelo surto mortal de coronavírus.

Todos os três principais índices de ações dos Estados Unidos avançaram em um rali amplo, impulsionados por Amazon.com, Microsoft Corp e Alphabet Inc.

Preocupações em torno do coronavírus têm mantido os agentes do mercado nervosos, com o número de mortos subindo para 908 e a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertando que novos casos fora da China poderiam ser "a fagulha que se torna um incêndio maior".

Porém, balanços em geral positivos, dados econômicos favoráveis e o recente estímulo da China têm atraído compradores para o mercado de ações norte-americano.

"O dinheiro que a China injetou em sua economia está encontrando seu caminho em todo o mundo e você tem uma mentalidade de 'comprar tudo e qualquer coisa'", disse Paul Nolte, gestor de portfólio da Kingsview Asset Management em Chicago. "É a compra de um índice e seu crescimento versus valor."

As ações da Tesla Inc. subiram 3,1%, depois de sua fábrica em Xangai ter retomado a produção e a fabricante de iPhone Foxconn ter reiniciado as atividades de uma importante fábrica na China com 10% de sua força de trabalho.

O índice Dow Jones subiu 0,6%, a 29.277 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,732636%, a 3.352 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 1,13%, a 9.628 pontos.