Mercado fechará em 10 mins

S&P 500 e Dow lutam por direção após rali de 3 dias

Por Medha Singh e Devik Jain
Operador chega à bolsa de NY em Wall St.

Por Medha Singh e Devik Jain

(Reuters) - Os índices S&P 500 e Dow Jones caíam em negociações voláteis nesta quarta-feira, com um aumento recorde nos casos de coronavírus em seis Estados norte-americanos afetando o sentimento após um rali de três dias em meio a esperanças de uma rápida recuperação ante a crise causada pelo coronavírus.

Arizona, Flórida e Oklahoma estavam entre os Estados que registraram uma alta recorde nas infecções por coronavírus na terça-feira, à medida que avançam com sua reabertura econômica. Enquanto isso, Pequim ampliou suas restrições de movimento para combater o pior ressurgimento da doença desde o início de fevereiro.

A operadora de cruzeiros Norwegian Cruise Line Holdings <NCLH.N> perdia cerca de 9% após prorrogar a suspensão de suas viagens até o final de setembro devido ao surto de vírus.

A Peers Carnival <CCL.N> e a Royal Caribbean Cruises <RCL.N> também recuavam cerca de 8% cada.

O índice referencial S&P 500 <.SPX> registrou seu maior aumento percentual de três dias em um mês na terça-feira, refletindo notícias sobre um enorme plano de estímulo fiscal nos EUA e um impressionante relatório de vendas no varejo para maio, sinalizando uma retomada na demanda em meio à reabertura das empresas.

Dados econômicos promissores e trilhões de dólares em estímulos monetários e fiscais impulsionaram uma recuperação nos índices de Wall Street em relação a uma quebra registrada no final de março.

Às 11:49 (horário de Brasília), o índice Dow Jones <.DJI> caía 0,18%, a 26.243 pontos, enquanto o S&P 500 <.SPX> perdia 0,228819%, a 3.118 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq <.IXIC> avançava 0,15%, a 9.911 pontos.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447723))

REUTERS LB CMO