Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,33 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,48 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,34
    -0,26 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.744,10
    -14,10 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    60.653,54
    +2.074,91 (+3,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,89
    +8,34 (+0,68%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,03 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,27 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,08 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.811,00
    +63,25 (+0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7625
    +0,1276 (+1,92%)
     

S&P 500 cai, mas segue perto de recordes

Chuck Mikolajczak
·1 minuto de leitura
Placa de Wall Street perto da Bolsa de Nova York, EUA

Por Chuck Mikolajczak

NOVA YORK (Reuters) - O índice S&P 500 caiu nesta terça-feira, mas permaneceu próximo de recordes marcados nas últimas sessões, com investidores ponderando dados econômicos norte-americanos mais fortes e nervosismo sobre os balanços corporativos por vir.

As vagas de emprego nos Estados Unidos aumentaram em fevereiro para uma máxima em dois anos, enquanto as contratações cresceram. Os dados vieram na esteira do forte relatório de geração de postos de trabalho divulgado na sexta-feira e de um dado na segunda-feira mostrando que a atividade no setor de serviços atingiu um recorde em março.

Segundo números preliminares, o Dow Jones caiu 0,29%, para 33.430,84 pontos, o S&P 500 perdeu 0,10%, para 4.073,82 pontos, e o Nasdaq Composite teve variação negativa de 0,05%, para 13.698,38 pontos.