Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,38
    +0,77 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.796,30
    +3,20 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    36.974,08
    +116,77 (+0,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    813,93
    -5,57 (-0,68%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.807,00
    -482,90 (-1,99%)
     
  • NIKKEI

    26.170,30
    -841,03 (-3,11%)
     
  • NASDAQ

    14.146,50
    +159,75 (+1,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0255
    -0,0809 (-1,32%)
     

S&P 500 abre em máxima recorde com alívio de riscos da Ômicron

·1 min de leitura
Pedestre caminha em frente à Bolsa de Valores de Nova York

Por Medha Singh e Bansari Mayur Kamdar

(Reuters) - O índice S&P 500 abriu em uma máxima recorde nesta terça-feira, estendendo um rali de quatro dias em meio a baixos volumes de negociação, com os investidores inabalados por interrupções de viagens e fechamentos de lojas devido à variante Ômicron do coronavírus.

Às 11:52 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,42%, a 36.454,69 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,09%, a 4.795,45 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 0,18%, a 15.843,45 pontos.

(Por Medha Singh em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos