Mercado abrirá em 5 h 20 min
  • BOVESPA

    108.651,05
    +248,77 (+0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.241,81
    -113,05 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,48
    -1,02 (-1,13%)
     
  • OURO

    1.806,00
    -6,30 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    22.992,48
    -860,86 (-3,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    534,26
    -23,09 (-4,14%)
     
  • S&P500

    4.122,47
    -17,59 (-0,42%)
     
  • DOW JONES

    32.774,41
    -58,13 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.484,33
    -3,82 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    19.571,80
    -431,64 (-2,16%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.017,25
    -14,25 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2525
    +0,0198 (+0,38%)
     

Pássaros perdem suas cores por causa da mudança climática; entenda

Cientistas afirmam que os pássaros estão perdendo suas cores por causa da mudança climática e de diversos outros fatores. Um exemplo é o chapim-azul, cuja coloração azul e amarela se tornou menos visível de 2005 a 2019. As informações vêm de um artigo conduzido pelo Centro de Ecologia Funcional e Evolutiva de Montpellier, na França, e pela Universidade do País Basco, na Espanha

Segundo o artigo, em épocas mais quentes e secas, eles apresentavam cores mais "apagadas". Isso sugere que a redução da coloração nesses pássaros é consequência das mudanças climáticas, mas esses efeitos não são os mesmos em todos os lugares.

Acontece que, na população de pássaros estudados na França, não foram detectadas mudanças significativas na temperatura ou associações entre temperatura e coloração dos chapim-azul, diferente dos resultados apresentados na Espanha.

Mudanças climáticas e seus efeitos

Chapim-azul perde suas cores por causa da mudança climática, segundo estudo (Imagem: Erik Karits)
Chapim-azul perde suas cores por causa da mudança climática, segundo estudo (Imagem: Erik Karits)

Já não é de hoje que a comunidade científica se concentra nas mudanças climáticas e seus efeitos sobre a fauna e a flora, mas os impactos nos ornamentos exibidos por várias espécies de animais e até plantas permanecem praticamente desconhecidos aos estudiosos, por enquanto.

No estudo mencionado, a ausência de associação entre a cor e o clima sugere que as colorações ornamentais são sensíveis a outros fatores ambientais que devem ser explorados no futuro. Mas outros realizados com espécies diferentes, como o pássaro papa-moscas-de-colar e as libélulas, reforçam a ideia de que a mudança climática está tendo um impacto negativo nos ornamentos dos animais.

A ideia dos pesquisadores é explorar, através de estudos futuros, as consequências desse impacto na capacidade de adaptação das populações às mudanças climáticas, para que então se possa compreender suas consequências não só para os pássaros, mas também para os ecossistemas em geral.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos