Páscoa deve contratar 73 mil trabalhadores temporários

SÃO PAULO - O feriado da Páscoa deve estimular abertura de 73,7 mil vagas temporárias até o final de março, um aumento de 4,1% em relação a 2012. Tradicionalmente, o período é considerado o terceiro melhor do ano para a contratação de profissionais temporários, atrás apenas do Natal e do Dia das Mães.

Do total contratado em todo o Brasil, 8% dos trabalhadores terão chances de efetivação e 12,5 mil devem ser jovens em situação de primeiro emprego, de acordo com a pesquisa encomendada pela Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário) e pelo Sindeprestem (Sindicato das Empresas Prestadoras de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo).

O levantamento aponta ainda que as contratações começaram em setembro do ano passado, mais ainda há vagas no mercado. Este ano, o comércio deve contratar 40% dos temporários, após o período. “Um fator a ser observado é que devido à escassez da mão de obra, muitas empresas reduziram as exigências para contratar. Portanto, com várias opções, os candidatos podem escolher a oportunidade que acharem mais adequada”, analisa o presidente da Asserttem, Jismália de Oliveira Alves.

Vagas
A indústria deve oferecer vagas nas funções de auxiliar de produção, auxiliar de expedição, motorista, entregador, auxiliar de cozinha, promotor de vendas, estoquista e operador de empilhadeira. A remuneração deve variar entre R$ 800 e R$ 2,2 mil, com direito a benefícios como vale-refeição e vale-transporte.

Nos segmentos de comércio, as mulheres devem ser maioria, ficando com 60% das vagas. As principais funções são para balconista, degustador, demonstrador e repositor. A remuneração deve variar entre R$ 750 e R$ 1,3 mil. Trabalhadores entre 18 e 30 anos terão mais chances de contratação no setor.

Regiões
No Sudeste, São Paulo deve ser o estado com maior número de vagas temporárias disponíveis, com 21,6 mil e representando quase 30% do total de vagas no Brasi. Minas Gerais aparece em seguida, com 8,4 mil trabalhadores temporários, e o Rio de Janeiro, com 6.692 vagas.

Outra região que deve ter grandes ofertas de trabalho temporário é o Sul, com o Rio Grande do Sul, 5,7 mil vagas, Paraná, 5,5 mil, e Santa Catarina, que deve contratar 4,2 profissionais temporários para a Páscoa.

O Centro-Oeste deve contratar cerca de 6 mil trabalhadores, o Norte 3 mil e o Nordeste, mais de 10,5 mil vagas devem ser abertas para o período, com destaque nos estados da Bahia, 2,8 mil vagas, Pernambuco, 2,2 mil, e Ceará, com 1,8 vagas.

Carregando...