Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,65
    +0,04 (+0,06%)
     
  • OURO

    1.753,30
    -3,40 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    47.608,86
    -506,46 (-1,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.209,85
    -23,43 (-1,90%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.027,48
    +10,99 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.501,25
    -16,50 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2025
    +0,0065 (+0,10%)
     

Outlook.com agora pode ser definido como cliente de e-mails padrão no seu PC

·2 minuto de leitura

Quando o assunto são gerenciadores de e-mail, Microsoft e Google disputam palmo a palmo o terreno há mais de uma década. A criadora do Windows tem mais tradição no segmento, já que oferece o serviço há mais tempo e tem um programa dedicado a tal finalidade desde as primeiras versões do Office. Já o Google chegou bem depois, mas apresentou um acesso via web facilitado e recursos extras que conquistaram muita gente.

Agora, a Microsoft correu atrás para tentar empatar o jogo novamente: o Outlook.com pode ser designado como cliente padrão de e-mails, o que pode revitalizar o serviço para uso empresarial, por exemplo, e facilitar a navegação para usuários comuns que preferem a versatilidade de um serviço web.

Você pode configurar o Outlook.com como serviço de e-mail padrão (Imagem: Captura de tela/Canaltech)
Você pode configurar o Outlook.com como serviço de e-mail padrão (Imagem: Captura de tela/Canaltech)

Quando você clica em um e-mail linkado em uma página, o comando mailto direciona o usuário para o gerenciador padrão, que pode ser o do Windows (o Outlook para PC, por exemplo), o Gmail ou outro de sua preferência. Agora, o Outlook.com também pode ser adicionado a essa lista, com direcionamento para o envio online de mensagens.

A novidade foi liberada em caráter experimental para alguns usuários e apareceu como uma mensagem de alerta ao acessar o gerenciador de e-mail online com o Chrome 92 — embora o Edge e outros navegadores baseados no Chromium também possam receber. Em português, só há a opção de experimentar na hora, mas o alerta em outros idiomas dá outras duas seleções extras: pedir para ser lembrado mais tarde ou rejeitar o serviço.

Fortalecimento do Outlook

O recurso usará a funcionalidade de registro do manipulador de protocolo de URL para PWAs, que oferece uma experiência similar a um app direto no navegador. A ideia parece ser rivalizar com o Gmail e concorrentes, além de tornar o Outlook.com mais atraente para todo tipo de pessoa. Há pouco mais de um mês, a Microsoft atualizou o serviço para adicionar uma função ideal para gerenciar projetos, uma ferramenta estilo Trello e integrada ao calendário do Outlook.

Com a chegada do novíssimo Windows 11, a empresa de Redmond pode trazer mais formas de integrar e-mails ao sistema operacional, mas, com esse update, a companhia parece disposta a fazer isso também para quem permanecer em sistemas mais antigos ou mesmo no Mac e no Linux. Outra novidade em fase de testes é uma ferramenta que dará dicas para redigir melhor suas comunicações, como pontuações, correções de erros, linguagem formal e até possíveis referências geopolíticas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos