Ouro perde 0,1% por dólar forte e expectativa com Grécia

Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam em leve queda nesta segunda-feira, em meio à reunião dos ministros das Finanças da zona do euro (Eurogrupo), que discutem a liberação da próxima parcela da ajuda internacional para a Grécia.

O contrato de ouro mais negociado, com entrega em dezembro, perdeu US$ 1,80 (0,10%) e fechou a US$ 1.749,60 a onça-troy. Na sexta-feira, o contrato havia fechado a US$ 1.751,40, o maior nível em quase um mês, em meio ao baixo volume de negociação, durante o feriado prolongado de Ação de Graças nos Estados Unidos.

O Eurogrupo está reunido em Bruxelas com representantes do Banco Central Europeu (BCE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) para decidir sobre a liberação da próxima parcela de ajuda à Grécia, que depende de um plano para reduzir a dívida do país para níveis sustentáveis no médio prazo. Os comentários dos ministros europeus dão a entender que um acordo deve ser atingido.

Nesta sessão, o metal foi prejudicado pela alta do dólar. Como é denominado na moeda norte-americana, o ouro se torna mais caro para compradores que usam outras divisas, quando o dólar se fortalece.

Segundo analistas, para o ouro continuar a subir nos próximos dias serão necessários sinais de que a demanda física pelo metal está se fortalecendo. "A demanda da Ásia tem sido frágil, na melhor das análises, desde o começo de outubro", afirma Andrey Kryuchenkov, analista da VTB Capital. Tradicionalmente este é um período de demanda robusta por ouro, em função de festivais na Índia. As informações são da Dow Jones.

Carregando...