Ouro fecha perto da estabilidade em NY

Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam próximos à estabilidade nesta sexta-feira, novamente abaixo do nível de US$ 1.700,00 a onça-troy, e encerraram a semana com queda de 0,5%. Esta é a terceira semana consecutiva de recuo nos preços do ouro.

A preocupação com as negociações para evitar o abismo fiscal nos EUA - uma série de cortes de gastos e aumentos de impostos automáticos que entrarão em vigor no começo do ano que vem caso não haja acordo no Congresso - e a proximidade do fim do ano deixaram os investidores cautelosos. Além disso, a queda no índice de preços ao consumidor provocou menor procura pelo ouro, que é considerado ativo seguro contra a inflação. Por fim, a força do euro, que atingiu hoje o maior nível desde 4 de maio, não permitiu alta no preço do ouro.

O contrato de ouro mais negociado, com entrega para fevereiro, ganhou US$ 00,20 (0,01%), fechando a US$ 1.697,00 a onça-troy, após ter fechado ontem no menor nível desde 5 de dezembro.

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos Estados Unidos caiu 0,3% em novembro na comparação mensal, após avançar 0,1% em outubro, segundo divulgou hoje o Departamento do Trabalho. Economistas consultados pela Dow Jones esperavam uma queda menor, de 0,2%.

Já as negociações para evitar o abismo fiscal nos EUA não parecem avançar. No fim do dia de ontem, o deputado democrata Steny Hoyer afirmou que se republicanos e democratas alcançarem um acordo, mas não tiverem tempo de submetê-lo ao Congresso antes do fim do ano, os detalhes da legislação e sua aprovação podem ficar para janeiro de 2013.

"As preocupações com o abismo fiscal estão deixando os participantes desse mercado receosos, com os investidores fechando posições antes do fim do ano", disse Jason Rotman, do Lido Isle Advisors. As informações são da Dow Jones.

Carregando...