Ouro fecha em leve alta em Nova York

Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam em leve alta em meio ao impasse fiscal nos Estados Unidos, que aumentou o apelo do metal precioso. O fortalecimento do dólar, porém, limitou os ganhos do ouro.

O contrato de ouro mais negociado, com entrega para fevereiro, ganhou US$ 3,00 (0,18%), fechando nesta quinta-feira (27) a US$ 1.663,70 a onça-troy. Os preços do ouro caminham para fechar o ano com alta de 6%, o menor ganho anual desde 2008.

Os EUA estão a apenas cinco dias do abismo fiscal - uma série de cortes de gastos e aumentos de impostos automáticos que entrarão em vigor em 1º de janeiro caso não haja acordo no Congresso. Economistas alertam que o impacto do abismo deve gerar outra recessão no país.

Na tentativa de dar fim ao impasse fiscal nos Estados Unidos, o presidente Barack Obama pretende enviar ao Congresso uma proposta que evitaria os efeitos mais fortes do abismo fiscal, segundo informou a rede de televisão CNN, citando duas fontes anônimas.

Nesta quinta, os democratas pediram para que os republicanos voltem à Câmara dos Representantes para a retomada das negociações. A líder da minoria democrata na Câmara, a deputada Nancy Pelosi, criticou a paralisia dos parlamentares diante da ameaça do abismo fiscal e pediu aos colegas republicanos que retornem imediatamente a Washington. Mais cedo, o líder dos democratas no Senado, Harry Reid, já havia feito fortes críticas aos republicanos e afirmado que a economia dos EUA está se dirigindo ao abismo fiscal. Segundo ele, a Câmara está sendo governada "por uma ditadura". As informações são da Dow Jones.

Carregando...