Otimista com EUA, petróleo tem maior nível em 19 semanas

Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam no maior nível em 19 semanas nesta segunda-feira, após um indicador positivo dos Estados Unidos deixar os investidores otimistas com a recuperação econômica do país, que é o maior consumidor de petróleo do mundo.

O contrato de petróleo para março ganhou US$ 0,56 (0,58%) e encerrou a US$ 96,44 o barril, maior nível desde 18 de setembro. Na plataforma eletrônica ICE, o contrato do petróleo do tipo Brent para março subiu US$ 0,20 (0,17%), fechando a US$ 113,48 o barril.

Os investidores se animaram com o resultado das encomendas de bens duráveis dos EUA, que cresceram 4,6% em dezembro, para o valor sazonalmente ajustado de US$ 230,74 bilhões, segundo o Departamento de Comércio do país. Os economistas tinham previsto uma alta de 2,0%.

A queda de 4,3% nas vendas pendentes de imóveis no país, no entanto, provocou redução nos ganhos do petróleo. Mas a alta foi suficiente para fazer com que a commodity ultrapassasse novamente a barreira de US$ 96,00.

"Temos ganhado com os sinais de recuperação econômica, o que geraria maior demanda pelo petróleo", disse Carl Larry, presidente do Oil Outlooks and Opinions. As perspectivas de maiores avanços estão em espera até que o mercado tenha acesso aos estoques de petróleo dos EUA, à decisão de política monetária do Federal Reserve esta semana e a dados do mercado de trabalho norte-americano.

Segundo Larry, os preços do petróleo, que têm em vista ultrapassar a barreira de US$ 97,00, podem até mesmo desafiar o nível de US$ 100,00 na semana que vem, pela primeira vez desde maio de 2012, se os próximos indicadores econômicos forem positivos. As informações são da Dow Jones.

Carregando...