Mercado abrirá em 3 h 28 min

Otimismo sobre Brexit eleva ações europeias a nível próximo de máximas recordes

Por Ambar Warrick e Medha Singh

Por Ambar Warrick e Medha Singh

LONDRES (Reuters) - As ações europeias chegaram perto de uma máxima recorde nesta sexta-feira, com a confirmação de uma data para o Brexit em 31 de janeiro fazendo os investidores comprarem em mercados que vêm sendo afetados pela incerteza há mais de três anos.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, obteve aprovação para seu acordo do Brexit no Parlamento nesta sexta-feira, convencendo ainda mais os mercados de que uma esmagadora maioria conservadora provavelmente resultará em uma saída tranquila da União Europeia.

As manchetes positivas sobre o Brexit, juntamente com o alívio das tensões comerciais sino-americanas, deixam o STOXX 600 no caminho de seu melhor quarto trimestre desde 2011. Os analistas também esperam um 2020 relativamente mais forte, com a recuperação do crescimento econômico do bloco.

"No geral, 2020 pode ser um bom ano para a Europa. Não é um ano de aceleração - o crescimento continuará bastante moderado - (mas) estamos começando a ver alguma melhora. Esperamos ver um pouco mais de inflação. Estou cautelosamente otimista", disse Ephie Coumanakos, sócia-gerente do Concord Financial Group.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,85%, a 1.635 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,8%, a 418 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,11%, a 7.582 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,81%, a 13.318 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,83%, a 6.021 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,24%, a 24.003 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,61%, a 9.675 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,41%, a 5.240 pontos.