Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.528,97
    +456,35 (+0,95%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,61
    +0,17 (+0,27%)
     
  • OURO

    1.782,40
    +4,00 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    55.466,63
    +1.013,01 (+1,86%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.273,55
    +39,14 (+3,17%)
     
  • S&P500

    4.134,94
    -28,32 (-0,68%)
     
  • DOW JONES

    33.821,30
    -256,33 (-0,75%)
     
  • FTSE

    6.859,87
    -140,21 (-2,00%)
     
  • HANG SENG

    28.661,58
    -474,15 (-1,63%)
     
  • NIKKEI

    28.594,70
    -505,68 (-1,74%)
     
  • NASDAQ

    13.740,50
    -53,75 (-0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6866
    -0,0159 (-0,24%)
     

Os melhores smartphones de 2020 segundo o público do 4º Prêmio Canaltech

Redação
·9 minuto de leitura

A quarta edição do Prêmio Canaltech chegou ao seu veredito após mais de 4 milhões de votos computados, apresentando nesta segunda-feira (22) a lista com os vencedores de todas as categorias. Como era de se esperar, tivemos uma disputa acirrada em boa parte delas, reforçando como o mercado brasileiro está movimentado com boas opções.

E isso não seria diferente ao olharmos para as categorias que envolvem o mundo mobile, já que os smartphones e wearables se tornaram algo extremamente pessoal e importante para os consumidores, movendo verdadeiros fãs clubes e levando a discussões acaloradas em caixas de comentários de toda a internet.

Quer conferir como sua marca favorita se saiu? Acha que o seu smartphone ficou entre os escolhidos? Então prepare a pipoca e se acomode na poltrona que vamos detalhar todas as categorias que envolvem o universo mobile para descobrir seus vencedores e o provável porquê deles terem sido os escolhidos de 168.323 votantes e também de nossa bancada do juri técnico.

Smartphone com melhor custo benefício

Baratinho Redmi Note 9 foi o vencedor pelo voto popular como melhor custo benefício (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Baratinho Redmi Note 9 foi o vencedor pelo voto popular como melhor custo benefício (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Se tem algo que brasileiro procura (e com razão) na hora de comprar um novo smartphone é o custo-benefício, aquela relação entre o valor pago e o que o produto entrega. Nem sempre o modelo mais barato é o melhor nisso, já que podem haver cortes que acabam atrapalhando a experiência, enquanto os que trazem tudo "do bom e do melhor" pecam justamente por contar com um preço proibitivo.

E uma marca que parece ter entendido bem como balancear as coisas é a Xiaomi. A chinesa emplacou não apenas um mas dois modelos como vencedores da categoria, sendo o Redmi Note 9 vencedor pelo voto popular com 34,18% dos votos e o Poco X3 o vencedor pelo voto técnico. Os aparelhos superaram iPhone SE, Galaxy A51, Moto G9 Play, Galaxy M21s e Velvet, mas possuem características um tanto quanto diferentes entre si, mostrando que não existe um molde engessado para se entregar um bom custo-benefício.

Mas o que fez tanto o público quanto a bancada técnica escolherem os modelos da Xiaomi?

Começando pelo Redmi Note 9, vimos em nossa análise aqui no Canaltech que o aparelho tem no preço o seu principal atrativo, sendo um modelo com desempenho capaz de rodar até alguns jogos mais pesados com fluidez aceitável, boa autonomia de bateria com recarga rápida e design sóbrio, o que no geral é o que boa parte dos consumidores busca.

Já o Poco X3 sobe o nível, e provavelmente foi o que atraiu a bancada do juri técnico, já que mesmo oferecendo recursos mais premium o preço do aparelho não é um impeditivo, fazendo dele uma ótima opção para quem está disposto a pagar só um pouco a mais. Com tela 120 Hz, hardware mais avançado com foco em jogos, boas câmeras e bateria que dura bastante e recarrega muito rápido, o aparelho tem um conjunto muito competente, sendo capaz de agradar praticamente todos os públicos.

Melhor câmera de smartphone

Mesmo sem um zoom superpoderoso, as câmeras do iPhone 12 Pro Max convenceram o juri técnico (Imagem: Divulgação/Apple)
Mesmo sem um zoom superpoderoso, as câmeras do iPhone 12 Pro Max convenceram o juri técnico (Imagem: Divulgação/Apple)

Seguindo para a próxima categoria, aqui temos apenas avaliação da bancada técnica, já que para definir a melhor câmera em um smartphone é preciso ter testado a fundo todos os principais modelos lançados no ano, tendo assim uma base para saber qual tem o melhor conjunto.

E quem se saiu melhor frente ao juri técnico foi o iPhone 12 Pro Max, que mesmo sem o zoom poderoso do Galaxy Note 20, a versatilidade do Motorola Edge+ ou os números enormes de resolução que varreram o mercado conseguiu entregar resultados consistentes com tudo o que se propôs a fazer.

Temos uma câmera principal com sensor ainda maior (tanto em comparação com a geração anterior quanto com os demais membros da linha), um avanço considerável na qualidade das imagens feitas com a câmera ultra grande-angular, uma telefoto que segue fazendo ótimos retratos e o novo sensor LiDAR que auxilia todo o conjunto, além de suporte ao Dolby Vision para gravação de vídeos.

Mas o que realmente fica como marca registrada do aparelho é a consistência que se tem ao usar qualquer uma das câmeras, ou mesmo todas elas ao alternar de forma suave durante uma filmagem. A equipe responsável pelo aplicativo de câmera fez um ótimo trabalho ao equilibrar as diferentes características dos sensores de 12 MP, e com isso iPhone 12 Pro Max foi capaz de convencer como melhor câmera de smartphone do ano.

Smartphone com melhor autonomia

Bateria enorme e hardware equilibrado fizeram do Galaxy M51 a melhor autonomia de 2020 (Imagem: Montagem/Canaltech)
Bateria enorme e hardware equilibrado fizeram do Galaxy M51 a melhor autonomia de 2020 (Imagem: Montagem/Canaltech)

Outra categoria que demanda um cuidado maior na hora da votação é a de melhor autonomia, já que nem sempre números inflados na capacidade da bateria se reflerem em mais tempo longe de tomada. Mas, curiosamente, não foi esse o caso por aqui, e tivemos o Galaxy M51 sendo coroado pelo juri técnico ao superar modelos de Motorola e Xiaomi que também se destacam neste quesito.

Olhando além dos monstruosos 7.000 mAh de capacidade do Galaxy M51, temos uma boa tela Super AMOLED com taxa de atualização de 60 Hz e um equilibrado chip Snapdragon 730G, que ajudam a autonomia a ir além do que temos em modelos chineses com 10.000 mAh ou mais de capacidade, além de superar com folga rivais encontrados no mercado nacional que contam com capacidade na casa dos 6.000 mAh.

Nos testes do Canaltech, por exemplo, tivemos a marca de 24 horas de reprodução contínua de vídeos no YouTube com brilho no máximo, o que significa que em uso normal você precisará levar seu celular à tomada apenas a cada dois ou três dias. Por contar com carregador rápido de 25 W, essa bateria enorme também não demora muito a ser recarregada, o que é um extra que acaba deixando o Galaxy M51 bem completo para quem tem na autonomia a maior preocupação.

Smartphone mais inovador

Galaxy Z Fold 2 revoluciona a forma como os smartphones são usados (Imagem: Divulgação/Samsung
Galaxy Z Fold 2 revoluciona a forma como os smartphones são usados (Imagem: Divulgação/Samsung

Voltando para as categorias com voto técnico e popular, separamos os principais smartphones de 2020 que chamaram atenção no quesito inovação, o que em um mercado de milhares de modelos com o mesmo formato em barra acaba sendo importante para determinar as marcas que buscam mudar a forma como o smartphone é utilizado.

E o vencedor não poderia deixar de ser o Galaxy Z Fold 2, que corrigiu alguns erros do antecessor e chegou como a forma definitiva do smartphone dobrável, devendo ser replicada em um sem fim de modelos pelos próximos anos. A vitória no juri popular com quase 50% dos votos (48.87%, para ser exato) mostra que o modelo em formato de livro da Samsung chamou muito mais atenção que o Galaxy Z Flip da própria sul-coreana com seu formato de concha, que foi muito usado no início dos anos 2000 mas praticamente desapareceu desde que as telas de toque se popularizaram.

Além do óbvio apelo em ter uma tela maior que cabe no bolso, otimizando assim a experiência ao consumir todo tipo de conteúdo, toda a interface da Samsung foi otimizada para este tipo de produto, permitindo uma liberdade maior ao executar muitas tarefas ao mesmo tempo. Você consegue usar seu teclado como se fosse um notebook enquanto navega nas notícias do Canaltech, usar ângulos diferentes para registros com as câmeras ou mesmo dividir as "duas" telas entre aplicativos e janelas diferentes, e isso é só o começo das possibilidades abertas pelo smartphone mais inovador do ano.

Vale lembrar que em 2019 o Motorola Razr levou o prêmio de smartphone mais inovador pelo juri técnico, o que reforça que a segunda geração do Galaxy Fold (ou, Galaxy Z Fold) foi enfim capaz de entregar um produto com cara de modelo comercial, e não de protótipo como tínhamos na primeira geração. Já pelo juri popular o vencedor foi o Mi Mix Alpha, que sequer chegou a ser vendido de fato, mostrando a importância da análise técnica para equilibrar a votação.

Smartphone do ano

iPhone 12 Pro foi eleito o smartphone do ano (Imagem: Divulgação/Apple)
iPhone 12 Pro foi eleito o smartphone do ano (Imagem: Divulgação/Apple)

Fechamos a categoria de smartphones com o que provavelmente é seu prêmio mais importante: o smartphone do ano.

Com uma fatia de 33.96% dos votos do juri popular, o iPhone 12 Pro superou Galaxy S20 Ultra, Galaxy Note 20 Ultra, Mi 10 Pro e Motorola Edge+ como o melhor modelo do ano, mostrando que a Apple segue sendo referência no setor mesmo com todas as críticas recebidas.

O iPhone 12 Pro traz quase tudo o que seu irmão maior iPhone 12 Pro Max oferece, com desempenho de ponta, ótima tela, sistema de som envolvente, design único e câmeras consistentes para todo tipo de tarefa, porém em um corpo mais compacto que agrada quem não se adequou à moda das telas cada vez maiores e preço menos proibitivo. Isso fez com que o aparelho também levasse a melhor aos olhos do juri técnico, reforçando o bom trabalho feito pela Apple em seu atual flagship.

Vale uma menção honrosa ao Galaxy S20 Ultra, que ficou na segunda colocação pelo voto popular com 28.58%. O aparelho foi seguido pelo Galaxy Note 20 Ultra com 17.01% dos votos, o que mostra que a Samsung está no caminho certo para marcar de vez seu lugar no topo, cravando dois modelos no pódio e ultrapassando a Apple ao somarmos os votos que ambos os modelos receberam.

Melhor wearable

Apple Watch Series 6 levou o prêmio de melhor wearable pelos votos popular e técnico (Imagem: Divulgação/Apple)
Apple Watch Series 6 levou o prêmio de melhor wearable pelos votos popular e técnico (Imagem: Divulgação/Apple)

Fechamos a categoria mobile com o melhor wearable do ano, que contou com representantes mais acessíveis como Mi Band 5 e Galaxy Fit 2 e outros mais premium como Apple Watch Series 6 e Galaxy Watch 3, e acabou mostrando que tanto os leitores do Canaltech quanto a bancada do juri técnico preferem pagar mais e ter um produto realmente completo.

Com 39.67% dos votos do juri popular, o Apple Watch Series 6 foi eleito o wearable do ano. Seguindo a fórmula já consagrada de seus antecessores e trazendo algumas melhorias importantes para acompanhamento de saúde e exercícios, o mais completo relógio da Apple ainda tem no design um de seus grandes chamarizes, bem como a intuitiva interface do watchOS e sua navegação tanto por toque quanto pela coroa giratória.

Nem todas as melhorias foram bem vistas, como o novo estilo de pulseira Solo Loop que não tem qualquer mecanismo de fecho e precisa ser comprada sob medida para o usuário, mas funções eficazes como detecção de queda, ECG, novo modo ambiente, aliadas à já conhecida experiência de uso da família Apple Watch tornaram o Series 6 um sucesso de crítica e público.

A equipe Canaltech agradece ao público e jurados especializados pela participação na 4ª edição do Prêmio Canaltech, e agora convida você a dizer na seção de comentários o que achou dos vencedores. Concorda com a votação? Aproveite para conferir o site do Prêmio Canaltech com todos os vencedores das demais categorias, onde temos ainda curiosidades sobre a votação.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: