Mercado abrirá em 7 h 49 min
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,59
    +1,00 (+0,91%)
     
  • OURO

    1.813,50
    -2,40 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    29.119,88
    -777,79 (-2,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    648,63
    -22,05 (-3,29%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.179,30
    -464,98 (-2,25%)
     
  • NIKKEI

    26.438,73
    -472,47 (-1,76%)
     
  • NASDAQ

    11.939,50
    +4,00 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2374
    +0,0191 (+0,37%)
     

Os melhores jogos exclusivos lançados para o PS4

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·7 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A geração atual de consoles está chegando ao fim. O PlayStation 4, lançado em 2013, deixou pelo caminho uma série de excelentes exclusivos, característica que até hoje é considerada um dos fatores principais de compra para o console.

Para homenagear esse guerreiro que está passando o bastão para a próxima geração, elencamos os dez melhores títulos, na nossa opinião, que já foram lançados para o console. Aqui, vale somente uma regra: só cabem os exclusivos nos consoles (ou seja, pode até ter sido lançado também para o PC). Portanto, nada de Red Dead Redemption 2 e outros gigantes que a gente sabe que vocês amam.

10. Gran Turismo 7

A clássica franquia de corrida da Sony ganhou mais um jogo em 2022. Gran Turismo 7 vai além de, simplesmente, disputar corridas: é um título que busca celebrar a cultura automobilística. Exemplos disso são a presença do circuito de Interlagos, em São Paulo (SP) e do piloto Lewis Hamilton, carinhosamente apelidado como "maestro" do game.

Outras novidades incluem o Gran Turismo Café — uma espécie de mini campanha que guia o jogador enquanto desbloqueia pistas, veículos e histórias —, e até mesmo o retorno do modo splitscreen, em que duas pessoas podem jogar juntas com a tela dividida.

9. Ghost of Tsushima

Como um bom samurai, Ghost of Tsushima chega para anunciar sua posição nesta lista. O game é o exclusivo que vai fechar a geração e, como tal, tende a explorar o máximo do que o console consegue entregar. De fato, a narrativa de Jin Sakai pelo vasto mundo de Tsushima impressiona pela beleza e por aproveitar de mecânicas de exploração de mundo aberto apresentadas em The Legend of Zelda: Breath of The Wild.

Apesar de não ter apresentado elementos novos para a mesa, este ainda é um excelente game, indispensável para quem tem um PlayStation 4.

8. Death Stranding

Também chamado de jogo do “Kojima sem amarras”, Death Stranding é um raro título super autoral na indústria AAA, em que jogos são feitos por centenas de pessoas. Em um mundo pós-apocalíptico, você controla Sam Bridges, um entregador responsável por levar mais que pacotes, mas também estreitar os laços da humanidade.

O jogo inova ao criar o verdadeiro sistema de “walking simulator”, cujo desafio é realmente conseguir chegar de um lugar ao outro, sem derrubar suas encomendas. No meio disso, há todo onírico que só a mente de Hideo Kojima consegue produzir.

7. Uncharted 4: A Thief’s End

A saga de Nathan Drake é, certamente, uma das mais icônicas dos games. O quarto título da série coloca o protagonista em conflito com sua esposa, para ajudar o irmão fugitivo e seguir novamente atrás de relíquias escondidas no melhor estilo Indiana Jones. Contudo, por não trazer tanta inovação assim e manter o sistema linear de fases, o game não foi tão bem recebido como os anteriores. Ainda assim, é uma excelente pedida para os jogadores de PlayStation 4.

Para aqueles que desejam a experiência completa da saga, vale lembrar que o PS4 ainda conta com a coleção remasterizada Uncharted: The Nathan Drake Collection, que inclui os três primeiros jogos da franquia. Também há o excelente spin-off Uncharted: The Lost Legacy.

6. Final Fantasy 7 Remake

Um leitor mais desavisado pode questionar: “valem remakes?”. Pois bem, no caso de Final Fantasy 7 Remake, esta regra pode ser quebrada, pois, simplesmente, o jogo não é só uma recriação do clássico. Quem jogou até o fim, sabe que estamos falando de algo completamente diferente.

A Square traz novamente a história de Tifa, Cloud e Barret com muito mais profundidade, adicionando um novo caminho ao já aclamado título do PlayStation 1. O que Final Fantasy 7 Remake faz com a história do original, adicionando novas batalhas e enredos, permite colocá-lo tranquilamente no hall dos dez melhores games para o console.

5. Bloodborne

Bloodborne é considerado por muitos a obra-prima do gênero conhecido como souslike. Aqui, a FromSoftware pega os elementos da franquia Dark Souls e coloca em um jogo mais dinâmico e de movimentação.

Com uma narrativa profunda que se descobre andando pelo mapa, ele é uma excelência também em design de mapas, personagens e gráficos para seus diferentes ambientes. Mesmo com o lançamento de Elden Ring, Bloodborne ainda figura em primeiro lugar no coração de muitos que gostam do gênero.

4. Horizon Zero Dawn + Horizon Forbidden West

Horizon Zero Dawn, lançado em 2017, é um RPG de ação e aventura que, rapidamente, se tornou um jogo essencial para donos de PlayStation. A narrativa coloca o jogador na pele de Aloy, uma jovem que vive o ostracismo de seu povo em um mundo dominado por máquinas hostis. Os humanos sobreviventes formaram sociedades tribais, cada uma com suas crenças e histórias.

O game ganhou projeção por introduzir diferentes estratégias de caça aos animais-robôs, com arcos, chocalhos, estilingues, armadilhas e mais. Tudo isso acompanhado de um diferente e curioso mundo aberto que mistura homem, máquina e nossa relação com o passado.

Em 2022, foi lançada a sequência de Horizon Zero Dawn, chamada Horizon Forbidden West. Sem entregar spoilers, a história gira em torno de uma ameaça que ameaça toda a vida da Terra. Para evitar sua proliferação, Aloy deverá viajar ao Oeste Proibido, uma região nunca explorada antes pela protagonista, e repleta de novas tribos e máquinas.

O game conta com personagens antigos e novos, e vários aprimoramentos de gameplay — Aloy agora conta com um planador, semelhante ao de The Legend of Zelda: Breath of the Wild, útil para pular de lugares altos e alcançar novos locais. Apesar das melhorias, recomendamos que você jogue o primeiro game antes de se aventurar por este para não ficar perdido na história.

3. Marvel’s Spider-Man

A história dos games de super-heróis mostra que são raros os títulos que merecem destaque. Isso porque a maioria dos jogos são feitos a toque de caixa para acompanhar um lançamento no cinema ou TV, sem receber o devido tempo de tratamento.

Felizmente, Marvel's Spider-Man do PlayStation 4 é o oposto disso. O jogo ganhou o público ao colocar um Peter Parker anos à frente da morte de Tio Ben (afinal, todos sabemos como ele morreu). Isso ainda misturado a um veloz sistema de movimentação e um esquema de batalha inspirado na (também excelente) série Batman: Arkham.

2. The Last of Us Part II

Sem dúvida, este é não só um dos maiores títulos para console, como também deve ter espaço garantido nas listas de melhores jogos da geração. The Last of Us Part 2 inova em vários aspectos, mas o maior deles é conseguir criar uma inteligência artificial para os inimigos que realmente é responsiva às ações do jogador. Além disso, o jogo traz uma narrativa cruel, imersiva e extremamente sentimental que causa uma variedade de emoções aos jogadores.

Ainda, faz um importante papel em dar protagonismo para personagens LGBTQIA+, necessário para os dias de hoje. Por fim, a sequência merece um grande mérito em ter conseguido melhorar o que já era excelente no primeiro jogo, um desafio por si só, já difícil de alcançar.

1. God of War

A lista de fecha com a obra-prima do PlayStation 4. É impressionante como a Santa Monica conseguiu repensar o que é God of War em 2018 e transformar o personagem que era violento sem explicação, em um profundo pai arrependido de seu passado.

A beleza deste jogo está na relação de Kratos com seu filho e na obrigação de diálogo entre os dois diante da morte da mãe, logo no início. Soma-se a isso ainda um game que trabalha inteiro como se fosse um plano sequência, misturando suas cenas cinemáticas com as batalhas, além de uma jogabilidade excelente. Por isso, God of War é o nosso escolhido para o primeiro lugar.

Vale lembrar que esta é apenas uma lista com a opinião do Canaltech sobre os melhores títulos do console. Concorda conosco ou discorda? Compartilhe sua opinião conosco nas redes sociais.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos