Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.361,93
    +631,53 (+1,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Os melhores iPhones para comprar em 2021

·9 minuto de leitura

Desde seu lançamento lá em 2007, o iPhone conquistou o público com sua proposta premium. De lá para cá, já tivemos quase 30 versões de iPhone, que inovaram de alguma forma e fizeram o produto da Apple manter seu posto entre os aparelhos mais desejados e vendidos.

O detalhe é que a cada ano alguns modelos saem de linha, enquanto outros são lançados com novos recursos para os fãs do ecossistema Apple. Contudo, a aposentadoria de alguns iPhones não significa que eles saem de mercado, já que alguns continuam nos estoques das lojas.

Dessa forma, é comum encontrar modelos lacrados de 4 ou 5 anos atrás que disputam com os produtos mais recentes a atenção do consumidor. Fora isso, os celulares da Apple são famosos por sua desvalorização menor, o que faz o mercado de iPhones usados continuar em alta.

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

Assim, chegamos em 2021, quando temos opções que vão desde o iPhone 8 até o iPhone 12 e muitas variações entre eles. A questão é: qual é o melhor iPhone para comprar em 2021? A resposta não é simples, já que há diferentes modelos para diferentes necessidades. Por isso, hoje nós vamos definir quais são os aparelhos mais recomendados da Apple para você!

Como fizemos a seleção

A aquisição de um smartphone depende essencialmente de duas coisas: configuração e preço. Seguindo este raciocínio, nossa lista considera os principais diferenciais de cada iPhone para distintas finalidades, bem como toma como base os valores dos produtos no momento da publicação.

É importante notar que não vamos falar em preços exatos no decorrer do artigo, já que as ofertas variam muito de acordo com o valor do dólar e a disponibilidade dos estoques. Além disso, vale ressaltar que esta lista pode ser atualizada eventualmente para inclusão ou alteração dos aparelhos indicados.

Melhor escolha de iPhone em 2021

No início de 2021, o iPhone 11 poderia ser “a melhor escolha” para quem busca um celular da Apple, mas, com a mudança dos preços ao longo dos meses, este modelo perdeu seu posto para o iPhone 12. Lançado em 2020, o iPhone 12 dá um salto significativo em visual, qualidade e recursos de hardware se comparado com seu antecessor.

O iPhone 12 é menor nas dimensões e mais leve (são 30 gramas a menos), mesmo tendo o mesmo tamanho de tela do iPhone 11. Outro benefício significativo é a qualidade do display, que é do tipo OLED e tem maior resolução — com 460 pixels por polegada. Na prática, isso significa cores mais vivas e uma experiência melhor em todas as situações.

Some a estes benefícios o fato de que o iPhone 12 tem o processador mais recente da Apple e a tecnologia 5G. Este novo padrão de conexão móvel ainda não é uma realidade no Brasil, mas ter um celular compatível garante que você possa aproveitar esta tecnologia no futuro. Fora isso, o iPhone 12 deve ter maior longevidade com futuras atualizações do sistema. Ele também é compatível com MagSafe, o que deve ser uma tendência em aparelhos Apple a partir de agora.

Compre o iPhone 12 se você faz questão de ter o design mais recente da Apple e se você quer ter o iPhone mais poderoso do momento. Tenha em mente que o iPhone 12 não tem o melhor conjunto de câmeras da atualidade, bem como esteja ciente de que o pacote de benefícios deste modelo implica em um preço elevado.

Melhor escolha custo-benefício de iPhone em 2021

Considerando a nossa realidade, o iPhone é um celular conhecido por “ser muito caro”. E, de fato, mesmo os modelos mais antigos têm preços bem elevados, ainda mais se compararmos com produtos concorrentes que usam o Android. Assim, pensando em países como o Brasil, a Apple segmentou sua linha de aparelhos e agora oferece modelos “mais em conta”.

Deu certo com o iPhone XR, considerado por muito tempo como o melhor “custo-benefício”. No entanto, hoje, nossa principal recomendação para quem deseja um celular Apple barato é o iPhone SE de 2ª geração, que foi lançado em 2020 e tem uma série de vantagens para quem preza por alto desempenho.

O iPhone SE 2020 mistura a aparência tradicional do iPhone 8 com o hardware do iPhone 11, de modo que ele é mais poderoso do que o iPhone XR e deve ser um aparelho que vai receber atualizações por muito tempo. Além disso, este modelo deve ser o mais adequado para quem gosta do visual clássico do iPhone ou prefere um aparelho pequeno

A grande limitação do iPhone SE (2ª geração) é a bateria de autonomia reduzida. Tirando isso, este é o celular da Apple mais barato entre os recentes, fora que é um dos raros modelos que ainda traz o botão Touch ID e a interface tradicional do iOS.

Se você prefere um visual moderno e acha que a tela de 4,7 polegadas do iPhone SE 2020 pode ser pequena para suas necessidades, então nossa segunda recomendação de “custo-benefício” é o iPhone 11. Sim, isso mesmo, em vez do iPhone XR, nossa dica é optar pelo iPhone 11.

Eles têm as mesmas medidas, o mesmo peso e até mesmo tela idêntica, ou seja, com o mesmo tamanho e mesma resolução. No entanto, o iPhone 11 conta com hardware recente e sistema de duas câmeras e tudo isso por uma pequena diferença de valor.

Melhor iPhone para fotografia e vídeo em 2021

O celular da Apple sempre foi reconhecido pela qualidade de câmera, sendo um aparelho bem requisitado pelos usuários do Instagram e produtores de conteúdo. Para quem só busca um modelo para boas fotos, até mesmo o iPhone SE 2020 pode ser uma opção sensata, mas se você é do tipo que precisa de versatilidade e recursos inteligentes para produzir as melhores fotos, é preciso gastar um bocado a mais.

O iPhone 12 Pro Max pode ser o aparelho com o conjunto mais robusto de lentes, já que ele tem uma teleobjetiva com o zoom de até 2,5 vezes, porém a abertura de f/2.2 faz ela ser um pouco mais escura do que a lente encontrada no iPhone 12 Pro e iPhone 11 Pro. Conforme já comentamos em nossa análise, o iPhone 12 Pro Max também assusta pelo peso e pelo preço.

Assim, nossa recomendação para os fotógrafos, influencers e criadores de conteúdo é o iPhone 12 Pro, que supera seu antecessor com uma lente grande-angular mais clara (que tem abertura f/1.6), capacidade de fazer retratos com o “Modo noite” ativado e que é capaz de trabalhar com o padrão Apple ProRAW.

iPhones à venda que ainda valem a pena comprar!

Além do iPhone 11, iPhone XR, iPhone SE e iPhone 12, que são vendidos pela Apple, muitos modelos anteriores estão disponíveis em várias lojas, como é o caso do iPhone XS, iPhone 8 e até mesmo de versões mais antigas. Muitos desses dispositivos usam a versão mais recente do iOS e têm bom desempenho, mas nem todos são recomendados.

Nós consideramos que o iPhone XS é um celular excelente em sua concepção e ainda muito robusto para a atualidade. Trata-se do último iPhone com sistema de câmera dupla que conta com uma teleobjetiva, diferente dos produtos mais recentes da Apple que trazem a ultra angular — o que é ótimo para quem prefere tirar foto de pessoas em vez de prédios.

Além disso, o iPhone XS supera até alguns aparelhos recentes, já que ele tem tela OLED de alta resolução. Vale mencionar que mesmo com 3 anos de mercado, o processador do XS ainda é poderoso, fora que ele vem equipado com 4 GB de memória RAM, o que o faz ser uma opção mais sensata do que o iPhone XR. O problema é que ele continua caro e cada vez mais raro.

Outro aparelho que recomendamos é o iPhone 8 Plus, este que é o último celular da Apple que apresenta o combo de “tela grande” com botão Touch ID. Repare que colocamos tela grande entre aspas, porque o display de 5,5 polegadas deste modelo não é algo grandioso comparado aos outros tanto smartphones do mercado, mas ele é bem maior do que o iPhone SE 2020.

Assim como o iPhone XS, o iPhone 8 Plus é uma raridade na família Apple: trata-se de um dos poucos celulares com sistema de câmera dupla que traz uma lente teleobjetiva (com abertura f/2.8, portanto mais escura do que a do iPhone XS). As desvantagens deste modelo ficam para o peso excessivo e as medidas exageradas.

iPhones à venda que não valem mais a pena comprar

Para finalizar, temos algumas considerações importantes para você ler com atenção. Há muitos modelos de iPhone que ainda são vendidos e que não são mais recomendados, uma vez que há aparelhos mais recentes e, portanto, atualizados em hardware e software.

É o caso do iPhone X, que, apesar de ser um celular excelente, não entra nas nossas sugestões pelo simples fato de que há dois modelos mais novos e adequados: o iPhone XR e o iPhone XS, os quais trazem CPU mais moderna. O pior é que as raras unidades do iPhone X são vendidas por preços abusivos.

Outro modelo que não vale a pena atualmente é o iPhone 8. Novamente, temos aqui um smartphone que era excelente em sua época e que ainda pode entregar bom desempenho, mas que perde em todos os sentidos para o iPhone SE 2020, que tem o mesmo design, porém com novo processador e maior quantidade de memória RAM.

É claro que você pode comprar tanto o iPhone X quanto o iPhone 8, mas nossa sugestão é de que você faça esta escolha apenas se você encontrar uma promoção imperdível, pois eles realmente já não fazem mais sentido em 2021.

Quaisquer modelos anteriores ao iPhone 8 não são recomendados, seja pelos componentes defasados ou por conta da longevidade programada via software. Basicamente, quanto mais antigo é o iPhone, antes ele deixará de receber novas versões do iOS, uma vez que os hardwares mais antigos não terão os requisitos necessários para as futuras versões do sistema.

Também vale a recomendação para evitar o mercado de iPhones usados, uma vez que você pode ter um gasto maior ao optar por um modelo antigo, já que muitas vezes é preciso trocar a bateria, sendo que, ao somar o valor do aparelho e da bateria, em alguns casos é possível comprar um iPhone novo. Esperamos que as dicas tenham sido úteis. Boas compras!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos