Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.672,62
    +143,65 (+0,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,96
    -0,71 (-1,13%)
     
  • OURO

    1.793,70
    +15,30 (+0,86%)
     
  • BTC-USD

    56.078,74
    +1.033,84 (+1,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.293,81
    +30,85 (+2,44%)
     
  • S&P500

    4.157,99
    +23,05 (+0,56%)
     
  • DOW JONES

    34.027,23
    +205,93 (+0,61%)
     
  • FTSE

    6.895,29
    +35,42 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.621,92
    -513,81 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    28.508,55
    -591,83 (-2,03%)
     
  • NASDAQ

    13.863,50
    +69,25 (+0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6985
    -0,0040 (-0,06%)
     

Os melhores filmes de romance para assistir na Netflix

Beatriz Vaccari
·11 minuto de leitura

O romance é um dos mais populares gêneros do cinema, desdobrando-se em drama ou comédia, prometendo emocionar ou arrancar risadas. O público já sabe: em algum momento, o casal principal saberá que seus destinos estão entrelaçados. E não adianta tentar enganar o coração: permanecer juntos é o sinônimo de final feliz.

Seja para assistir com a pessoa amada ou por conta própria, a Netflix possui um enorme acervo com diversos filmes de romance, cheios de muito amor, drama e risadas; distinguindo-se de histórias adolescentes aos mais maduros, destinados para todos os públicos e momentos, corações apaixonados ou partidos; há um bom título em algum lugar do catálogo disposto a entreter, emocionar e distrair o espectador pelo tempo que for necessário.

O Canaltech topou o desafio de listar os melhores títulos de romance presentes no catálogo da Netflix, variando em filmes clássicos, modernos e para todas as idades. Detalhando motivos para assistir, acompanhado do trailer e o link para conferir a produção no streaming, a maratona está basicamente pronta: sua tarefa é apenas dar o play! Confira:

10. O Amor Não Tira Férias

E se você pudesse tirar umas férias de tudo e todos que fazem parte da sua rotina e, literalmente, trocar de casa com uma estranha durante as festas de fim de ano? As personagens de Kate Winslet e Cameron Diaz toparam o desafio às cegas ao encontrarem a moradia uma da outra em um site de intercâmbios, logo após sofrerem decepções amorosas em suas vidas pessoais: enquanto Iris (Winslet), uma jornalista de sucesso num jornal de Londres, descobre que sua paixão no escritório vai se casar, Amanda (Diaz), dona de uma próspera agência de publicidade em Los Angeles, descobre traição por parte do namorado.

Ambas resolvem respirar novos ares trocando de casa por um tempo curto, mas em O Amor Não Tira Férias, a história dá jus ao título, e logo a mudança trará reflexos no coração de cada uma: com Iris conhecendo Miles (Jack Black), um compositor de cinema que bateu à porta da casa para buscar as coisas do ex-namorado de Amanda; enquanto a estadunidense acaba conhecendo o irmão da dona do local em que está hospedada, o irresistível Graham (Jude Law).

O Amor Não Tira Férias é indispensável para quem gosta de histórias que mostram como o amor pode surgir quando as pessoas menos esperam, além de trazer um elenco recheado de talentos.

9. Como Perder um Homem em 10 Dias

Ela está disposta a conseguir o cargo dos sonhos na revista em que trabalha, e ele quer convencer o chefe a qualquer custo de que consegue fazer uma mulher se apaixonar por ele. Andie Anderson (Kate Hudson) é uma jornalista de comportamento que fará qualquer coisa para escrever sobre política, enquanto Ben Barry (Matthew McConaughey) quer comandar uma importante campanha de diamantes em sua agência publicitária.

Quando sua editora-chefe a pauta para uma matéria cujo objetivo é infernizar a vida de um rapaz por dez dias, Andie escolhe Ben como vítima, mas não imagina que ele também a está usando para fins profissionais. O que nenhum dos dois esperava é que, durante esse período, o amor surgiria entre o casal, dificultando os planos de cada um e possivelmente suas carreiras.

Como Perder um Homem em 10 Dias é um dos clássicos de comédia romântica dos anos 2000, praticamente um must see do gênero e ideal para quem deseja dar boas risadas e ganhar um final feliz com muitos beijos apaixonados.

8. O Melhor Amigo da Noiva

Em meio as gravações de Grey's Anatomy, Patrick Dempsey conseguiu uma folga de interpretar o doutor McDreamy para dar vida a Tom Bailey, um rapaz bonito, inteligente, mas que foge de todo e qualquer relacionamento sério. Quando sua melhor amiga Hannah (Michelle Monaghan) encontra seu par ideal e decide se casar, o protagonista se dá conta de que sempre foi apaixonado por ela.

Como se não bastasse o sentimento repentino, Hannah ainda convida Tom para ser seu padrinho de casamento e organizar sua festa de despedida de solteira. Apesar de relutante, o rapaz topa o desafio ao mesmo tempo que planeja alguma forma de impedir que a união aconteça.

O Melhor Amigo da Noiva é cheio de comédia e indicado para quem deseja uma distração com muitas risadas e romance, além de ser uma boa pedida para os fãs de Grey's Anatomy, já que além de Dempsey (que interpreta Derek Shepherd), Kevin McKidd (que vive o paramédico Owen Hunt) também está no elenco.

7. Para Todos os Garotos que já Amei

Baseado no livro homônimo de Jenny Han, Para Todos os Garotos que já Amei chegou em 2018 na Netflix trazendo rostinhos novos num elenco que mais tarde conquistaria o coração dos assinantes. Acompanhando a tímida, mas apaixonada e fantasiosa Lara Jean Covey (Lana Condor), a história apresenta um costume curioso, mas característico da personagem: o hábito de escrever cartas para todos os garotos que já gostou na vida. O que a adolescente não esperava é que sua irmã mais nova um dia enviaria as declarações aos destinatários, colocando de uma vez por todas a protagonista nos holofotes do colégio em que estuda.

É nessa brincadeira que o público conhecerá Peter Kavinsky (Noah Centineo), um dos pretendentes de Lara Jean quando ela era bem mais nova, e que hoje está namorando com sua ex-melhor amiga. Para fazer ciúmes na namorada (que acabou de terminar com ele), o galã resolve fingir um namoro com a jovem, mas como toda comédia romântica, todo mundo sabe onde isso vai dar.

Para Todos os Garotos que já Amei é um dos principais romances adolescentes da nova geração e que, recentemente, ganhou seu terceiro capítulo, finalizando a franquia de filmes na Netflix.

6. Questão de Tempo

Questão de Tempo traz uma história de amor num formato curioso, mas interessante de se assistir: após o filho Tim (Domhnall Gleeson) completar 21 anos de idade, seu pai (Bill Nighy) decide que está na hora de revelar como os homens de sua família pertencem a uma linhagem de viajantes no tempo. Bastando apenas ir para um lugar escuro e mentalizar a época que deseja ir, Tim agora deve lidar com esse estranho poder e todas as consequências que podem ser desencadeadas.

Embora o rapaz fique cético a princípio, não demora muito para Tim começar a desfrutar da recém-descoberta habilidade e literalmente se empolgar com o dom, modelando sua história de amor com a bela jovem Mary (Rachel McAdams), avançando e voltando no tempo para consertar ou evitar qualquer erro que possa surgir. Mas é claro, como nem tudo são flores, Tim deve lidar com uma das principais lições da vida: a de que algumas coisas simplesmente não podem ser evitadas.

Questão de Tempo é indicado para os fãs de romance que desejam conferir um enredo um pouco fora da curva e do clichê do gênero, mas que ainda assim promete emocionar.

5. Um Lugar Chamado Notting Hill

Julia Roberts é um nome fortíssimo do romance dos anos 1990, a atriz protagonizou diversos títulos que marcaram gerações e fazem, até hoje, qualquer fã do gênero suspirar com suas histórias de amor na tela. Após estrelar tantos filmes memoráveis, ela acabou tornando-se um ícone e transformando em clássica boa parte de sua filmografia da época, como Uma Linda Mulher, Noiva em Fuga, O Casamento do Meu Melhor Amigo e Um Lugar Chamado Notting Hill, que está disponível na Netflix.

O filme acompanha William Thacker (Hugh Grant, que vive o auge de sua beleza), morador de Londres que leva uma rotina monótona que varia em cuidar de sua pequena livraria local e atender aos jantares de sua família. Um dia, Anna Scott (Roberts) acaba visitando seu comércio, mas o primeiro encontro do casal acaba não correndo bem e um acidente com suco de laranja acaba manchando a roupa da atriz, mas cujo acontecimento leva a um beijo que dá início a uma das mais clássicas histórias de amor do cinema.

Um Lugar Chamado Notting Hill é puro romance e emoção, além de ser indispensável para os fãs do gênero.

4. Ghost - do Outro Lado da Vida

Um dos mais memoráveis filmes de romance da história também está disponível no catálogo da Netflix. Ghost - do Outro Lado da Vida fez um enorme sucesso na década de 1990 e consolidou Patrick Swayze como um dos galãs da época, além de popularizar a canção Unchained Melody e marcar a história do gênero com a clássica cena da argila.

O longa acompanha Sam Wheat (Swayze) e Molly Jensen (Demi Moore), um casal apaixonado cuja história foi interrompida após o marido ser morto quando eles retornavam de uma apresentação teatral. No entanto, o espírito de Sam recusa-se a ir embora e decide ajudar a ex-esposa, que é alvo de um plano criminoso comandado por seu assassino. Com a ajuda da médium Oda Mae Brown (Whoopi Goldberg), Sam passa a se comunicar com Molly e alertá-la do perigo que sua vida corre, além de encontrar maneiras de permanecer o amor que sentem um pelo outro vivo.

Ghost é indicado para quem deseja conhecer clássicos que marcaram a história do cinema e das trilhas sonoras. Vale lembrar também que o filme chegou a ganhar dois Oscars na época, nas categorias de Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Roteiro Original.

3. Você Nem Imagina

Você Nem Imagina é uma das boas surpresas no catálogo de títulos originais da Netflix, que consegue misturar romance adolescente numa narrativa adulta, longe do clichê já esperado para o gênero. O longa é iniciado mergulhando na filosofia por uma frase do diálogo "O Banquete", de Platão, deixando claro que a história trará uma compreensão do amor, não necessariamente o Amor Eros (que conhecemos como o amor romântico, passional, sexual), mas das várias formas em que o sentimento existe.

A história acompanha a jovem Ellie Chu (Leah Lewis) e sua rotina na pequena cidade norte-americana Squahamish. Filha de um imigrante chinês, a adolescente é dona de uma produção clandestina de redações para os colegas de sala, e por conta de seu talento, é procurada por Paul Munsky (Daniel Diemer) para escrever uma carta para Aster Flores (Alexxis Lemire), uma das mais bonitas garotas do colégio. Paul tem absoluta certeza que o que sente por Aster é amor, por mais que nunca tenha trocado uma palavra com ela. Ellie aceita ajudá-lo, e acaba se passando pelo garoto em trocas de mensagens de texto, porém, escondendo de Paul seus verdadeiros sentimentos pela garota.

Você Nem Imagina é indicado para quem procura um desfecho fora do usual e personagens impossíveis de não se apegar e se emocionar.

2. Diário de Uma Paixão

Nicholas Sparks é um nome-referência quando se trata de literatura de romance. O autor possui mais de 20 livros publicados e traduzidos para mais de 50 idiomas diferentes, todos eles trazendo o amor desdobrado nas mais diferentes histórias e personagens. 11 de suas obras já foram retratadas nos cinemas, e Diário de uma Paixão deve ser a mais famosa delas.

O filme traz Rachel McAdams e Ryan Gosling vivendo os apaixonados Allie Hamilton e Noah Calhoun Jr., que se conheceram num parque de diversões durante as férias de verão. Ambos com 17 anos e muitas emoções à flor da pele só queriam desfrutar do amor que sentiam um pelo outro, mas as diferenças sociais e financeiras acabaram falando mais alto para suas famílias, que logo separaram o casal.

Indicado para quem gosta de romance de época e está procurando histórias com muita emoção e que possam resultar algumas lágrimas no final, Diário de uma Paixão é a pedida certa para a maratona desse final de semana.

1. Hoje Eu Quero Voltar Sozinho

O topo do pódio é do Brasil: Hoje Eu Quero Voltar Sozinho chegou perto de ser indicado ao Oscar em 2015, representando não só o país mas também levando um romance homoafetivo para a cerimônia mais importante do cinema. O filme surgiu devido ao sucesso do curta-metragem antecessor Eu Não Quero Voltar Sozinho, que embora leve os mesmos personagens, não é uma prequela: a história acompanha, mais uma vez e desde o início, como Leonardo (Ghilherme Lobo), um estudante cego do ensino médio, conheceu Gabriel (Fábio Audi).

Ampliando debates necessários, como a socialização de uma pessoa com deficiência visual e a aceitação do amor homossexual em um período tão complexo para o ser humano: o do colégio, Hoje Eu Quero Voltar Sozinho ainda consegue trazer um pouco de inocência e momentos emocionantes para a tela, como a preocupação com o primeiro beijo, a insegurança adolescente, a ânsia pela vida adulta e o amor de modo geral.

O filme é altamente indicado para quem deseja "ficar com o coração quentinho", além de valorizar uma obra do cinema nacional.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: