Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.750,22
    +1.458,62 (+1,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.646,03
    -288,18 (-0,66%)
     
  • PETROLEO CRU

    46,09
    +0,45 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.842,00
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    18.929,64
    +35,12 (+0,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    365,19
    -14,05 (-3,71%)
     
  • S&P500

    3.699,12
    +32,40 (+0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.218,26
    +248,74 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.550,23
    +59,96 (+0,92%)
     
  • HANG SENG

    26.835,92
    +107,42 (+0,40%)
     
  • NIKKEI

    26.751,24
    -58,13 (-0,22%)
     
  • NASDAQ

    12.509,25
    +47,00 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2497
    +0,0137 (+0,22%)
     

Os melhores celulares até R$ 2.000 de 2020

Diego Sousa
·9 minuto de leitura

De forma geral, os preços dos celulares nunca foram muito convidativos no Brasil, mas a pandemia do novo coronavírus fez com que a aquisição de um smartphone novo se desse mais pela necessidade do que pelo puro luxo de possuir o que há de melhor no mercado.

Justamente nesse sentido, muitos brasileiros pararam de procurar celulares topos de linha e passaram a olhar para um segmento abaixo: o dos intermediários premium — durante os últimos meses, por exemplo, houve um aumento significativo na procura por celulares mais acessíveis.

E esse aumento não foi por acaso: os celulares intermediários vão ganhando cada vez mais recursos e tecnologias que, até pouco tempo atrás, só eram possíveis se gastássemos mais de R$ 3.000 em um dispositivo.

Por isso, se você juntou um pouco de dinheiro e está disposto a pagar por um celular de até R$ 2.000, confira abaixo a lista do Canaltech com os melhores modelos:

Alerta: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços estão sujeitos à mudança sem aviso. Os produtos exibidos aqui são selecionados pela nossa equipe, logo, se você comprar algo, o Canaltech talvez receba alguma comissão de venda.

Xiaomi Redmi Note 8 Pro: ideal para gamers de plantão

Indicado para quem procura um celular robusto e ideal para todos os tipos de jogos

Confira as ofertas do Redmi Note 8 Pro

O Redmi Note 8 Pro fez bastante sucesso no Brasil pelo seu apelo aos jogos. O smartphone conta com um processador Helio G90T da MediaTek, com núcleos de alto desempenho rodando a 2,05 GHz, o equivalente ao Snapdragon 730G, da rival Qualcomm. Aliado a versões com até 8 GB de memória RAM, 128 GB de espaço interno e uma bateria de 4.500 mAh, a garantia é de rodar praticamente todos os jogos da Play Store sem problemas.

Para ter uma boa experiência em jogos, o Redmi Note 8 Pro conta com uma tela Full HD+ de 6,53 polegadas. Apesar de contar com notch em gota para abrigar a câmera de selfie, o celular traz bordas bem reduzidas, oferecendo até 85% de aproveitamento do display.

Redmi Note 8 Pro é o smartphone com foco em games da lista (Foto: Reprodução/Carrefour)
Redmi Note 8 Pro é o smartphone com foco em games da lista (Foto: Reprodução/Carrefour)

Outro destaque do smartphone é a sua câmera principal de 64 MP com tecnologia Tetracell — similar ao Quad Pixel da Motorola. Na prática, o sensor é capaz de produzir imagens de 16 MP e juntá-las para melhorar a nitidez e a qualidade em ambientes noturnos. Completam as especificações uma câmera ultra grande-angular de 8 MP, uma macro de 2 MP e um sensor dedicado para efeitos de profundidade.

Xiaomi Redmi Note 9S: boas configurações para o dia a dia

Indicado para quem um celular bonito e equilibrado em especificações

Confira as ofertas do Redmi Note 9S

A Xiaomi conta com representantes de peso no segmento de celulares intermediários até R$ 2.000. Outro modelo da marca na nossa lista é o Redmi Note 9S, que também se destaca pelas configurações com foco em games, que são ideais para desempenhar aplicações do dia a dia, como assistir filmes, séries e redes sociais.

O smartphone traz opções com até 6 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno (com possibilidade de expansão via cartão micro SD). Na prática, isso é mais que suficiente para rodar qualquer app disponível na Play Store.

Redmi Note 9S é uma versão atualizada do Redmi Note 8 Pro (Foto: Divulgação/Xiaomi)
Redmi Note 9S é uma versão atualizada do Redmi Note 8 Pro (Foto: Divulgação/Xiaomi)

Talvez, uma das principais mudanças em relação ao Redmi Note 8 Pro seja seu design: aqui, há um visual mais elegante e profissional, enquanto seu antecessor tem um apelo mais gamer, mesmo. Ele traz uma tela Full HD+ de 6,67 polegadas, com o popular furo para a câmera de selfies de 18 MP e um módulo traseiro com quatro sensores.

A principal tem 48 MP com lente wide, seguida de uma ultrawide (ultra-grande angular) de 8 MP e 119º de ângulo de visão, uma macro de 5 MP e um sensor de 2 MP para medição de profundidade.

Motorola Moto G9 Plus: mais potente e elegante Moto G

O Moto G9 Plus é indicado para quem procura um celular da linha Moto G com especificações técnicas interessantes e um visual completamente renovado

Confira as ofertas do Motorola Moto G9 Plus

A linha Moto G é uma das mais vendidas no Brasil, e a nona geração da família trouxe os recentes G9 Plus e G9 Play. A versão Plus entra na nossa lista de melhores celulares até R$ 2.000 por representar uma mudança significativa na proposta da linha, agora trazendo especificações mais potentes e um conjunto de câmeras atualizado.

Pela primeira vez na linha, o G9 Plus briga com nomes de peso no mercado de intermediários premium, como o Galaxy A71 e o Google Pixel 4a. Ele é equipado com a plataforma Snapdragon 730G, chip da Qualcomm com foco em games, além de 4 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno, com promessa de rodar qualquer jogo ou app disponível na Play Store.

Moto G9 Plus tem as melhores especificações da linha até o momento (Foto: Divulgação/Motorola)
Moto G9 Plus tem as melhores especificações da linha até o momento (Foto: Divulgação/Motorola)

Outra novidade do Moto G9 Plus é a sua tela, que saltou para incríveis 6,8 polegadas, maior do que a maioria dos modelos disponíveis do Brasil em sua faixa de preço. O notch foi substituído por um furo no display, que fica no canto esquerdo, para agrupar uma câmera frontal de 16 MP. A boa notícia, aqui, é que as selfies contam com tecnologia Quad Pixel, que promete melhorar fotos em diferentes situações de luminosidade.

Já que o assunto é fotografia, vale destacar o conjunto quádruplo de câmeras na traseira, com destaque para o sensor principal de 64 MP, também com tecnologia Quad Pixel. Completam as especificações: um sensor ultra grande-angular de 8 MP, um macro de 2 MP e um de profundidade de 2 MP. Seguindo à risca a tendência de modelos intermediários, o G9 Plus também traz uma bateria de 5.000 mAh com suporte à recarga de 30 W, oferecendo até 12 horas de bateria em apenas 10 minutos na tomada, segundo a fabricante.

Motorola One Fusion+: câmera pop-up e tela de cinema

Indicado para quem procura um celular para assistir filmes, séries e vídeos com mais imersão

Confira as ofertas do Motorola Moto One Fusion+

A Motorola marca presença mais uma vez na lista com o One Fusion+, principal smartphone da linha Moto One até o momento. Ele se destaca pela tela de 6,5 polegadas Full HD+ com suporte ao padrão HDR10, que promete cores mais vivas mesmo sob a luz do sol, e certificação YouTube Signature Devices, uma espécie de selo do YouTube que garante a melhor experiência da plataforma.

Outra característica única do One Fusion+ é a câmera frontal pop-up, ou seja, que salta do corpo do aparelho quando é acionada. Isso, na prática, permite uma experiência mais imersiva em consumir conteúdos no celular, já que não há nenhum notch ou furo atrapalhando.

Motorola One Fusion+ se destaca pela câmera pop-up (Foto: Divulgação/Motorola)
Motorola One Fusion+ se destaca pela câmera pop-up (Foto: Divulgação/Motorola)

Assim como o G9 Plus, o One Fusion+ trabalha com quatro câmeras na traseira, com principal de 64 MP e a mesma tecnologia Quad Pixel. As outras também são as mesmas, com exceção do sensor macro, que tem 5 MP: ultrawide de 8 MP e um sensor de profundidade para auxiliar no modo retrato.

Por dentro, o smartphone é equipado com um processador Snapdragon 730, que trabalha com oito núcleos de processamento, 4 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno — mais do que suficiente para rodar todos os aplicativos e jogos da Play Store. A bateria também é gigante: 5.000 mAh com carregamento rápido de 18 W.

Samsung Galaxy M31: bateria e armazenamento de sobra

Indicado para quem procura um celular com bateria gigante e desempenho decente para todas as situações

Confira as ofertas do Samsung Galaxy M31

Se você procura um celular com autonomia para dois dias de uso sem problemas, o Galaxy M31 pode ser a sua escolha. O smartphone tem basicamente o mesmo hardware do Galaxy A51, mas se destaca pela bateria gigantesca de 6.000 mAh. Outra novidade é a quantia memória RAM (6 GB) que, aliada a 128 GB de armazenamento, já se prepara para suportar aplicativos e jogos por longos anos.

Galaxy M31 na cor azul (Foto: Divulgação/Samsung)
Galaxy M31 na cor azul (Foto: Divulgação/Samsung)

Na parte da tela, o Galaxy M31 abandona o furo na tela e aposta no notch em formato de U, mas o tamanho se mantém em 6,4 polegadas com resolução Full HD+. Por falar em notch, ele acomoda uma câmera de selfie de 32 MP.

Já no conjunto fotográfico, o smartphone tem semelhanças com o potente Galaxy A71, ou seja: principal de 64 MP, ultrawide de 8 MP com campo de visão de 123º, macro de 5 MP e um sensor de profundidade com 5 MP.

Um dos principais destaques do aparelho é a sua venda exclusiva pela internet, que também ajudou o dispositivo a aparecer na nossa lista de melhores celulares até R$ 2.000.

Qual desses aparelhos é o seu favorito? Em qual deles você investiria seu dinheiro? Conte aí embaixo, nos comentários.

Samsung Galaxy S10e: compacto e poderoso

Indicado para quem quer um dispositivo menor sem abrir mão de uma boa ficha técnica

Confira as ofertas do Samsung Galaxy S10e

De uns tempos para cá, alguns smartphones premium mais antigos começaram a ficar mais em conta. É o caso do Galaxy S10e, da Samsung, que se destaca no mercado pela sua tela de apenas 5,8 polegadas Full HD com tecnologia AMOLED, coisa bastante rara atualmente, e um hardware que ainda dá conta da maioria das tarefas do dia a dia.

Galaxy S10e é o compacto poderoso na faixa dos R$ 2 mil (Foto: Divulgação/Samsung)
Galaxy S10e é o compacto poderoso na faixa dos R$ 2 mil (Foto: Divulgação/Samsung)

O S10e é equipado com o chip Exynos 9820, o mesmo dos potentes Galaxy S10 e S10+, 6 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno (com possibilidade de expansão). Ele ainda é capaz de executar qualquer jogo com “o pé nas costas”, ou seja, sem travamentos, além de uma bateria de 3.100 mAh com carregamento rápido.

No departamento de câmeras, o Galaxy S10e tem desempenho similar aos topos de linha Galaxy S10 e S10 Plus, com dois sensores de 12 MP, sendo um deles ultra grande-angular. Já o furo na tela serve para acomodar um sensor de 10 MP.

Qual desses aparelhos é o seu favorito? Em qual deles você investiria seu dinheiro? Conte aí embaixo, nos comentários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: