Mercado fechará em 3 h 11 min

Os melhores celulares até R$ 2.500 de 2020

Diego Sousa
·6 minuto de leitura

Em 2013, com R$ 2.500 você comprava o Galaxy S4, um dos principais topos de linha do mercado. Feliz ou infelizmente, os tempos mudaram e as tecnologias evoluíram significativamente ao longo dos anos, e hoje o que podemos adquirir por este valor é um modelo intermediário com boas especificações técnicas ou um premium mais antigo.

Mas não se engane: no geral, os representantes desse mercado apresentam um equilíbrio quase perfeito em construção, desempenho, conjunto de câmeras, tela e recursos que deve atender a maioria das pessoas em busca de um modelo para jogar, navegar nas redes sociais e trabalhar por alguns anos.

Pensando nisso, o Canaltech elaborou uma lista completa com os melhores celulares para comprar de até R$ 2.500. Confira todos os detalhes abaixo e escolha o seu preferido!

Alerta: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços estão sujeitos à mudança sem aviso. Os produtos exibidos aqui são selecionados pela nossa equipe, logo, se você comprar algo, o Canaltech talvez receba alguma comissão de venda.

Xiaomi Redmi Note 9 Pro: boa opção para jogos

Indicado para quem procura um celular com boas especificações para jogos

Confira as ofertas do Xiaomi Redmi Note 9 Pro

O Redmi Note 9 Pro chegou ao Brasil custando exorbitantes R$ 4,2 mil, mas felizmente já pode ser encontrado nas principais lojas online pela metade do preço. Esse é o principal integrante da popular linha Redmi Note no país e se destaca pelo conjunto de câmeras e pelas configurações com foco em jogos.

Começando pelas câmeras, o Redmi Note 9 Pro conta com quatro sensores traseiros, padrão em muitos intermediários à venda no Brasil. Ele leva vantagem de trazer um sensor principal de 64 MP e uma macro de 5 MP, este responsável por registrar imagens bem de perto com uma resolução maior. Ele ainda possui um sensor com lente ultra grande-angular, ideal para fotos em família e paisagens, além de um sensor de profundidade, essencial para auxiliar no famoso efeito bokeh.

Redmi Note 9 Pro é o mais potente da linha (Foto: Reprodução/Xiaomi)
Redmi Note 9 Pro é o mais potente da linha (Foto: Reprodução/Xiaomi)

A tela do smartphone da Xiaomi é outro grande chamariz, com 6,67 polegadas e resolução Full HD+. O aproveitamento da área frontal é ideal para assistir filmes e séries sem interrupções, graças ao furo no display para uma câmera frontal, de 16 MP.

Além de filmes e séries, o Redmi Note 9 Pro é uma opção para quem busca jogar no smartphone. Isso porque ele é equipado com o chipset Snapdragon 720G da Qualcomm, que trabalha com um processador de oito núcleos, 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno, conjunto ideal para a maioria dos títulos disponíveis na Play Store. Ele também conta com uma bateria de respeito: são 5.020 mAh com carregamento rápido de 30 W, prometendo várias horas de jogatina longe da tomada.

Xiaomi POCO X3 NFC: mais barato com tela de 120 Hz

Ideal para usuários que queiram usurfruir de uma tela de excelente qualidade sem gastar muito

Confira as ofertas do Xiaomi POCO X3 NFC

Lançamento no Brasil recentemente, o POCO X3 NFC é o único smartphone da faixa de preço que possui tela com taxa de atualização de 120 Hz, assim como os topos de linha Galaxy Note20 Ultra e Galaxy S20 Ultra. Na prática, isso promete animações e transições no display, além de conteúdos mais fluidos. Aliás, ela tem 6,67 polegadas de tamanho e resolução Full HD+, ideal para jogar e assistir filmes.

Por falar em jogos, o POCO X3 NFC é equipado com um chipset Qualcomm Snapdragon 732G, o que o torna ligeiramente mais potente que outros nomes de peso, como Galaxy A71, Motorola One Fusion+ e até mesmo o Redmi Note 9 Pro. O smartphone trabalha com 6 GB de memória RAM, além de opções com 64 GB ou 128 GB de armazenamento interno.

POCO X3 NFC é o celular mais barato do Brasil com tela 120 Hz (Foto: Divulgação/POCO)
POCO X3 NFC é o celular mais barato do Brasil com tela 120 Hz (Foto: Divulgação/POCO)

A bateria do POCO X3 NFC é de 5.160 mAh, o que, segundo a empresa, garante autonomia de uso em jogos de até 10 horas, chegando a até 152 horas de uso com uma carga para reprodução de música. O smartphone conta com ainda suporte a recarga rápida com fio de 33 W (fonte compatível inclusa na caixa).

Com relação às câmeras, são quatro no total: uma principal Sony IMX682 de 64 MP, seguida por uma de 13 MP com lente ultra grande-angular, uma de 2 MP com lente macro e, por fim, outra de 2 MP, mas focado em medir a profundidade de campo. As selfies ficam a cargo de um sensor de 20 MP.

Samsung Galaxy M51: celular com maior bateria do Brasil

Ideal para quem não quer se preocupar com autonomia de bateria

Confira as ofertas do Samsung Galaxy M51

O Galaxy M51 é um smartphone bastante aguardado pelos fãs da Samsung por sua bateria monstruosa: são exagerados 7.000 mAh, tornando-o o celular com a maior capacidade disponível em um celular no Brasil. Na caixa, o modelo ainda traz um carregador de 25 W de potência, com promessa de recarregá-lo em pouco mais de uma hora.

Seu hardware é bastante semelhante ao popular Galaxy A71, trazendo chipset Qualcomm Snapdragon 730 de oito núcleos rodando a 2,3 GHz, 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno, configurações mais que suficientes para grande parte das tarefas da Play Store.

Galaxy M51 é o smartphone com a maior bateria da Samsung (Foto: Divulgação/Samsung)
Galaxy M51 é o smartphone com a maior bateria da Samsung (Foto: Divulgação/Samsung)

A tela do Galaxy M51 também segue a mesma proposta do irmão A71, com 6,7 polegadas, resolução Full HD+ e tecnologia Super AMOLED. Atualmente, a Samsung é a única fabricante que inclui o painel AMOLED em seus intermediários, levando vantagem em vivacidade de cores e contrastes mais presentes quando comparado com as telas LCD.

O conjunto de câmeras do celular da Samsung também se destaca pelos quatro sensores na traseira, com direito a sensor principal de 64 MP, seguido por outros três, de 12 MP, 5 MP e 5 MP. As selfies ficam a cargo de uma lente de 32 MP.

Samsung Galaxy S10 Lite: potente e acessível

Indicado para quem procura um celular com design simples, mas que não abre mão do desempenho

Confira as ofertas do Samsung Galaxy S10 Lite

Um dos smartphones premium mais populares do Brasil, o Galaxy S10 Lite é outro modelo que já pode ser encontrado por menos de R$ 2.500. Ele é basicamente uma versão mais acessível do Galaxy S10+, mas conta com a mesma potência do irmão maior, cortesia do chipset Snapdragon 855, além de 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno. Praticamente, ele é capaz de rodar todos os games e apps disponíveis na Play Store.

S10 Lite é o potente e acessível da Samsung (Foto: Divulgação/Samsung)
S10 Lite é o potente e acessível da Samsung (Foto: Divulgação/Samsung)

Já que ele é mais barato que sua versão mais potente, seu corpo é de plástico, cujo material promete ser mais resistente a quedas que o vidro. O smartphone possui uma tela de 6,7 polegadas com resolução Full HD+ e painel Super AMOLED, que traz a já conhecida qualidade dos topos de linha da Samsung.

Outro destaque do celular da Samsung são as três câmeras na parte traseira: a principal é de 48 MP possui recursos de estabilização para quem gosta de gravar vídeos, enquanto as outras contam com os populares modos noturno e retrato (que borra o fundo das imagens).

Qual desses aparelhos é o seu favorito? Em qual deles você investiria até R$ 2.500? Conte aí embaixo, nos comentários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: