Mercado abrirá em 11 mins

Os melhores celulares até R$ 1.000 de 2020

Diego Sousa
·7 minuto de leitura

O ano de 2020 não está sendo fácil para comprar um celular. Com a pandemia do novo coronavírus encarecendo os smartphones ao longo dos meses, comprar um aparelho intermediário ou topo de linha está fora de cogitação para muita gente.

Por isso, uma alternativa é considerar o segmento mais básico. Não se engane: apesar de não serem tão completos quanto os modelos mais caros, eles são boas pedidas para redes sociais, jogos básicos e fotos.

Se você não sabe quais são as melhores opções, confira a lista do Canaltech com os melhores celulares até R$ 1.000:

Alerta: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços estão sujeitos à mudança sem aviso.

Multilaser G Pro: elegante e bateria gigante

Indicado para quem procura um celular básico, mas sem abrir mão da elegância

Confira ofertas do Multilaser G Pro

A Multilaser também tem se destacado com sua linha básica. O G Pro é o mais potente entre os recentes lançamentos, com uma plataforma da fabricante chinesa UNISOC de oito núcleos, 2 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento.

O Multilaser G Pro tem recebido elogios pela bateria de 4.000 mAh (Foto: Matheus Bigogno/Canaltech)
O Multilaser G Pro tem recebido elogios pela bateria de 4.000 mAh (Foto: Matheus Bigogno/Canaltech)

Apesar das configurações bem básicas, o G Pro deve agradar com sua bateria gigante de 4.000 mAh e a câmera traseira dupla, com um sensor de 13 MP e um secundário de 2 MP para ajudar nas fotos com fundo desfocado (o querido modo retrato). Além disso, seu design chama atenção pela elegância, com seus cantos arredondados e o notch em formato de gota.

Philco Hit Max: boa opção para jogos

Indicado para quem procura um celular mais barato com muito armazenamento interno

Confira ofertas do Philco Hit Max

O Hit Max é um dos modelos que marca Philco trouxe ao Brasil para marcar sua reestreia no mercado de celulares. Surpreendentemente, o smartphone tem agradado público e mídia especializada graças ao seu hardware satisfatório, como o único da nossa lista que traz 128 GB de armazenamento, 4 GB de memória RAM e processador octa-core, ideal para armazenar e rodar diversos títulos na Play Store.

Philco Hit é a primeira linha de celulares da Philco (Foto: Reprodução/Nanobits)
Philco Hit é a primeira linha de celulares da Philco (Foto: Reprodução/Nanobits)

Outro destaque do celular da Philco é a tela, que tem 6 polegadas com resolução HD+ e painel IPS LCD, configurações que devem ser o suficiente para pessoas que procuram um celular compacto, coisa rara atualmente. Além disso, com 4.000 mAh de bateria e o chipset econômico, a promessa é de aguentar um dia inteiro longe da tomada.

No departamento de câmeras, o Hit Max mantém o conjunto duplo com sensores de 12 MP, capazes de fazer fotos no popular modo retrato, que dá um efeito de desfoque ao fundo para destacar quem aparece na imagem. Para selfies, são 8 MP alojados em um notch.

Além disso, o Hit Plus é um dos únicos modelos da faixa de preço que chega equipado com o sistema operacional Android 10.

Motorola E6s: visual diferente e elegante

Indicado para quem procura um celular da Motorola com visual interessante

Confira ofertas do Motorola E6s

O Moto E6s é basicamente o irmão gêmeo do popular Moto E6 Plus, mas com uma roupagem diferente. Na parte de trás, o conjunto de câmeras exibe um dos sensores deslocado, com o outro junto ao flash de LED, em vez dos dois em um mesmo módulo. As cores do smartphone também são diferentes, sendo azul navy e vermelho magenta.

Por dentro, no entanto, trata-se do mesmo conjunto competente do Moto E6 Plus, ou seja: tela HD de 6,1 polegadas com notch em gota, processador Helio P22 com oito núcleos, 2 GB de RAM, 32 GB de armazenamento interno e bateria é de 3.000 mAh.

O Motorola E6s traz as mesmas características do Moto E6 Plus e um visual repaginado (Foto: Divulgação/Motorola)
O Motorola E6s traz as mesmas características do Moto E6 Plus e um visual repaginado (Foto: Divulgação/Motorola)

A Motorola destaca o conjunto fotográfico do smartphone, que traz uma câmera principal de 13 MP com foco ultrarrápido e um sensor de profundidade que auxilia no famoso efeito desfoque. Assim como outros modelos desta lista, o Moto E6s tem um leitor de desbloqueio de digitais na parte traseira, que fica “escondido” em cima do ícone da Motorola.

Samsung Galaxy A10s: versão Pro do popular A10

Indicado para quem procura um celular da Samsung com tela pequena

Confira ofertas do Samsung Galaxy A10s

Versão levemente aprimorada do Galaxy A10, celular mais vendido de 2019, o Galaxy A10s traz muitas melhorias em relação ao modelo original, como uma câmera extra, leitor de impressões digitais na parte traseira, mais bateria e processamento mais potente.

Seu design não é muito diferente do Galaxy A10, o que de longe é um ponto negativo: ele conta com tela de 6,2 polegadas, ligeiramente maior que seu antecessor, com resolução HD+ e um entalhe em forma de gota para abrigar uma câmera frontal de 8 MP.

Na parte traseira, o smartphone é acompanhado de dois sensores, sendo uma principal de 13 MP e uma secundária de 2 MP para auxiliar no famoso modo retrato, aquele que desfoca o fundo das fotos.

O Galaxy A10s é uma versão Pro do Galaxy A10, celular mais vendido de 2019 (Foto: Divulgação/Samsung)
O Galaxy A10s é uma versão Pro do Galaxy A10, celular mais vendido de 2019 (Foto: Divulgação/Samsung)

Por dentro, o Galaxy A10s também trouxe novidades: sai o chipset Exynos 7884 da própria Samsung e entra o Helio P22, da MediaTek. Apesar de contar com os mesmos oito núcleos de processamento, o modelo adotado roda a uma frequência máxima de 2 GHz, contra 1,6 GHz do chip que equipa o A10, resultando em um maior desempenho em jogos e aplicativos.

Característica bastante aceita entre os usuários brasileiros, há suporte para rádio FM, que, junto aos 4.000 mAh de bateria, permitem ouvir notícias e jogos de futebol por muito tempo. Os 32 GB de memória interna podem ser pouco, mas o Galaxy A10s conta com expansão via cartão de memória para pôr milhares de fotos e vídeos sem esgotar o armazenamento do celular.

LG K41S: mais câmeras e IA

Indicado para quem procura um celular básico que oferece diversas opções de câmeras

Confira ofertas do LG K41S

Lançado em maio deste ano junto aos K51S e K61, o K41S é um dos smartphones intermediários mais recentes da LG e já pode ser encontrado por menos de R$ 1.000. Ele mantém algumas características que deram certo na linha nos últimos anos, como construção resistente e conjunto múltiplo de câmeras, mas também aposta em chipset decente para a categoria e NFC, tecnologia responsável por realizar pagamentos móveis.

O K41S tem uma tela gigante de 6,5 polegadas com resolução HD+ e tecnologia IPS LCD, que garante brilho forte mesmo sob a luz do sol. Por falar em reprodução de conteúdos, o celular da LG conta com uma bateria de 4.000 mAh, que, aliado ao chipset econômico Helio P22 da MediaTek, promete horas de reprodução de filmes, séries e jogos longe da tomada.

O K41S tem como diferencial seus recursos de inteligência artificial (Foto: Divulgação/LG)
O K41S tem como diferencial seus recursos de inteligência artificial (Foto: Divulgação/LG)

Principal chamariz da linha K, o conjunto de câmeras do K41S agrupa quatro sensores, sendo um principal de 13 MP, um ultra grande-angular de 5 MP e dois de 2 MP cada, com lentes de profundidade e macro.

Cortesia do chipset da MediaTek, a inteligência artificial presente no smartphone é capaz de detectar o que você quer fotografar e aplica ajustes ideais, seja em foto com amigos, animais, paisagens e comida.

Outra característica do K41S — e de outros celulares da LG, em geral — é a sua resistência militar. Na prática, isso quer dizer que ele é mais resistente que outros modelos na mesma faixa de preço no que diz respeito a adversidades externas, como choques ou temperaturas extremas. No entanto, sempre lembramos que isso não o torna indestrutível — é apenas uma garantia de durabilidade extra.

Qual desses aparelhos é o seu favorito? Em qual deles você investiria até R$ 1.000? Conte aí embaixo, nos comentários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: