Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    48.973,67
    -4.058,30 (-7,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Os melhores celulares até R$ 1.500 para comprar na Black Friday

·8 min de leitura

O ano de 2020 foi bastante difícil para quem procurava um smartphone premium, mas quem pensava que 2021 seria diferente, melhor pensar duas vezes. Portanto, se você está à procura de um bom aparelho e não pode gastar muito, dê uma olhada na lista dos melhores celulares até R$ 1.500 que o Canaltech separou.

Todos os modelos foram testados pela equipe e entregam ótima experiência pelo preço que você vai encontrar atualmente no mercado. Claro que os valores podem variar, mas se você encontrar um que lhe agrade abaixo, é só procurar ou esperar por um valor perto do que estiver mencionado que fará uma boa compra.

Na faixa até R$ 1.500, ainda é difícil encontrar bons aparelhos com 5G, mas eles também existem. Não entraram tantos na lista porque ainda é mais jogo pegar um bom modelo considerando outros aspectos do que investir em uma rede que pode demorar a chegar a todas as cidades brasileiras.

Alerta: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços estão sujeitos à mudança sem aviso. Os produtos exibidos aqui são selecionados pela nossa equipe, logo, se você comprar algo, o Canaltech talvez receba alguma comissão de venda.

Redmi Note 9T: opção barata com 5G

Para quem quer um bom celular 5G sem gastar muito

<a class="link rapid-noclick-resp" href="https://canaltech.com.br/produto/xiaomi/redmi-note-9t/" rel="nofollow noopener" target="_blank" data-ylk="slk:Redmi Note 9T">Redmi Note 9T</a> (Imagem: Ivo/Canaltech)
Redmi Note 9T (Imagem: Ivo/Canaltech)

O celular que pode ser encontrado pelo preço mais baixo da lista é, também, aquele que é possivelmente o mais interessante para a maior parte das pessoas. O Redmi Note 9T pode ser encontrado por menos de R$ 1.200 e entrega um conjunto bem completo, incluindo suporte ao 5G e processador potente. Seus pontos mais fracos talvez sejam a tela LCD com taxa de atualização de 60 Hz e as opções de câmeras, sem uma lente super grande-angular.

A ficha técnica do Redmi Note 9T traz tela IPS LCD de 6,53 polegadas com resolução Full HD (1080 x 2340 pixels) e plataforma Dimensity 800U, da MediaTek. O processador de oito núcleos chega à frequência máxima de 2,4 GHz, e você pode escolher entre opções de 4/64 GB, 4/128 GB ou 6/128 GB de memória para este modelo. A bateria tem 5.000 mAh e usa carregador de 18 W, que pode preencher cerca de 33% da carga em apenas 30 minutos.

O conjunto de câmeras tem uma principal de 48 MP e mais uma macro e uma de profundidade de 2 MP cada, além das selfies de 13 MP. Com pontos fracos bastante compreensíveis considerando o preço, você só precisa ter em mente que este modelo não desembarcou oficialmente no Brasil, e portanto você não vai encontrá-lo com garantia de 12 meses da fabricante.

Samsung Galaxy A32: diferente e com tela AMOLED

Para quem busca um celular com visual diferenciado e boas especificações

A lista de celulares até R$ 1.500 com tela OLED aumentou bastante em 2021, e o Samsung Galaxy A32 é um ótimo representante desta nova fase da indústria. Além do ótimo display, o smartphone da Samsung tem um conjunto bem interessante de especificações e um design muito elegante, com as câmeras coladas na tampa traseira, em vez de agrupadas em um bloco saltado.

Se você optar pelo Galaxy A32, levará para casa um aparelho com tela Super AMOLED de 6,4 polegadas com resolução Full HD (1080 x 2400 pixels) e taxa de atualização de 90 Hz. A lista de especificações do aparelho também inclui a plataforma Helio G80, da MediaTek, que tem processador de oito núcleos e chega a 2,0 GHz, com 4 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno.

O celular da Samsung ainda tem bateria com 5.000 mAh e recarga de 15 W. O conjunto de câmeras traseiro é quádruplo, com uma principal de 64 MP, ultra wide de 8 MP e macro e de profundidade com 5 MP cada. A frontal tem resolução de 20 MP. E pode ser encontrado atualmente na faixa dos R$ 1.300 no varejo online.

Poco X3 NFC: para jogar com muito mais fluidez

Indicado para quem quer celular potente sem gastar muito

O Poco X3 NFC não tem 5G como o Redmi Note 9T, mas é outro aparelho que ajuda a manter a fama de bom custo benefício da Xiaomi. Seu grande diferencial para concorrentes da mesma faixa de preço é a taxa de atualização da tela em 120 Hz — contra 90 Hz da maior parte dos lançamentos do ano, e até alguns ainda com 60 Hz.

Com tela IPS LCD de 6,67 polegadas e resolução Full HD (1080 x 2400 pixels), o display ainda tem suporte ao HDR10, além da já citada taxa de atualização de 120 Hz, que aumenta a fluidez nas transições de apps e melhora até a percepção de movimentos em vídeos e jogos. Por dentro, o modelo conta com plataforma Snapdragon 732G, que tem processador de oito núcleos e chega a 2,3 GHz. A memória RAM é de 6 GB de RAM, com opções de armazenamento que variam de 64 GB a 128 GB.

A bateria do Poco X3 tem capacidade de 5.160 mAh, capaz de entregar até dois dias longe da tomada, com recarga de 33 W, para preencher até 62% em 30 minutos, ou 100% em 65 minutos, segundo a Xiaomi. Na traseira você encontra um conjunto quádruplo de câmeras, com um sensor principal de 64 MP, ultra wide de 13 MP, macro de 2 MP e profundidade de 2 MP. Na frente, as selfies são registradas com uma câmera de 20 MP, que fica escondida em um furo centralizado na parte superior da tela.

Este modelo é um dos melhores celulares até R$ 1.500, podendo ser encontrado facilmente na faixa de R$ 1.400 com importadores. Nos canais oficiais, o aparelho custa mais que o dobro deste preço. Ou seja, você vai pagar mais barato com importadores que não oferecem os 12 meses de garantia contra defeitos de fabricação.

Samsung Galaxy M32: foco em bateria e mais memória RAM

Indicado para quem busca potência e bateria acima de tudo

<a class="link rapid-noclick-resp" href="https://canaltech.com.br/produto/samsung/galaxy-m32/" rel="nofollow noopener" target="_blank" data-ylk="slk:Samsung Galaxy M32">Samsung Galaxy M32</a>, da Samsung (Imagem: Divulgação/Samsung)
Samsung Galaxy M32, da Samsung (Imagem: Divulgação/Samsung)

Uma alternativa ao Galaxy A32 com mais memória RAM e carregamento mais veloz é o Galaxy M32. Com design mais em linha com o que outros modelos de 2021 oferecem, o aparelho tem praticamente as mesmas especificações do seu correspondente na linha A, e custa quase o mesmo valor, apesar das já mencionadas vantagens.

Ou seja, caso você opte pelo Galaxy M32, vai levar um celular com tela Super AMOLED de 6,4 polegadas com resolução Full HD (1080 x 2400 pixels) e taxa de atualização de 90 Hz. Sua ficha técnica também inclui a plataforma Helio G80, da MediaTek, que tem processador de oito núcleos e chega a 2,0 GHz, com 6 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno.

Este celular da Samsung ainda tem bateria com 5.000 mAh e recarga de 15 W. O conjunto de câmeras traseiro é quádruplo, com uma principal de 64 MP, ultra-wide de 8 MP e macro e de profundidade com 2 MP cada. A frontal tem resolução de 20 MP. Em resumo, mais memória RAM, carregador mais veloz e câmeras auxiliares com resolução mais baixa para compensar.

Assim como o Galaxy A32, o M32 também pode ser encontrado geralmente abaixo dos R$ 1.300. E não é raro vê-lo a um preço ligeiramente mais baixo que o de seu correspondente da linha Galaxy A — mas lembre-se que os Galaxy M só podem ser comprados online.

Motorola Moto G9 Plus: conjunto equilibrado em todos os aspectos

Para quem busca um celular muito potente com tela grande

É um pouco estranho recomendar um Moto G mais de um ano depois de seu lançamento, mas o preço atual do Motorola Moto G9 Plus é bastante atraente, considerando o conjunto de especificações do modelo. É um celular com tela grande, processador potente, muita bateria e bom conjunto de câmeras, aspectos não muito comuns entre celulares de menos de R$ 1.500.

O Moto G9 Plus tem tela IPS LCD de 6,8 polegadas com resolução Full HD (1080 x 2400) e suporte ao HDR10, um diferencial para a categoria atualmente. Sua plataforma é o chipset Snapdragon 730G, com processador de oito núcleos que podem chegar a 2,2 GHz de velocidade, e a Motorola ainda oferece 4 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno.

Quanto à bateria, são 5.000 mAh e um carregador de 30 W dentro da caixa. O conjunto de câmeras é quádruplo na traseira, com uma principal de 64 MP, uma ultra wide de 8 MP e mais uma macro e outra de profundidade de 2 MP cada. As selfies ficam a cargo de um sensor frontal de 16 MP.

Você pode encontrar o Moto G9 Plus na faixa de R$ 1.500 atualmente, e ele já chegou até a custar um pouco menos do que isso entre os meses de setembro e outubro. Esta Black Friday pode ser a última oportunidade de comprar este modelo por um preço bacana, já que a Motorola deixou de produzir novas unidades já há alguns meses.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos