Mercado fechado

Os melhores apps Android da semana (6/2/2020)

Rafael Arbulu

Você gosta de ler? Esperamos que sim, pois senão a matéria a seguir será bem curtinha para você, não? Bom, no Canaltech, a redação gosta muito de ler. E lemos de tudo: “até bula de remédio”, como diz a expressão popular. E, como leitores ávidos, uma das dificuldades unânimes entre os membros do site é justamente organizar o que estamos lendo, o que já lemos e o que ainda vamos ler.

O destaque dessa semana vem justamente para resolver esse problema, por meio de um app que não apenas permite localizar e marcar livros de interesse nas três categorias acima, mas também propõe desafios para incentivar ainda mais o hábito de ler.

Além disso, também trouxemos um equalizador de interface simples, porém bastante desempenho (do tipo que faz o mecanismo de som padrão do Android ficar corado de vergonha) e um jogo de visual cartunesco baseado em uma das maiores franquias de horror dos cinemas.

Vamos à lista?

Friday the 13th - Killer Puzzle

Jason Vorhees está de volta nesse simples, porém altamente desafiante quebra-cabeças onde o objetivo é matar todas as pessoas do cenário, enquanto o percorre em linhas retas. Parece fácil, mas não é: o jogador só progride quando descobre o “caminho certo” a ser transitado e se errar apenas uma vez, terá que recomeçar o nível. À medida que você avança, obstáculos como guardas armados, buracos e poços aquáticos (Jason teme a água, lembra?) se colocam no seu caminho.

Os personagens do jogo seguem um estilo blockhead de visual, um forma técnica de dizer que todos eles são “quadradões”. O visual cartunesco do jogo imprime uma perspectiva divertida sobre uma das marcas mais icônicas do terror, mas nem por isso ela deixa de ser menos violenta: a sanguinolência das animações é transmitida de forma igualmente impactante e engraçada. Imagine que um “Buddypoke” do antigo Orkut foi atravessado por uma peixeira e você terá uma boa ideia.

Além disso, diversos modos de desafio colocam mais camadas de divertimento e imersão para o jogador, todos com níveis crescentes de desafio e uma curva de aprendizado bastante interessante.

(Montagem: Rafael Arbulu/Canaltech)

Ramp Car Jumping

Possivelmente um dos jogos com comandos mais simples e progressão mais óbvia do Android, Ramp Car Jumping coloca você atrás do volante de um carro. À sua frente, há uma rampa. Além da rampa, diversos obstáculos. Você já sabe onde isso vai dar, certo?

Ramp Car Jumping bebe da fonte popularizada por Angry Birds, no sentido de que você atira um objeto contra obstáculos variados, na intenção de destruir tudo. Aqui, porém, a perspectiva muda para a traseira do veículo e o real objetivo é chegar a uma determinada marcação de distância para habilitar o próximo nível.

A progressão é ligeiramente demorada, haja vista que você precisará comprar upgrades para o seu carro voar mais alto e aterrisar mais longe, mas essa mecânica simplista esconde um incentivo a tentar o nível repetidas vezes para transpô-lo, nem que seja na força do ódio.

Outras opções de carro ajustam a jogabilidade para mais ou para menos, considerando fatores como a velocidade do motor, o tipo de carro (esportivos tendem a voar mais alto, mas desaceleram muito em obstáculos, ao contrário de caminhões, por exemplo), tornando tudo bastante divertido.

(Montagem: Rafael Arbulu/Canaltech)

Cabeceira

Chegando ao destaque da semana, temos o Cabeceira, um organizador de livros que registra obras que você já leu, que esteja lendo ou que já tenha lido, em três categorias simples. O interessante é que o app conta com uma base de dados não apenas bem robusta, como bastante contemporânea: na imagem abaixo, você pode ver Crônicas de Minas Gamedevs, que o selo Bast! Editorial lançou ao fim de 2019, por exemplo.

Outro recurso interessante do Cabeceira é a marcação de tempo de leitura: seguindo alguns passos sugeridos pelo próprio app, é antecipar o tempo médio que você levará para ler uma obra completa. Eu tenho comigo o original em inglês de Jacked: The Outlaw Story of Grand Theft Auto, voltado à história da criação de uma das mais conhecidas franquias de jogos dos games, e me foi estabelecido que, com apenas cinco minutos de leitura diários, eu terminaria o livro em 30 dias.

E isso é amarrado indiretamente aos desafios propostos pelo próprio app, como ler um livro inteiro em um mês, ou estabelecer um volume de leitura específico por dia. A ideia é “gamificar” a leitura, tornando-a mais divertida, desafiadora e prazeirosa.

(Montagem: Rafael Arbulu/Canaltech)

Equalizador FX

O Android, dependendo do modelo de smartphone que você comprou, pode trazer um equalizador instalado no sistema operacional. Mas essa indicação de app não estaria aqui se ele fosse minimamente satisfatório, então o Equalizador FX vem para preencher algumas lacunas que o sistema do Google deixa bem abertas.

Para começar, o app traz inúmeros perfis de áudio, permitindo que você ajuste sua experiência sonora conforme certos padrões musicais que priorizem graves, agudos, voz, acústico, sons ao vivo e uma série de outras possibilidades, sendo completo até mesmo para o ouvinte mais detalhista. Além disso, ele permite que você faça seu próprio ajuste personalizado, escolhendo faixas de frequência por meio de sliders na tela, os quais você controla com o dedo e cria uma experiência só sua.

Tudo isso dentro de uma interface minimalista e fácil de navegar, e que ainda conta com um modo escuro que economiza bateria. O Equalizador FX se integra à reprodução de mídia do Android por completo, então no instante em que você reproduz uma música, seja ela guardada no armazenamento interno ou alguma plataforma de streaming (até para vídeos), ele já é automaticamente acionado e ajustado.

(Montagem: Rafael Arbulu/Canaltech)

Almighty Volume Key

Falamos deste app há pouco tempo no Canaltech: trata-se de um reconfigurador de botões de volume, que adiciona às referidas teclas novas funções. A ideia é facilitar a execução de tarefas mais simples de comando do Android, como iniciar um gravador de voz ou acionar/desligar o modo Não Perturbe do celular.

É uma premissa bastante simples, mas que abre uma nova via de possibilidades para o seu smartphone — permitindo a execução de algumas tarefas mesmo quando o aparelho está travado, como ligar a câmera ou acionar a lanterna. Adicionando um grau de complexidade, também é possível estabelecer comandos combinados para certas operações, como aumentar o volume uma vez e diminuí-lo uma vez para acionar o bluetooth.

A interface é simples e fácil de ser configurada, tornando esse um aplicativo que lhe confere um pouco mais de produtividade ao criar atalhos para tarefas mais comuns do seu dia a dia com o celular em mãos.

(Montagem: Rafael Arbulu/Canaltech)

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: