Mercado abrirá em 8 h 39 min

Os 9 melhores estrangeiros que jogaram no futebol brasileiro na última década

Nathalia Almeida
·4 minuto de leitura

A tarde da última segunda-feira (23) foi bastante dolorosa para o torcedor do Internacional, por conta da decisão de seu maior ídolo contemporâneo, Andrés D'Alessandro, em deixar o clube ao final de seu contrato no próximo mês de dezembro.

Com 12 títulos conquistados vestindo a camisa colorada - incluindo uma Sul-Americana (2008) e uma Copa Libertadores (2010) -, o meia argentino cravou seu lugar não só no rol dos gigantes da história do Inter, como também entre os maiores estrangeiros que já atuaram no futebol brasileiro.

A seguir, listamos os 9 melhores gringos que passaram pela nossa Série A de 2010 pra cá:

Dejan Petković

Flamengo v Vasco | Getty Images/Getty Images
Flamengo v Vasco | Getty Images/Getty Images

Craque de bola, o armador sérvio teve o auge de sua carreira no Brasil na primeira década dos anos 2000, mas como só se aposentou oficialmente em 2011, entra 'nos acréscimos' dessa lista.

Brilhou por Vasco da Gama e Fluminense, mas fez história de fato no Flamengo, onde é ídolo. Seu maior título é, sem dúvida, o Brasileirão de 2009.

Walter Kannemann

Gremio v América de Cali - Copa CONMEBOL Libertadores 2020 | Pool/Getty Images
Gremio v América de Cali - Copa CONMEBOL Libertadores 2020 | Pool/Getty Images

Zagueiro firme e de imposição física, mas também muito técnico, o argentino Walter Kannemann é titular absoluto e indiscutível desde que chegou ao Grêmio em 2016.

Já conquistou três edições de Estadual, Copa do Brasil, Copa Libertadores e Recopa com a camisa tricolor.

Jesús Dátolo

Atletico MG v Palmeiras - Brasileirao Series A 2014 | Washington Alves/Getty Images
Atletico MG v Palmeiras - Brasileirao Series A 2014 | Washington Alves/Getty Images

Meia canhoto de muita habilidade, Dátolo conquistou títulos por Internacional e Atlético-MG, os dois clubes que defendeu no futebol brasileiro.

A passagem pelo Galo foi a mais duradoura e marcante, com o armador sendo muito importante na campanha vitoriosa do clube na Copa do Brasil de 2014.

Paolo Guerrero

FBL-ASIA-WCLUB-2012 | TOSHIFUMI KITAMURA/Getty Images
FBL-ASIA-WCLUB-2012 | TOSHIFUMI KITAMURA/Getty Images

O peruano pode não estar vivendo a melhor fase da sua carreira agora, no Internacional, mas seus anos vestindo a camisa do Corinthians obviamente lhe garante uma posição nesta lista.

Foi campeão paulista em 2013, campeão brasileiro em 2015 e grande nome do título mundial alvinegro em 2012, decidindo a partida contra o Chelsea.

Darío Conca

Fluminense footballer Dario Conca celebr | ANTONIO SCORZA/Getty Images
Fluminense footballer Dario Conca celebr | ANTONIO SCORZA/Getty Images

Estrangeiro mais importante da história do Fluminense desde Romerito, Conca foi o cérebro, o pulmão e o coração da equipe que tirou o clube das Laranjeiras da fila de 26 anos sem conquistar um Brasileirão.

O que o baixinho argentino jogou em 2010, poucos jogadores repetiram desde então. Mas seu 'case de sucesso' não foi de uma só temporada: foram anos de alto nível com a camisa tricolor.

Diego Lugano

FBL-BRAZIL-URUGUAY-SAO PAULO-LUGANO | MIGUEL SCHINCARIOL/Getty Images
FBL-BRAZIL-URUGUAY-SAO PAULO-LUGANO | MIGUEL SCHINCARIOL/Getty Images

Os 'anos dourados' do sanguíneo zagueiro uruguaio em solo brasileiro foram no início dos anos 2000 pelo São Paulo. Todavia, como Lugano se despediu dos gramados somente em 2017 - defendendo o Soberano em uma segunda passagem -, ele está mais do que credenciado para adentrar essa lista.

Em seus mais de 210 jogos com a camisa tricolor, se posicionou como um dos defensores mais completos que já passou pela Série A nos últimos 20 anos.

Giorgian de Arrascaeta

Flamengo v Cruzeiro - Copa CONMEBOL Libertadores 2018 | Buda Mendes/Getty Images
Flamengo v Cruzeiro - Copa CONMEBOL Libertadores 2018 | Buda Mendes/Getty Images

O armador uruguaio hoje faz a alegria do torcedor do Flamengo, clube pelo qual já conquistou dois Estaduais, Brasileirão, Copa Libertadores e Recopa Sul-Americana e Supercopa do Brasil.

Somente seus feitos grandes em tão pouco tempo na Gávea já lhe reservariam uma vaga nesta seleção, mas ainda tem mais: é o maior artilheiro estrangeiro da história do Cruzeiro, primeiro time que defendeu no Brasil, onde conquistou um Mineiro e duas edições de Copa do Brasil (2017/18).

Lucho González

Atletico PR v Universidad Catolica - Copa Bridgestone Libertadores 2017 | Alexandre Schneider/Getty Images
Atletico PR v Universidad Catolica - Copa Bridgestone Libertadores 2017 | Alexandre Schneider/Getty Images

Dono de um currículo espetacular construído bem antes de aterrissar em solo brasileiro, o meia argentino não estava vindo a passeio quando assinou com o Athletico Paranaense em 2016.

Mesmo já veterano, se transformou em uma das grandes lideranças do elenco rubro-negro, além de uma referência técnica para esta nova 'era de ouro' do clube. Foi o capitão da conquista da Copa Sul-Americana 2018 e também fundamental para o título de Copa do Brasil do Furacão em 2019.

D'Alessandro

U. Católica v Internacional - Copa CONMEBOL Libertadores 2020 | Marcelo Hernandez/Getty Images
U. Católica v Internacional - Copa CONMEBOL Libertadores 2020 | Marcelo Hernandez/Getty Images

Para fechar este artigo com 'chave de ouro', nada melhor que a inspiração para a confecção do próprio. Foram mais de 500 jogos disputados com a camisa colorada ao longo de 12 anos de história compartilhada, prova de que falar de Internacional é falar de D'Alessandro e vice-versa. Líder, protagonista, ídolo atemporal do torcedor vermelho.