Mercado fechará em 3 h 53 min
  • BOVESPA

    103.202,18
    +977,92 (+0,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.451,63
    -40,89 (-0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,03
    +3,88 (+5,69%)
     
  • OURO

    1.787,20
    +1,70 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    56.981,47
    +2.571,51 (+4,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.428,06
    -0,88 (-0,06%)
     
  • S&P500

    4.640,91
    +46,29 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.002,70
    +103,36 (+0,30%)
     
  • FTSE

    7.140,54
    +96,51 (+1,37%)
     
  • HANG SENG

    23.852,24
    -228,28 (-0,95%)
     
  • NIKKEI

    28.283,92
    -467,70 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.296,00
    +245,00 (+1,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3389
    -0,0096 (-0,15%)
     

Os 5 países com as maiores cargas tributárias do mundo

·3 min de leitura
Brazilian theme
Brazilian theme

Desde o cafezinho na padaria até a compra de um celular, paga-se impostos. Por aqui no Brasil, muito se fala sobre a alta carga tributária e o não retorno para a sociedade desses tributos pagos. De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), o Brasil está entre os 30 países que mais cobram impostos da sua população, mas ainda assim tem o menor índice de Retorno de Bem-Estar à Sociedade (Irbes). Isso significa que o país é o que menos transforma tributos em benefícios.

Para chegar a esse resultado, a pesquisa levou em consideração o Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todas as riquezas produzidas e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos países que constam na lista com as maiores cargas tributárias do mundo.

O relatório apontou também que os países com os maiores índices de retorno para a população não necessariamente são os que cobram impostos mais altos. Por exemplo, a Austrália é o país que apresenta o maior Retorno de Bem-Estar à Sociedade (Irbes) e ocupa o 26º lugar no ranking da arrecadação de impostos mais caros. Já o Brasil ocupa o 14º lugar no ranking, apesar de, como já foi dito, estar em último lugar no que diz respeito ao retorno e investimento desses impostos em serviços para a população.

Confira a seguir quais são os 5 países que mais cobram impostos no mundo e qual o índice de conversão desses impostos para a população:

  1. Dinamarca

  2. Finlândia

  3. Bélgica

  4. França

  5. Itália

Dinamarca

O país escandinavo apresenta a maior carga tributária do mundo, que corresponde a 45,2% do PIB. Apesar de ocupar a posição 28 no índice de retorno dos impostos à população, o país apresenta uma das melhores qualidade de vida. Todos os cidadãos dinamarqueses têm acesso gratuito à saúde e à educação.

Finlândia

Outro país escandinavo ocupa o segundo lugar do ranking de países com maior carga tributária do mundo. Por lá, a carga tributária representa 44% do PIB e assim como a Dinamarca, o país apresenta um alto índice de Desenvolvimento Humano (IDH), onde a população tem boa qualidade de vida e acesso a diversos recursos.

Bélgica

Com carga tributária de 43,2% do PIB, a Bélgica ocupa o terceiro lugar de país que mais cobra impostos no mundo. Assim como nos países escandinavos, a população que vive na Bélgica vê o retorno dos altos preços dos impostos pagos sendo investidos pelo governo em programas de previdência social, no sistema de saúde e na educação local.

França

Um pouco diferente dos países anteriormente citados, a França, apesar da alta carga tributária que representa 43% em tributos no PIB, o país europeu apresenta algumas desigualdades sociais, ocupando o 24º lugar na lista de Retorno de Bem-Estar à Sociedade (Irbes).

Itália

Fechando o top 5 países que mais cobram impostos no mundo está a Itália com 42,6% do PIB arrecadado em tributos. Como todos os países dessa lista, a Itália possui um alto Índice de Desenvolvimento Humano. Em janeiro de 2020, o país aprovou um decreto que visava reduzir os impostos que incidem sobre o salário do trabalhador.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos