Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.487,58
    +589,46 (+2,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Os 10 momentos mais constrangedores da E3

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A E3 (Electronic Entertainment Expo) sempre foi palco para os maiores anúncios da indústria de videogames. Porém, o evento, às vezes, também é palco para os momentos mais constrangedores — alguns dignos de terem saído de um episódio de The Office.

A lista é imensa: tem eventos de todos os anos e de todas as empresas, como Ubisoft, Xbox, PlayStation, Nintendo, EA e Konami. Nesta lista, separamos os 10 piores (ou mais constrangedores). Você assistiu a algum destes na época? Lembra de algum outro momento que merecia entrar no nosso ranking? Compartilhe conosco através das redes sociais!

10. O Sr. Cafeína da Ubisoft — E3 2011

Houve uma época em que os estúdios de games adoravam contratar comediantes para apresentar seus eventos na E3. Pena que a ideia, geralmente, dava errado. Em 2011, o ator Aaron Priceman apresentou a conferência da Ubisoft sob o nome de Mr. Caffeine (Sr. Cafeína). Teve piadas ruins, "gracinhas" de cunho sexual e até a pronúncia errada do nome “Tom Clancy”. Pelo menos, um momento específico virou meme na internet: quando ele finge voltar ao tempo fazendo um som estranho de "doodly doodly doop".

9. O anúncio do Xbox One como um todo — E3 2013

O lançamento do Xbox One foi algo tenebroso: o videogame focava mais em televisão e esportes do que em jogos; além disso, estar conectado à internet era obrigatório. Após a repercussão negativa das “novidades”, o então presidente da divisão Xbox, Don Mattrick, piorou as coisas ainda mais: ele afirmou em uma entrevista que a Microsoft tinha um produto ideal para quem quisesse ficar offline, o Xbox 360, o console da geração anterior. Não gostou? Paciência. Pouco tempo depois, o executivo deixou o cargo.

8. Battlefield 4 sem áudio — E3 2013

Ainda em 2013, a Microsoft começou a exibir um trailer de Battlefield 4. Infelizmente, o vídeo estava sem áudio, e algumas pessoas da plateia começaram a vaiar e xingar o apresentador — ele, inclusive, deu uma “olhadinha” nos bastidores para saber o que havia acontecido. Após alguns longos minutos de silêncio e constrangimento, o trailer foi exibido corretamente.

7. Kinect Xbox 360 — E3 2009 e 2010

Ainda falando de Xbox, vale lembrar do anúncio do Kinect para o Xbox 360. O acessório foi inovador para a época, substituindo os controles tradicionais por controles de movimento. Mas a apresentação da tecnologia no palco, bem… foi estranha!

O diretor criativo do projeto, Kudo Tsunoda, fazia alguns movimentos que, simplesmente, não eram correspondidos na tela. Até que ele questiona o público: “vocês já se perguntaram como é a sola do sapato de um avatar?”, e dá um grito: “BAM!”. O avatar, coitado, estava todo torto como um boneco de posto.

No ano seguinte, 2010, a Microsoft resolveu convidar atores mirins para o palco em uma demonstração ao vivo de Kinectimals, jogo de animais do Kinect. A criança conversava, fazia carinho e até fingia que era lambida por um tigre. Fofo ou constrangedor?

6. Riiiiidge Racer! — E3 2006

2006 foi um ano peculiar para a Sony. Para começar, vale lembrar a animação do ex-CEO da Sony Kazuo "Kaz" Hirai. O executivo ficou empolgadíssimo (até demais) ao mostrar o clássico Ridge Racer, do primeiro PlayStation, rodando em um PSP (PlayStation Portable). Kaz até gritou um “Riiiiiidge Racer!”, mesmo sob o silêncio da plateia.

5. Caranguejo inimigo gigante — E3 2006

Ainda em 2006, vale lembrar a apresentação de Genji: Days of the Blade, um jogo de ação lançado para PlayStation 3. Na ocasião, o produtor Bill Ritch subiu ao palco para exaltar o realismo do game, que seria "baseado em batalhas famosas, que realmente aconteceram no Japão antigo". Segundos depois, um caranguejo gigante apareceu na tela. Suponho que esse tipo de bicho não existia no Japão antigo, não é?

4. Apresentação do Wii Music — E3 2008

Wii Music era um jogo em que você e seus amigos viravam integrantes de uma banda. Apesar da proposta ser bem divertida, nem sempre a banda estaria afinada. Este foi o caso do próprio Shigeru Miyamoto (criador de Super Mario, The Legend of Zelda e outras franquias da Nintendo), que subiu ao palco em 2008 com outros executivos da empresa para tocar o tema de Super Mario Bros. Ficou parecendo a banda do Chaves, mas tudo bem.

Outro momento agoniante foi o solo de bateria performado pelo DJ Ravi Drums, apenas com seus controles do Wii.

3. O jogo de tiro da Ubisoft — E3 2010

Em 2010, a Ubisoft quis fazer algo diferente para promover Battle Tag, um jogo de pistolas a laser. Vários atores surgiram de repente no palco fazendo piruetas e acrobacias, encenando um tiroteio frenético. Teria sido bacana… se o público tivesse esboçado alguma reação. Se você nunca ouviu falar no game, não fique surpreso: ele foi lançado apenas no Texas, nos Estados Unidos, e no Canadá.

2. O TP bugou — E3 2017

Tecnologias falham. Às vezes, falham até quando você é o apresentador de um dos maiores eventos da E3. Neste caso, quem falhou foi o Teleprompter (o TP, um aparelho que exibe o texto a ser lido pelo apresentador), e a vítima foi o youtuber Jesse Wellens, que iria falar sobre um novo game de Need for Speed. Após ficar desorientado por alguns segundos, Wellens foi salvo pelo produtor executivo da franquia, Marcus Nilsson. Como se não bastasse, o youtuber ainda lhe chamou de Nick, um nome completamente errado.

1. O caos da Konami — E3 2010

Tudo deu errado na conferência da Konami em 2010. Na verdade, já começou a dar errado na mesa de reunião da empresa, por que... quem aprovou isso aqui? Teve lutadores de luta-livre, dancinhas, pedidos de aplauso para a plateia, silêncios longos demais, apresentadores se perdendo nas falas e até encaradas dignas de filme de terror. Assista abaixo um vídeo de 11 minutos com os piores momentos (ou melhores, dependendo do seu ponto de vista).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos