Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.672,76
    -3.755,42 (-3,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.402,73
    -283,30 (-0,54%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,14
    +0,18 (+0,22%)
     
  • OURO

    1.768,40
    -2,10 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    64.149,52
    +1.980,96 (+3,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.487,04
    +23,68 (+1,62%)
     
  • S&P500

    4.519,63
    +33,17 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    35.457,31
    +198,70 (+0,56%)
     
  • FTSE

    7.217,53
    +13,70 (+0,19%)
     
  • HANG SENG

    25.787,21
    +377,46 (+1,49%)
     
  • NIKKEI

    29.423,05
    +207,53 (+0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.399,50
    +1,00 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5085
    +0,0123 (+0,19%)
     

Os 10 melhores jogos de RPG para consoles

·7 minuto de leitura

Os RPGs são um dos mais clássicos gêneros de jogos e uma ótima pedida para quem busca uma jogabilidade que envolva estratégia, customização de personagem e um mergulho em mundos de fantasia.

O gênero embasa aventuras de mesa, como o sucesso Dungeons & Dragons, criado em 1974, além de jogos eletrônicos para computadores e consoles. Para ajudar você na missão de escolher o seu próximo jogo de RPG nos videogames, o Canaltech separou uma lista dos títulos mais bem avaliados pela crítica especializada.

A seleção levou em consideração as melhores notas do agregador de avaliações Metacritic, nas versões disponíveis em consoles que estão atualmente no mercado, como o PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series e Nintendo Switch.

10. Diablo III: Ultimate Evil Edition 

  • Nota: 90/100

  • Ano de lançamento: 2012

  • Plataformas: PS4, Xbox One, Nintendo Switch e PC

Diablo III e a expansão Reaper of Souls compõem o pacote Ultimate Evil Edition. O jogador pode escolher entre seis classes distintas na jornada para salvar o mundo de forças antigas e sinistras.

O jogo desenvolvido pela Blizzard Entertainment mistura elementos clássicos de RPG, como gerenciamento de atributos e equipamentos de personagens, com ação e combates em tempo real.

9. NieR: Automata

  • Nota: 91/100

  • Ano de lançamento: 2017

  • Plataformas: PS4, Xbox One e PC

  • Disponível no catálogo do Xbox Game Pass

NieR: Automata é um excêntrico RPG de ação ambientado em um mundo pós-apocalíptico invadido por máquinas e abandonado pela humanidade. Você controla 2B, uma andróide criada por humanos para recuperar o planeta. O jogo é a sequência de NieR, que por sua vez é um spin-off da série Drakengard. Mas não se preocupe, não é necessário jogar os outros jogos do diretor Yoko Taro para embarcar em Automata.

O jogo possui diferentes estilos de jogabilidade, que vão de ação até gerenciamento de base, passando por lutas em naves. Na maior parte do tempo, os jogadores lutam contra hordas robóticas, utilizando armas de combate corpo-a-corpo. NieR: Automata tem um intrigante mundo aberto com missões principais e secundárias que levam a diferentes finais. O desenvolvimento conta com o diretor Yoko Taro e é da PlatinumGames, mesmo estúdio de Bayonetta.

8. Final Fantasy XIV

  • Nota: 91/100

  • Ano de lançamento: 2010

  • Plataformas: PS4 e PC

Final Fantasy XIV não agradou no lançamento, sendo intitulado pelo presidente da Square Enix, Yoichi Wada, como “o título que manchou a franquia”. No entanto, a equipe de desenvolvimento não desistiu do jogo e relançou Final Fantasy XIV em 2013, totalmente repaginado.

O que era uma história trágica, se tornou um dos maiores jogos do gênero. Este é um MMORPG que reúne mais de 22 milhões de aventureiros online. Para jogar, o jogador precisa pagar uma mensalidade de R$ 29, mas a Square oferece um período de assinatura gratuita de 30 dias para todos recém-chegados conhecerem esse mundo.

7. Dragon Quest XI: Echoes of an Elusive Age 

  • Nota: 92/100

  • Ano de lançamento: 2017

  • Plataformas: PS4, Xbox One, Nintendo Switch e PC

Dragon Quest XI é a mais recente entrada da franquia lendária que estabeleceu as bases para os RPGs produzidos no Japão e influenciou a criação de jogos como Pokémon e Final Fantasy. O game foi criado pela união do diretor Yuji Horii e do autor dos mangás de Dragon Ball, Akira Toriyama, que trabalha como designer de personagens da série.

O décimo primeiro título principal apresenta um imenso mundo aberto, colorido e rico de detalhes, além de trazer de volta o combate por turnos com centenas de magias. A história acompanha um jovem prestes a participar da cerimônia de maioridade do seu vilarejo. Ele descobre, após uma série de acontecimentos inesperados, que é a reencarnação de um lendário herói que guarda uma difícil missão.

6. Demon's Souls

  • Nota: 92/100

  • Ano de lançamento: 2020

  • Plataformas: PS5

Demon's Souls convida o jogador a testar as habilidades de precisão em combates na aventura pelo reino de Boletaria, uma terra repleta de demônios vorazes. O jogo do PlayStation Studios e Bluepoint Games é um remake do clássico de PlayStation 3, que ajudou o diretor Hidetaka Miyazaki a criar as bases para a franquia Dark Souls e o subgênero de RPGs com dificuldade elevada, Souls-like.

Demon's Souls permite que o jogador crie seu próprio guerreiro, escolha uma classe, aprimore e aperfeiçoe as habilidades em combate, além de criar combinações de equipamentos e armaduras. Saiba quando avançar e quando esperar, pois a cada golpe ou erro descuidado em lutas, pode indicar a morte e perda de almas coletadas.

5. Bloodborne

  • Nota: 92/100

  • Ano de lançamento: 2015

  • Plataformas: PS4

  • Disponível no catálogo da PlayStation Plus Collection

Das mentes responsáveis por Dark Souls e o já citado Demon's Souls, Bloodborne transporta o jogador para a antiga cidade de Yharnam, um lugar tomado por uma estranha doença endêmica que avassalou a população local com morte e loucura.

A cidade apresenta uma atmosfera gótica, que ajuda a construir o ambiente hostil e de horror desse jogo. Bloodborne é um RPG de ação que exige estratégia e reflexos para derrotar os inimigos. Para ajudar nessa difícil missão, o jogador conta com um arsenal exclusivo de armamentos, incluindo armas e cutelos, além de um sistema de cálices.

4. Undertale 

  • Nota: 93/100

  • Ano de lançamento: 2016

  • Plataformas: PS4, Nintendo Switch e PC

  • Disponível no catálogo do Xbox Game Pass

Undertale é o criativo RPG indie que o jogador pode escolher não matar ou atacar inimigos com força bruta, mas sim com elogios e argumentos. Na aventura, acompanhamos a história de uma criança humana que caiu em uma região isolada da Terra, separada por uma barreira mágica, e que deve encontrar o caminho para voltar para casa.

Nos combates, o jogador navega por ataques que lembram outros jogos bullet hell, como Space Invaders. A diferença que faz Undertale tão especial é a possibilidade de resolver os combates com soluções pacíficas, que vão de elogios até sustos nos inimigos. Esse tipo de escolha guiará mudanças nos diálogos, personagens e até no final da história.

3. Divinity: Original Sin II

  • Nota: 93/100

  • Ano de lançamento: 2017

  • Plataformas: PS4, Xbox One, Nintendo Switch e PC

Divinity: Original Sin II é um dos RPGs disponíveis para consoles mais aclamados pela crítica por uma razão: a liberdade que confere aos jogadores. Você conta com seis personagens de origem única, com histórias e missões próprias. O jogador pode criar um humano, lagarto, elfo, anão ou morto-vivo do zero.

Todas as escolhas dentro do jogo trazem consequências. Até 4 jogadores podem jogar juntos online ou com a tela local dividida. Os combates envolvem combinações elementais e ainda é possível criar aventuras próprias ou baixar campanhas criadas por outros jogadores.

2. Persona 5 Royal

  • Nota: 95/100

  • Ano de lançamento: 2019

  • Plataformas: PS4

  • Disponível no catálogo da PlayStation Plus Collection na versão padrão

A versão definitiva do jogo da Atlus tem centenas de horas de gameplay, cores e personagens únicos que conquistaram o mundo todo. Persona 5 Royal leva o jogador para se infiltrar em mentes de corruptos para tentar mudar suas atitudes.

O game une um divertido combate por turnos de magias e invocações com a possibilidade de desbravar a enorme cidade de Tóquio, recheada de atividades e missões secundárias. O relançamento “Royal” adicionou cenas inéditas e finais alternativos que prometem envolver muito o jogador.

1. The Elder Scrolls V: Skyrim

  • Nota: 96/100

  • Ano de lançamento: 2011

  • Plataformas: PS4, Xbox One, Nintendo Switch e PC

  • Disponível no catálogo do Xbox Game Pass

Skyrim é um clássico quando falamos de RPG em um mundo aberto de fantasia. O jogo traz à vida um universo que, desde 2011, conquista jogadores em diferentes plataformas. A aventura permite que o jogador desbrave montanhas, cidades, campos e masmorras antigas.

Para os combates, você pode criar seu próprio personagem e escolher, entre centenas de armas, feitiços e habilidades. É o jogador quem decide a forma como quer jogar e se preparar para batalhas contra inimigos, incluindo dragões.

The Elder Scrolls V: Skyrim receberá uma versão especial para consoles de nova geração para comemorar os 10 anos de vida em novembro. O upgrade gratuito será disponibilizado para os jogadores que possuem o jogo e uma nova edição, comemorativa, será lançada com um inédito sistema de pescaria e a reunião de mais de 500 mods criados por fãs.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos