Mercado fechado

Os 10 melhores jogos lançados em 2019

Rafael Rodrigues da Silva

Chegamos ao fim de 2019 e, lembrando de como este ano foi para os videogames, podemos dizer que foi bem “morno”. Nos encaminhando para o fim da atual geração de consoles, fica claro que muitas empresas estão segurando seus lançamentos mais “bombásticos” para 2020 — como pôde ser visto com a Bethesda adiando Doom Eternal para o ano que vem.

Mesmo assim 2019 foi um ano de surpresas, com diversos jogos ótimos que foram lançados sem muito barulho, e alguns deles certamente farão parte de qualquer lista de melhores jogos da década. Assim, o Canaltech selecionou os 10 melhores jogos lançados em 2019. Confira:

10. Devil May Cry 5

A nova aventura de Dante, Nero & companhia é tudo aquilo que os fãs da franquia esperavam há anos: ação desenfreada, CGs de cair o queixo, monstros enormes, humor negro e combos supercriativos. Mais do que uma sequência digna para a franquia, Devil May Cry 5 é um dos melhores jogos do ano e, esperamos, o primeiro passo para o retorno de vez da franquia da Capcom.

Disponível em: PlayStation 4, Xbox One, PC

Leia mais: DMC5 é uma Delícia Muito Crocante mais do que nunca

9. Fire Emblem: Three Houses

Um dos sucessos mais inesperados deste ano — ou, ao menos, inesperado para a grande maioria das pessoas que não conhecem a franquia —, Fire Emblem: Three Houses consegue unir de maneira perfeita o estilo de batalha tática em turnos que sempre foi sua maior assinatura com um esquema de relacionamento colegial inspirado diretamente pela franquia Persona. O resultado disso é desafiante, divertido e com diversos momentos de emoção intensa, em um dos “jogos obrigatórios” para qualquer pessoa que possua um Switch.

Disponível em: Nintendo Switch

Leia Mais: Fire Emblem: Three Houses traz paixão além da batalha pela batalha

8. Gears 5

Mais do que um novo título da franquia de tiro da Microsoft, Gears 5 é o início de um novo modelo de jogo para a série. Maior, com maior foco narrativo e muito mais opções de exploração, Gears 5 mostra que é possível fazer um ótimo cover shooter sem necessariamente todas as fases serem um enorme “corredor” que você deve seguir em frente com a única preocupação ser atirar em qualquer coisa que se mexa.

Disponível em: Xbox One, PC

Leia mais: Gears 5 é visceral, intenso e esplendoroso

7. Luigi’s Mansion 3

O terceiro título da franquia que coloca o irmão do Mario para superar seus medos e enfrentar uma casa assombrada é, provavelmente, o melhor da franquia. Ao criar a mecânica do Gooigi (uma cópia do personagem feita de uma “geleia” parecida com o Slimer de Os Caça-Fantasmas), o jogo abre muitas novas possibilidades de exploração. Luigi’s Mansion 3 é, ao mesmo tempo, um ótimo jogo de aventura e uma bela homenagem a Venkman, Stantz, Spengler e Zeddemore.

Disponível em: Nintendo Switch

Leia mais: Luigi’s Mansion 3 é um dos games mais divertidos e carismáticos do ano

6. Resident Evil 2 Remake

Um dos jogos mais importantes de 1998 retornou este ano para a alegria dos fãs de Resident Evil, entregando o tão esperado remake do jogo que marcou a introdução de Leon e Claire ao cânone da franquia. E o resultado foi bem melhor do que o esperado: utilizando uma nova engine e efetuando algumas pequenas mudanças na forma como tudo funciona, o Resident Evil 2 consegue trazer o título original para a atual geração de consoles ao mesmo tempo que mantém tudo aquilo que fazia o game de 1998 tão amado por todos, sendo facilmente um dos melhores lançamentos deste ano.

Disponível em: PlayStation 4, Xbox One, PC

Leia mais: Reimaginação de Resident Evil 2 vai muito além do clássico

5. Mortal Kombat 11

Entregar sete jogos de luta excelentes em um período de oito anos é o tipo de marca que apenas a NetherRealm pode se gabar, e Mortal Kombat 11 parece ser o ápice de toda essa experiência. Reunindo acertos que a empresa apresentou em jogos anteriores da série e também na franquia Injustice, Mortal Kombat 11 é a experiência definitiva para os fãs de Outworld.

Disponível em: PlayStation 4, Xbox One, PC

Leia mais: Mortal Kombat 11 é o game definitivo da franquia

4. Control

Outro jogo lançado sem praticamente nenhum hype, Control é o auge de todo o trabalho que a Remedy vem fazendo desde Max Payne. Ele nos entrega tudo de melhor que a desenvolvedora introduziu aos jogos de videogame desde seu primeiro título. Combinando uma narrativa muito interessante desenvolvida como se fosse uma série de TV, o uso inteligente de vídeos live-action em cenas dentro do próprio jogo e um gameplay que oferece diversas possibilidades de resolver confrontos, Control responde à pergunta “E se Arquivo X fosse um jogo tipo Metroid?”. Por isso, ele foi um dos sucessos mais inesperados e inovadores deste ano.

Disponível em: PlayStation 4, Xbox One, PC

Leia Mais: Control é a mistura de Metroid com Arquivo X que você sempre sonhou

3. Star Wars: Jedi Fallen Order

Depois de todo a polêmica envolvendo as microtransações e loot boxes em Star Wars: Battlefront II, já era esperado que Star Wars Jedi: Fallen Order fosse mais um fracasso da EA em entregar um jogo digno da franquia Star Wars. Mas o título superou todas as expectativas: contando com um modo single player focado na narrativa e na exploração, sem um modo multiplayer e sem qualquer tipo de microtransação, ele subverteu tudo aquilo que esperávamos de um jogo da EA. Por isso, é não apenas um dos melhores jogos do ano como também um dos melhores jogos de Star Wars de todos os tempos.

Disponível em: PlayStation 4, Xbox One, PC

Leia mais: Star Wars: Jedi Fallen Order traz equilíbrio para a Força

2. Sekiro: Shadows Die Twice

Antes de mudar para sempre o cenário dos videogames com Dark Souls, a From Software era mais conhecida pela franquia de ninjas Tenchu, e Sekiro é uma tentativa da empresa em misturar aquilo que fazia os ninjas de seu passado atraentes para os jogadores com tudo o que ela aprendeu com a franquia Souls. O resultado é um dos melhores jogos do ano, com um game que é totalmente diferente de qualquer coisa que a empresa já produziu, mas, ao mesmo tempo, mantém a mesma curva de dificuldade que tornou a produtora conhecida mundialmente

Disponível em: PlayStation 4, Xbox One, PC

Leia mais: Ação de Sekiro: Shadow Dies Twice casa sem erros com estilo souls-like

1. Death Stranding

O tão esperado primeiro jogo de Hideo Kojima desde que ele saiu da KONAMI para fundar a Kojima Productions não foi exatamente aquilo que muitos esperavam: ao invés de um Metal Gear Solid com outro nome, Death Stranding é um jogo totalmente diferente, onde o jogador deve efetuar entregas ao invés de se infiltrar em bases militares e explodir robôs gigantes. Apesar de muitos jogadores terem odiado essa nova fase de Kojima, Death Stranding oferece uma das melhores e mais profundas experiências dos videogames lançada em 2019.

Disponível em: PlayStation 4

Leia mais: Death Stranding e a tentativa de criar laços em um mundo desgarrado

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: