Mercado abrirá em 5 h 49 min
  • BOVESPA

    113.583,01
    +300,34 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.598,53
    +492,82 (+0,96%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,37
    +0,92 (+1,22%)
     
  • OURO

    1.740,70
    -11,30 (-0,64%)
     
  • BTC-USD

    42.186,38
    -1.703,57 (-3,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.045,92
    -55,60 (-5,05%)
     
  • S&P500

    4.443,11
    -12,37 (-0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.869,37
    +71,37 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.063,40
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    24.615,79
    +407,01 (+1,68%)
     
  • NIKKEI

    30.183,96
    -56,10 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    15.078,50
    -116,25 (-0,77%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2839
    -0,0229 (-0,36%)
     

Os 10 melhores filmes para assistir no Amazon Prime Video

·8 minuto de leitura

Segundo informações do JustWatch, o Amazon Prime Vídeo conta com um nada modesto catálogo com mais de 26.300 filmes, isso sem contar os mais de 2.700 programas seriados. No Brasil, o catálogo é reduzido, mas mesmo assim é possível se perder na vastidão de títulos. Eleger os 10 melhores filmes para assistir no Prime Video certamente significa deixar muitos de fora da lista, mas selecionamos alguns que são quase obrigatórios para qualquer pessoa que adora uma boa história.

As indicações selecionadas foram sucesso de público e de crítica, tendo diversos motivos para serem considerados filmes incríveis, mas, por algum motivo, eles já não são os mais comentados do momento. Assim, nossa lista não trouxe as indicações mais óbvias da plataforma, oferecendo caminhos alternativos para quem está procurando qualidade garantida.

Pensando nisso, cada indicação traz motivos pelos quais o filme merece ser visto e, no título, o link para assisti-lo no Amazon Prime Vídeo. Assim, você só precisa escolher uma história que desperte a sua curiosidade, pegar o lanchinho, apertar o play e aproveitar.

Seu filme favorito não apareceu na lista? Não gostou da indicação? Os canaltechers sempre podem aproveitar o espaço dos comentários para complementar a lista com suas próprias indicações.

10. Moonrise Kingdom

Wes Anderson sempre foi um diretor cultuado por evocar uma áurea de elegância francesa, jovem, intelectual, irônica e descolada. Não a toa, ele chegou a dirigir um comercial e um curta para o perfume Candy, da Prada. Agora, com a nova onda de tons pastéis e “perfeição” evocada pelo movimento k-pop, os filmes de Anderson podem promover um intercâmbio cultural bem interessante.

Como o trailer nos revela, a direção de Wes Anderson é tão estilizada que faz o filme beirar o fantástico só pela estética. Seus personagens também costumam ser caricatos e, em Moonrise Kingdom, temos a presença de um ator que é adorado por fãs de indie, de Anderson, da comédia e de clássicos oitentistas: Bill Murray (Os Caça-Fantasmas). Além dele, o elenco conta ainda com a presença de Bruce Willis (Duro de Matar), Edward Norton (Birdman), Frances McDormand (Nomadland) e Tilda Swinton (Constantine).

9. Carne Trêmula

Quem não adora um dramão picante para nos deixar impactados por dias? Carne Trêmula não tem esse título a toa. O filme é dirigido por Pedro Almodóvar, um diretor conhecido por fazer obras incríveis e polêmicas. Sua estética kitsch (vulgo “brega”) garante imagens incríveis, enquanto o conteúdo delicado dos seus filmes nos deixa com um misto bizarro de mal-estar e prazer, o que significa que seus filmes geralmente têm grande impacto nos espectadores.

Javier Bardem é o nome mais conhecido do elenco, mas a trama ainda conta com as excelentes atuações de Francesca Neri (Hannibal) e Liberto Rabal. Juntos, o trio interpreta um triângulo amoroso bastante tenso: Bardem é um ex-policial que atua como jogador de basquete depois que um tiro lhe tirou o movimento das pernas. A vida com sua companheira segue aparentemente tranquila até que o atirador sai da prisão e volta a procurá-la, reiniciando o intenso romance.

8. Amantes Eternos

Gostou de Loki e quer conhecer outro trabalho de Tom Hiddleston? Amantes Eternos pode ser uma boa indicação, sobretudo para quem está procurando por produções bem diferentes. Além do astro Marvel, o filme ainda conta com a presença de Tilda Swinton (Doutor Estranho), Mia Wasikowska (Alice no País das Maravilhas), John Hurt (1984), Anton Yelchin (Star Trek) e Jeffrey Wright (Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1).

Amantes Eternos divide os fãs e há quem ame a lentidão do filme, pela possibilidade de podermos apreciar as belíssimas imagens criadas pela direção de Jim Jarmusch (Os Mortos Não Morrem); mas há também quem sinta falta da ação. O jeitão do filme, no entanto, tem um motivo de ser: Hiddleston e Swinton são vampiros e seu relacionamento se transformou ao longo de séculos. Na trama, o marasmo é interrompido pela chegada da personagem de Wasikowska, também vampira.

7. De Volta Para o Futuro

Clássico dos clássicos, este é até hoje um dos melhores filmes de viagem no tempo já feitos — e não digo isso pela nostalgia, ainda que haja muita. Para além de ser cultuado pelos amantes de aventuras oitentistas, De Volta Para o Futuro se sustenta justamente por ser um filme de ficção científica e comédia que opta por investir na diversão do público, ao invés de se ater à fidelidade científica. Afinal, é uma ficção.

A trilogia toda pode ser vista como um único e enorme filme, o que torna a experiência de maratonar toda a história ainda melhor. Muito disso se deve à direção de Robert Zemeckis, realizador de outros clássicos como Contato e Forrest Gump: O Contador de Histórias ou, para citar um trabalho mais recente, Convenção das Bruxas. O motivo máximo para assistir a De Volta Para o Futuro é que, querendo ou não, o título é extremamente referenciado na cultura pop, tornando-o quase um obrigatório para quem é fã desses universos.

6. Amnésia

Christopher Nolan é um fenômeno contemporâneo, com muitos e muitos fãs que fazem de Interestelar e de Tenet dois dos filmes mais assistidos este ano no Brasil (pelo menos nas plataformas online). Mas se você gostou da complexidade de A Origem, prepare-se para dar um nó nos neurônios com Amnésia. Além de ser uma oportunidade para conhecer um dos primeiros filmes do diretor, vale dizer que, neste caso, a complexidade não vem da ciência, mas do modo como ele conta a história.

Na trama, Guy Pearce interpreta um homem que sofre com perda de memória de curto-prazo e todos os dias precisa relembrar as pistas que está seguindo para tentar encontrar o assassino da sua esposa. O que parece uma simples trama de suspense, se torna um tenso drama psicológico com uma montagem que nos deixa desorientados, porque a história não é contada de forma cronológica e cabe ao espectador montar o quebra-cabeças. O negócio ficou tão complexo que o lançamento do DVD também trouxe a versão da história montada de forma linear, sobretudo para quem piscou e perdeu o momento em que o filme revela a grande verdade por trás de tudo em alguns poucos segundos.

5. Garota Exemplar

Para quem gosta de brincar de detetive, Garota Exemplar pode ser uma excelente experiência. Este é um dos mais recentes (e aclamados) filmes de David Fincher, mestre do suspense e responsável por outras obras-primas como Seven: Os Sete Crimes Capitais, Zodíaco e A Rede Social, além de ter dirigido os pilotos de Mindhunter e House of Cards.

Os nomes de peso não acabam, mas vale ressaltar que o mistério fica ainda mais difícil de decifrar por causa das magníficas atuações de Ben Affleck (Liga da Justiça) e Rosamund Pike (Jack Reacher: O Último Tiro). A atriz, inclusive, foi indicada ao Oscar por interpretar a mulher cujo desaparecimento inicia um evento midiático que se volta contra seu marido, tido como principal suspeito.

4. Monster: Desejo Assassino 

Charlize Theron tem uma elogiosa carreira e, mais recentemente, esteve em Velozes & Furiosos 9, The Old Guard e O Escândalo, além de interpretar a Imperatriz Furiosa em Mad Max: Estrada da Fúria. Muito antes de tudo isso, ela ganhou seu primeiro (e até então único) Oscar por Monster: Desejo Assassino, onde interpreta a serial killer Aileen Wuornos.

O filme tem mais nomes incríveis e, no papel do par romântico da protagonista, Christina Ricci, mais conhecida pelo papel de Vandinha que interpretou quando criança em A Família Addams. Roteiro e direção são assinados por Patty Jenkins, cujo trabalho lhe rendeu o reconhecimendo para ser a primeira diretora mulher na nova geração de filmes de super-heróis, o que aconteceu com o primeiro Mulher-Maravilha.

3. Bastardos Inglórios

Só a direção e o roteiro de Quentin Tarantino já são o suficiente para atrair muitos espectadores, mas Bastardos Inglórios tem outros atrativos além da direção: apesar de ser um filme inspirado em fatos históricos, esta é uma ficção na qual o cineasta reimagina a história e muda completamente os eventos (estratégia que ele repete em Era Uma Vez Em... Hollywood).

O elenco é outro ponto fortíssimo do filme, com atuações impressionantes entre personagens nazistas e anti-nazistas, contando com nomes como Brad Pitt (Ad Astra), Diane Kruger (Em Pedaços), Eli Roth (O Albergue), Mélanie Laurent (Truque de Mestre), Christoph Waltz (Django Livre), Michael Fassbender (Prometheus) e Daniel Brühl (Falcão e o Soldado Invernal).

2. Nós

Jordan Peele já era um comediante reconhecido quando estreou como diretor com Corra!. Seu segundo filme, Nós, atraiu muitos espectadores que queriam ver algo no mesmo nível do primeiro filme e foram arrebatados por um terror ainda mais assustador e sombrio. Liderando o elenco, Lupita Nyong'o e Winston Duke, conhecidos entre os fãs da Marvel por terem interpretado respectivamente Nakia e M'Baku em Pantera Negra.

Este não é um terror de serial killer, assombração, zumbi ou algo assim. Nesta história, Peele trabalha um conceito um tanto menos pop, o de doppelgängers: imagine que, em algum lugar do mundo, existe uma pessoa que é completamente idêntica a você fisicamente, apesar de estarem espacialmente distantes e não terem ligação sanguínea. Isso, no entanto, é só a pontinha da raiz, porque a história evolui para camadas bem mais complexas e críticas, mas sem deixar o entretenimento de lado.

1. Precisamos Falar Sobre Kevin

Tilda Swinton é bastante conhecida por ser praticamente um camaleão, tendo surgido com aparências completamente diferentes em filmes como Constantine, Doutor Estranho, Okja, Expresso do Amanhã e O Grande Hotel Budapeste, além de outros trabalhos espetaculares nos quais ela aparece completamente irreconhecível. Em Precisamos Falar Sobre Kevin, temos uma Tilda com uma aparência mais sóbria e em um dos melhores trabalhos da sua carreira.

Um drama profundo e chocante, Precisamos Falar Sobre o Kevin toca em temas delicados e conta com a excelente direção de Lynne Ramsay para dar o tom certo entre a tragédia e o drama. Completando o elenco, temos a ótima e carismática participação de John C. Reilly (Guardiões da Galáxia), além de Ezra Miller, na primeira e mais impactante atuação da sua carreira, muito antes de se tornar o Flash dos filmes DC.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos