Mercado fechado

Os 10 jogos mais aguardados em 2020

Felipe Demartini

Se o final de 2019 foi fraco no quesito lançamentos, com o mês de novembro marcando a última leva de grandes títulos, o começo do ano que está fervendo. Estamos diante do que, para muitos, é o começo do fim da atual geração de consoles, o que significa que desenvolvedoras e distribuidoras mostrarão suas últimas armas para o PlayStation 4 e Xbox One, entregando as propostas mais avançadas e esperadas por muitos.

Tudo, inclusive, acontece no primeiro semestre, com os grandes títulos já anunciados para 2020 chegando em um intervalo de meses, exigindo uma bela conta bancária dos jogadores e muito tempo livre para dar conta de tudo. Afinal de contas, estamos falando de títulos aguardados há anos, alguns há décadas, e mais sonhos realizados para uma grande parcela dos gamers de todo o mundo.

Navegar nesse mar de lançamentos semanais não é tarefa das mais fáceis, por isso o Canaltech listou os jogos mais aguardados em 2020 para que você já possa fazer as contas e escolher o caminho que deseja seguir.

10. Dragon Ball Z Kakarot

O ano já começa quente com a transformação do anime em game. Continuando uma sequência vencedora de títulos baseados na animação, Dragon Ball Z Kakarot traz ao PC, PS4 e Xbox One uma das sagas mais clássicas da criação de Akira Toriyama, que os jogadores puderam experimentar de perto na última edição da Brasil Game Show.

O resultado não poderia ser dos melhores. Reunindo os aprendizados de Dragon Ball FighterZ e Xenoverse, a Bandai Namco se une novamente à CyberConnect 2 para criar um game que mistura as batalhas épicas de um e os toques de RPG do outro enquanto exploramos os cenários a bordo da nuvem voadora de Goku e encontramos personagens clássicos da saga.

O game não apenas serve como uma adaptação da obra como também conta com a participação do próprio Toriyama. Ele, além de servir como consultor e um marco para garantir a autenticidade da obra, também criou Bonyu, personagem inédito e exclusivo de Dragon Ball Z Kakarot, que serve para dar um ar de novidade ao título.

Dragon Ball Z Kakarot tem lançamento previso para o dia 17 de janeiro de 2020.

9. Half-Life: Alyx

Pode não ser o Half-Life 3 que todo mundo gostaria, mas pode muito bem ser o Half-Life que a realidade virtual precisa para deslanchar. Anunciado para decepção de alguns e hype de muitos, Half-Life: Alyx é a primeira entrada na franquia da Valve em 13 anos, mas se passa antes do segundo game da série, trazendo conceitos e ideias que desembocam no clássico de 2007.

Half-Life: Alyx, como o título já indica, nos coloca no comando da personagem Alyx Vance e diretamente no centro do combate contra as forças alienígenas que dominam a Terra. Enquanto pouco sobre os desígnios da história foi revelado, sabemos outra coisa bem importante: de acordo com a Valve, essa não é uma experiência nem uma demonstração, mas sim um episódio pleno e completo da franquia.

Isso se traduz na ação em primeira pessoa de sempre, mas também em um uso criativo dos dispositivos de realidade virtual, com luvas de gravidade que permitem manipular elementos do cenário e a perspectiva garantida pela tecnologia servindo para exploração e resolução de puzzles. Exclusivo do PC, o game não deve receber uma versão “sem VR”, pelo menos é essa a ideia por enquanto.

Half-Life: Alyx deve ser lançado em algum momento em março de 2020, sem uma data precisa divulgada pela Valve.

8. Bleeding Edge

Exclusivo do Xbox One e obra da conceituada Ninja Theory, Bleeding Edge traz a porradaria franca para o mundo multiplayer. No controle de heróis com diferentes habilidades e estilos, a ideia é que o jogador passe por cima dos oponentes em grandes arenas de combate, usando não apenas os próprios punhos como também a combinação de habilidades e o trabalho em equipe para vencer.

Além do Xbox One, Bleeding Edge chega também aos PCs, como já é tradição nos lançamentos do Xbox Game Studios, o conjunto de produtoras exclusivas para aparelhos da Microsoft. Além disso, seguindo outra tendência do mercado atual, o título deve receber atualizações constantes, com novos heróis e mapas sendo adicionados para manter sua longevidade.

Mais um game presente na mais recente edição da Brasil Game Show, Bleeding Edge foi citado aqui mesmo no Canaltech como uma boa mescla de For Honor e Overwatch, trazendo o estilo pesado e combativo de um com a versatilidade dos heróis do outro. Apesar destas comparações, o que se percebeu é que o game da Ninja Theory possui personalidade própria o suficiente para se destacar da massa de hero shooters que inunda o mercado atual.

Bleeding Edge tem lançamento marcado para 24 de março de 2020.

7. Ori and the Will of the Wisps

Um dos primeiros exclusivos do Xbox One a darem as caras em 2020 é também um dos mais bonitos. Unindo uma arte incrível ao estilo preferido de muitos, o Metroidvania, a nova aventura do guardião Ori apresenta visuais belíssimos pelos quais a desenvolvedora Moon Studios já havia se mostrado para o mundo no game de 2015. Agora, a ideia é levar isso ainda mais além.

Com sistemas de gameplay um pouco mais facilitados em relação ao primeiro, como forma de abrir as portas do título para muito mais gente, Ori and the Will of the Wisps tem cenário aberto para exploração e progresso sequencial, com o jogador podendo tanto seguir em frente do começo ao fim quanto retornar a pontos anteriores do cenário em busca de novos itens, antes inacessíveis sem determinadas habilidades que só são conquistadas depois.

Enquanto Ori tenta descobrir a verdade sobre os próprios desígnios e entende que há muito mais além da própria floresta que habita, os olhos do jogador se enchem com um festival de luzes e cores de um título realmente encantador. Também previsto para o PC, o exclusivo abre um ano que promete ser cheio para os jogadores do Xbox One.

Ori and the Will of the Wisps tem estreia agendada para 11 de março de 2020.

6. Doom Eternal

Rock’n’roll, tiroteio pesado e muito desmembramento de demônios são a cara da nova era de Doom, um dos shooters mais clássicos de todos os tempos. Após patinar em sua reinvenção no início dos anos 2000, a id Software e a Bethesda encontraram seu caminho na base da violência e dos sons pesados, entregando o que, até hoje, é um dos games mais divertidos da geração.

Doom Eternal promete elevar isso à última potência. Com lançamento previsto para Xbox One, PS4 e PC, além do Stadia e de uma versão que deve sair posteriormente para o Switch, assumimos mais uma vez o capacete do Doom Slayer para enfrentar as forças do Inferno que continuam tentando dominar a Terra. Passar por cima de nosso guardião, entretanto não vai ser uma tarefa muito fácil.

Permanece o foco nos ataques corpo a corpo, com direito a muito uso da clássica motosserra, enquanto novas lâminas e armamentos dão o tempero da boa e velha destruição. Entre os destaques dos armamentos inéditos estão um gancho ao melhor estilo Scorpion, que aproxima o Slayer de seus inimigos, e um lança-chamas que só torna as coisas muito mais quentes e violentas.

Doom Eternal tem lançamento agendado para 20 de março de 2020.

5. Marvel’s Avengers

Uma aventura inédita traz um novo olhar sobre os Vingadores, mas ao mesmo tempo a ideia é trazer para as mãos dos jogadores todo o fator épico dos filmes recentes que vimos nos cinemas. O novo game da Crystal Dynamics (dos três jogos mais recentes de Tomb Raider) chega com essa ideia e muita destruição e narrativa.

Após eventos traumáticos e uma grande destruição, os maiores heróis da Terra estão separados e brigados. Uma grande ameaça e a perspectiva de armação fazem com que eles tenham de se reunir novamente mesmo que a contragosto, juntando suas habilidades para que o mal maior não vença.

E ao contrário do que normalmente acontece em jogos dessa categoria, o jogador poderá controlar todos ao mesmo tempo. Na maior influência trazida dos filmes para os games, Marvel’s Avengers empresta o estilo narrativo do MCU para fazer transições entre os diferentes Vingadores em uma única batalha, mostrando as diferentes facetas do combate e, também, contando uma história em expansão. O game está previsto para PC, PS4 e Xbox One.

Marve's Avengers tem estreia agendada para o dia 15 de maio de 2020.

4. Resident Evil 3

Muitos fãs e jogadores dizem que a Capcom está de volta por conta da sequência vencedora de lançamentos para essa geração. E se o remake do segundo game de sua série de terror deu tão certo, porque não refazer também o terceiro? Jill Valentine está de volta à Raccoon City dominada por zumbis, sendo perseguida pelo ameaçador Nemesis, mas agora com gráficos e jogabilidade modernizados que só as plataformas atuais podem entregar.

Amplamente aguardado pelos gamers, o remake de Resident Evil 3 foi anunciado neste final do ano para se tornar, desde já, um dos games mais aguardados de 2020. Com foco maior na ação e nas grandes hordas de mortos-vivos, segundo os produtores, o título mostrará mais ângulos de uma história que já conhecemos e deve marcar de uma vez por todas o retorno da franquia como um dos nomes mais fortes da indústria atual.

Apesar de trailers e comentários já estarem disponíveis, a verdade é que ainda se sabe muito pouco sobre como, exatamente, o remake de Resident Evil 3 vai funcionar. Podemos esperar, desde já, uma versão mais insana e visceral dos eventos da nova versão do segundo game da série, com maior exploração da cidade e lágrimas nos olhos no momento em que tudo vai pelos ares. Estamos falando de um game que, há 20 anos, mudou tudo; será que veremos isso novamente?

Resident Evil 3 está previsto para lançar no dia 3 de abril de 2020.

3. Final Fantasy VII Remake

Sonhos se realizaram na E3 de 2015 quando foi anunciado que um dos RPGs japoneses mais importantes da história ganharia, finalmente, um remake. A vontade dos fãs que se desenhava há mais de 20 anos finalmente se torna realidade em 2020 com o lançamento de Final Fantasy VII, apenas a primeira parte de um épico dos games que, ao que parece, apenas está se tornando mais incrível.

Prova disso é que, também na Brasil Game Show 2019, o que se via era apenas sorrisos. Os jogadores que tiveram um gostinho da nova-velha saga de Cloud Strife puderam saborear os belíssimos gráficos e as propostas modificadas de jogabilidade que unem passado e presente, enquanto a Square Enix traz novos elementos a um clássico absoluto e incontestável, que chega primeiro ao PS4 e depois aterrissa em outras plataformas.

Para garantir ainda mais essa autenticidade, vale a pena citar que o jogo conta com uma série de desenvolvedores do original em postos-chave, como é o caso do antigo designer Tetsuya Nomura, agora diretor de Final Fantasy VII Remake, e Yoshinori Kitase, que foi diretor do original e agora produz a nova versão. O mundo mal pode esperar para ver o resultado de todo esse esforço.

Final Fantasy VII Remake está agendado para chegar no dia 3 de março de 2020.

2. Cyberpunk 2077

Abril é o mês em que o despertador do Samurai acorda, pois ele tem uma cidade para queimar. Keanu Reeves e o gabarito deixado por The Witcher são apenas algumas das certificações que tornaram o novo game da CD Projekt RED uma grande expectativa para 2020, mas a verdade é que sua abordagem de um futuro dominado por corporações e humanos artificialmente aumentados vai bem além disso.

Cyberpunk 2077 mistura história, exploração e elementos de RPG em uma obra inspirada nos clássicos jogos de mesa. Night City é o cenário dessa aventura em que assumimos o papel de um combatente com diferentes possibilidades e upgrades, em um tipo de customização que, a cada novo implante, transforma a exploração e o progresso em algo único.

Cyberpunk 2077, que deve chegar a todas as plataformas, promete fechar com chave de ouro uma geração que já trouxe, pelas mãos da mesma CD Projekt RED, um dos jogos mais importantes desta era. A dúvida, agora, é se o novo título vai superar The Witcher 3 em termos de amplitude e envolvimento, uma tarefa difícil, mas que é plenamente possível para a produtora polonesa.

O jogo tem estreia agendada para o dia 16 de abril de 2020.

1. The Last of Us Part II

Violência, desespero, desesperança e violãozinho. A tão esperada sequência de The Last of Us vem para nos mostrar um mundo que, ao mesmo tempo em que parece ter aprendido a lidar com a destruição, é devastador o suficiente para que tentemos mudar o status quo. O primeiro título da franquia foi um turbilhão de emoções e, em sua sequência, a ideia é que isso aconteça de novo.

Ellie é a personagem principal em um game que serve como uma espécie de inversão do segundo, com Joel sendo seu companheiro e amigo. Em uma jornada de vingança, a personagem mais uma vez desbrava as cidades destruídas ou dominadas por bandidos, bem como as legiões de infectados que, como tudo nesse mundo, evoluíram e se tornaram mais fortes e ameaçadoras.

As teorias são múltiplas, enquanto os trailers, por mais que exibam bastante sobre o que esperar desse mundo, deixam tudo aquilo que é mais importante de lado. The Last of Us Part II é um exclusivo de peso do PlayStation 4, que chega pelas mãos da Naughty Dog e de seu criador, Neil Druckmann, para dar continuidade à emotiva saga iniciada em 2013.

The Last of Us Part II tem lançamento agendado para o dia 29 de maio de 2019.

Escolhemos por incluir nesta lista apenas os games que já têm data de lançamento anunciada, mas isso não significa que o hype de 2020 termina com eles. Vale mencionar que o ano também deve contar com os lançamentos de Ghost of Tsushima, marcando o último grande exclusivo do PS4, e Dying Light 2, cuja correria e parkour são as grandes armas para sobreviver ao apocalipse zumbi.

Vale a pena citar, ainda, a possibilidade de vermos o fim do ciclo de exclusivos do Xbox One com Halo Infinite e a chegada de grandes games como Kerbal Space Program 2, Flight Simulator, No More Heroes III, Senua’s Saga: HellBlade 2, o recém-adiado Watch Dogs Legion e Tell Me Why, dos mesmos criadores de Life is Strange.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: