Mercado fechado

Os 10 filmes que mais deram prejuízo em 2019

Natalie Rosa

Fazer um filme não é tarefa fácil, muito menos barata. Ter uma ideia é apenas o começo de um processo longo que envolve pesquisas, entrevistas, estudos, testes de elenco, cenário e ambientação, tecnologia de ponta, maquiagem, figurino, ter alguma empresa gigante comprando essa ideia e muito, mas muito dinheiro.

Investir alto, no entanto, não dá certeza de sucesso nas bilheterias ou que os lucros vão cobrir os gastos. Muitas produções não economizam na hora de transformar uma história em filme, mas infelizmente não conseguem obter o resultado desejado.

Em 2019 isso não foi diferente. Enquanto tivemos um ano com quebra de recordes e números altíssimos de bilheteria e muito lucro, muitos filmes nem viram a cor do dinheiro ou a cara do sucesso. Pensando neles, o Canaltech criou esta lista com os 10 filmes que mais deram prejuízo em 2019. Confira:

10. Hellboy

No mês de maio de 2019, mais um filme de Hellboy chegou aos cinemas, dessa vez com David Harbour (Stranger Things) no elenco como o personagem principal. Sob direção de Neil Marshall, o filme é baseado na HQ de mesmo nome e conta a história de Hellboy, que é metade demônio e metade humano, e a sua missão é salvar o mundo da ameaça de uma feiticeira que está disposta a se vingar.

Basta apenas uma simples busca no Google para descobrir que o filme não foi muito bem recebido pelo público e crítica. Por isso, Hellboy ganhou um espaço em nossa lista com os filmes que mais deram prejuízo em 2019.

Imagem: Divulgação

Orçamento: US$ 50 milhões

Bilheteria global: US$ 44,6 milhões

9. The Kid

Neste filme de Vicent D'Onofrio, lançado em março de 2019, Ethan Hawke é Pat Garret, um detetive famoso responsável pela captura de Billy the Kid, interpretado por Dane DeHaan, um pistoleiro e ladrão de gado que causou nos Estados Unidos em meados de 1800.

Mesmo sendo um filme adaptado de uma história real, trazendo todo aquele cenário de faroeste tão adorado pelos norte-americanos, The Kid não conquistou o sucesso de bilheteria esperado. Sendo assim, a trama entra nesta e outras listas de produções mais "flopadas" de Hollywood.

Imagem: Divulgação

Orçamento: US$ 7 milhões

Bilheteria global: US$ 1,5 milhões

8. Calmaria

Dirigido por Steven Knight, Calmaria conta com Matthew McConaughey e Anne Hathaway no elenco, dois grandes atores, mas mesmo assim passou longe de ser um sucesso de Hollywood. O suspense dramático conta a história do capitão de um barco de pescas que vê uma parte do seu passado vir à tona enquanto mora em uma pequena ilha do Caribe.

Nem mesmo todo o drama e questionamentos que o filme faz foram suficientes para salvar a reputação da trama, infelizmente, e por isso Calmaria acabou ganhando um espaço nesta lista.

Imagem: Divulgação

Orçamento: US$ 25 milhões

Bilheteria: U$ 14.3 milhões

7. UglyDolls

Nem mesmo as crianças foram fáceis de agradar em 2019. Prova disso é o filme UglyDolls, que chegou aos cinemas em maio. Na animação dirigida por Kelly Asbury, bichos de pelúcia um tanto quanto feinhos foram criados para alegrar crianças do mundo todo. Mas o que o filme mostra é de onde vieram esses brinquedos, apresentando ao espectador um mundo mágico.

Feios, mas fofos, os UglyDolls não tiveram carisma suficiente para conquistar o público e a crítica especializada, muito menos as crianças, apesar da qualidade da tecnologia envolvida nos gráficos.

Imagem: Divulgação

Orçamento: US$ 45 milhões

Bilheteria: US$ 32 milhões

6. A Rebelião

O filme A Rebelião, que chegou aos cinemas em março de 2019, conta a história da ocupação da cidade de Chicago, nos Estados Unidos, por extraterrestres que estão preparados para atacar a humanidade. Com Vera Farmiga, Ashton Sanders e John Goodman no elenco, sob direção de Ruper Wyatt, a produção não causou comoção suficiente para que se tornasse um sucesso de bilheteria.

Em meio às críticas e comentários como "é entediante" e "confuso demais", o único ranking que A Rebelião conseguiu entrar foi dos filmes que mais trouxeram prejuízo a Hollywood em 2019.

Imagem: Divulgação

Orçamento: US$ 25 milhões

Bilheteria global: US$ 8.8 milhões

5. Cópias - De Volta à Vida

Keanu Reeves é um dos atores mais queridos desta geração, não há como negar. Mas ter o ator em uma produção de Hollywood não é garantia de sucesso imediato, muito pelo contrário. Reeves estrelou o filme Cópias - De Volta à Vida, que chegou aos cinemas em abril, mas não deixou ninguém admirado.

A trama, dirigida por Jeffrey Nachmanoff, conta a história de um neurocientista que, após sofrer um acidente de trânsito grave, perdeu o sentido da vida e passa a ter como meta trazer esse sentimento de volta. Profundo e emocional, infelizmente o filme não trouxe características fortes o suficiente para se tornar um grande sucesso de bilheteria de Hollywood.

Cópias - De Volta à Vida foi classificado como um filme com poucas explicações e complexo, evitando qualquer caminho que poderia tornar a história mais interessante.

Imagem: Divulgação

Orçamento: US$ 30 milhões

Bilheteria global: US$ 9,2 milhões

4. Rainhas do Crime

Outro grande "flop" de 2019 foi o filme Rainhas do Crime, que chegou às telonas em agosto. Ambientado em 1978, na cidade de Nova York, o filme de Andrea Berloff conta a história de três mulheres casadas com mafiosos da Irlanda e que são responsáveis por comandar os negócios na região de Hell's Kitchen.

Tudo muda quando os maridos são presos pela polícia e deixam as mulheres sem dinheiro, obrigando-as a comandar o negócio para proteger os comerciantes locais. Nenhuma dessas reviravoltas, no entanto, chamaram a atenção do público como era desejado, mesmo que histórias sobre mafiosos tenham o costume de ser populares.

Rainhas do Crime dividiu opiniões da crítica, com avaliações de uma ou cinco estrelas, mas de fato a premissa não foi tão chamativa para que as pessoas saíssem de casa para ir aos cinemas conferir a trama.

Imagem: Divulgação

Orçamento: US$ 38 milhões

Bilheteria global: US$ 15.8 milhões

3. O Menino que Queria Ser Rei

O filme de fantasia e aventura O Menino que Queria Ser Rei, que estreou em janeiro, foi dirigido por Joe Cornish e conta a história de um garoto, Alex (Louis Serkis), que tem o costume de defender os colegas de bullying na escola. A sua vida muda quando ele encontra uma espada encravada em uma pedra.

Surpreendentemente, o garoto consegue retirar a espada com facilidade, descobrindo que ela era a tão famosa e lendária Excalibur. A partir de então, o filme começa a mergulhar em um mundo de fantasia com reis, rainhas, reinados e poder, que supostamente deveria atrair a atenção de fãs do gênero.

No entanto, O Menino que Queria Ser Rei não obteve o sucesso esperado nos cinemas, mesmo que a trama até conte com muitas críticas positivas. Talvez o filme tenha passado despercebido em meio a tantas estreias aguardadas para 2019.

Imagem: Divulgação

Orçamento: US$ 59 milhões

Bilheteria global: US$ 32 milhões

2. O Pintassilgo

Lançado em outubro, O Pintassilgo, filme dirigido por John Crowley, não foi muito bem recebido pelo público. O longa de duas horas e meia começa a contar a história a partir de um atentado terrorista que aconteceu no Metropolitan Museum of Art, em Nova York, e que muda a vida de Theodore Decker (Oakes Fegley/Ansel Elgort).

O filme mostra questões históricas com base em um brasão de família que, ao ser pesquisado, trouxe várias dúvidas e curiosidades, fazendo com que a trama seja tão complexa quanto interessante. Talvez por isso a premissa não fez com que as pessoas tivessem vontade de ir ao cinema assisti-lo.

Nem mesmo a presença de Nicole Kidman no elenco, também uma das grandes atrizes da atualidade, fez com que O Pintassilgo conquistasse uma bilheteria digna de Hollywood, infelizmente entrando para esta lista.

Imagem: Divulgação

Orçamento: Entre US$ 45 milhões e US$ 49 milhões

Bilheteria global: US$ 9,9 milhões

1. Link Perdido

Para fechar a lista dos filmes que mais deram prejuízo em 2019, mais uma animação: Link Perdido. A trama é dirigida por Chris Butler e conta com as vozes de grandes astros de Hollywood, como Hugh Jackman, Zoe Saldana e Zach Galifianakis, mas nem o alto investimento e a qualidade dos gráficos fez com que o filme fosse um grande marco neste ano.

A premissa é a seguinte: Sir Lionel Frost, considerado o melhor investigador de monstros e mitos do mundo, não é levado a sério pelos seus amigos e precisa provar que é bom comprovando a existência um ancestral primitivo do homem.

Mesmo com uma história divertida e interessante, além de imagens computadorizadas extremamente detalhadas e de deixar qualquer um de queixo caído, faltou à produção encontrar a fórmula do sucesso. Por isso poucas pessoas levaram seus filhos aos cinemas. Sendo assim, tudo o que Link Perdido herdou foi um grande prejuízo.

Imagem: Divulgação

Orçamento: US$ 100 milhões

Bilheteria global: US$ 26,2 milhões

Com informações de Bomb Report, Business Insider, Digital Spy

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: