Mercado fechado

Os 10 filmes mais caros da história do cinema

Rafael Monteiro
·3 minuto de leitura
O que "Titanic", "Vingadores" e "Piratas do Caribe" têm em comum? O alto orçamento (reprodução)
O que "Titanic", "Vingadores" e "Piratas do Caribe" têm em comum? O alto orçamento (reprodução)

Hollywood não costuma economizar dinheiro quando investe em grandes sagas de blockbusters. Mesmo falando de um mercado acostumado com altas cifras, acredite: alguns trabalhos conseguem se sobressair com orçamentos assustadores de tão altos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Provando como isso é possível, decidimos listar os filmes mais caros já produzidos pelo cinema dos Estados Unidos. Os números são baseados num levantamento recente feito pelo jornalista Chris Morgan para o Yard Barker e também em dados do Box Office Mojo.

Leia também

10 - Harry Potter e o Enigma do Príncipe (2009)

Sim, o pior filme da saga, detonado até mesmo por Daniel Radcliffe, é o décimo mais caro da história. Ele custou US$ 250 milhões - um valor que estranhamente nenhum outro longa da saga chegou perto. Apesar de criticado entre os próprios fãs do bruxo, o longa faturou US$ 933 milhões em todo o mundo.

9 - Enrolados (2010)

Lembrado no Brasil pela péssima dublagem de Luciano Huck no papel de Flynn, a animação da Disney custou caro: US$ 260 milhões. A ideia de readaptar a história de Rapunzel, no entanto, se mostrou acertada ao menos como lógica do mercado, faturando consideráveis US$ 600 milhões ao redor do mundo.

8 - Liga da Justiça (2017)

A versão que foi aos cinemas custou US$ 300 milhões aos cofres da Warner e da DC Comics. Seria Zack Snyder capaz de gastar ainda mais na sua edição de diretor? A ver.

7 - Homem-Aranha 3 (2007)

Depois do sucesso dos dois primeiros do aracnídeo dirigidos por Sam Raimi, a Sony se empolgou e investiu US$ 304 milhões no terceiro filme. Apesar do bom retorno de bilheteria (US$ 890 milhões), a trilogia se despediu dos cinemas com péssima recepção da crítica.

6 - Titanic (1999)

Talvez você conheça a piada clássica do meio do cinema: primeiro filme a custar US$ 200 milhões (corrigindo a inflação, cerca de US$ 305 milhões) em Hollywood, a obra foi mais cara que o próprio Titanic, o navio. Com 11 Oscars e faturamento de mais de US$ 2 bilhões, ninguém pode dizer que o orçamento não foi justificado.

5 - Vingadores: Guerra Infinita (2018)

Os efeitos especiais dos filmes da Marvel foram se aperfeiçoando com o tempo - assim como os salários dos astros envolvidos cresceram no período. No meio deste processo, "Guerra Infinita" custou US$ 316 milhões aos estúdios Disney - e faturou mais de US$ 2 bilhões nas bilheterias mundiais.

4 - Vingadores: Ultimato (2019)

A despedida dos Vingadores pedia um grande orçamento. Marvel e Disney não fizeram de rogadas e investiram US$356 milhões no longa. O investimento, claro, valeu a pena: o longa faturou impressionantes US$ 2,8 bilhões em todo o mundo.

3 - Piratas do Caribe: No Fim do Mundo (2007)

O terceiro Piratas do Caribe custou US$ 360 milhões (valores corrigidos pela inflação) aos cofres da Disney. Apesar do alto custo, o longa faturou quase US$ 1 bilhão em todo o mundo, justificando investimentos ainda mais caros na franquia...

2 - Vingadores: Era de Ultron (2015)

Considerado por muitos o pior filme da saga, o segundo Vingadores custou US$ 365 milhões para os cofres da Marvel. Com faturamento inferior ao do primeiro filme, o longa acabou queimando o filme do diretor Joss Whedon - que teria descontado o relativo fracasso no elenco de "Liga da Justiça".

1 - Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas (2011)

US$379 milhões. Este foi o gasto para a produção do quarto filme da saga Piratas do Caribe. Empolgada com o sucesso da trilha original, a Disney decidiu investir pesado na saga de Jack Sparrow, renovando o elenco (saíram Orlando Bloom e Keira Knightley e Penélope Cruz e Keith Richards entraram na história) e mudando de diretor (Gore Verbinski deu lugar a Rob Marshall, de "Chicago"). O resultado foi ao menos parcialmente satisfatório: mesmo recebendo críticas impiedosas na imprensa, o longa lucrou mais de US$ 1 bilhão em todo o mundo.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube