Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    48.633,48
    +1.024,23 (+2,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -226,75 (-1,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Os 10 filmes mais assistidos da semana (31/07/2021)

·10 minuto de leitura

O mês ainda não virou, o que significa que os serviços de streamings estão adicionando alguns títulos menores e reservando seus “blockbusters” virtuais para o início de agosto. Apesar de termos alguns títulos da TV na lista de filmes mais assistidos desta semana, é bastante claro que os filmes de cinema continuam tendo uma tremenda influência e revelando que a pandemia não matou as telonas, mas sim a TV à cabo.

Enquanto as plataformas de streaming se multiplicam, amadurecem e sedimentam sua importância e potências, os cinemas físicos voltam a ditar as tendências mais globais dessa arte. Embora a semana passada tenha mostrado o estranho aparecimento de títulos antigos entre os mais vistos no levantamento do JustWatch, a lista de filmes mais assistidos desta semana reforça a ideia (não tão óbvia) de que o pop continua pop.

Além disso, o topo da lista e o segundo lugar se mantiveram da semana passada para cá, indicando suas sequências como grandes sucessos do momento. O “novo” sucesso dos originais, no entanto, pode indicar movimentos diferentes: enquanto Um Lugar Silencioso II depende do conhecimento dos eventos do primeiro filme, é provavel que Um Novo Legado tenha um efeito inverso: com o surgimento do novo Space Jam, o antigo volta a ser um sucesso não apenas para quem quer um pouco de nostalgia, mas para as novas gerações que nunca haviam ouvido falar do título e, quem sabe, estão ouvindo falar de Michael Jordan pela primeira vez.

10. Céu Vermelho-Sangue

A Netflix está investindo pesado nos seus filmes de terror depois de passar muito tempo escutando que seu catálogo era péssimo (e realmente era nos primórdios da plataforma aqui no Brasil). A novidade, agora, é um filme de vampiro disfarçado de suspense, que acompanha uma mulher com uma “misteriosa doença”, forçada a se revelar quando um grupo de terroristas se revela em um voo comercial.

Com muito vermelho e uma atmosfera menos hollywoodiana, Céu Vermelho-Sangue é uma produção Alemanha-EUA e entrou para a lista de sucessos internacionais da plataforma, que tem habituado muito bem seus espectadores com novas formas de contar histórias, trazendo produções originais de diversas partes do mundo.

Céu Vermelho-Sangue estreou com exclusividade na Netflix.

Leia também:

9. Em um Bairro de Nova York

O sucesso de Hamilton é um dos motivos por trás da procura por Em um Bairro de Nova York, que adapta outro sucesso da Broadway de Lin-Manuel Miranda, criador e protagonista do musical que ficou ainda mais conhecido depois da recente produção Disney. Interpretando o protagonista Usnavi, o ator Anthony Ramos, um rosto familiar para os fãs de Nasce Uma Estrela, onde ele interpreta o amigo da personagem de Lady Gaga.

O filme tem direção de Jon M. Chu, cuja experiência passa pela música e pela dança, claro, mas também por filmes de ação, tendo dirigido G.I. Joe: Retaliação, Justin Bieber: Never Say Never, Ela Dança, Eu Danço 2 e Truque de Mestre: O 2º Ato. Cineasta versátil, não? O que pode parecer uma crítica negativa, por outro lado, pode ser a essência da direção de Chu. Se o filme se mantiver no Top 10 nas próximas semanas, pode ser um sinal de que deu certo.

Em um Bairro de Nova York pode ser assistido na HBO Max e no NOW, além de poder ser alugado no Looke. O título ainda está disponível para aluguel ou compra no iTunes, na Play Store e na Microsoft Store.

Leia também:

8. Jolt: Fúria Fatal

Com Anjos da Noite: A Evolução e Van Helsing, o Caçador de Monstros, Kate Beckinsale se tornou um ícone feminino de filmes de ação e referência estética new metal, mas, depois disso, nunca mais havíamos visto a atriz em filmes empolgantes do gênero. Anos depois, ela ganhou o filme que merecia nas mãos de Tanya Wexler (Histeria).

Com Jolt, o Amazon Prime Video fez o crossover que os fãs de Atômica e John Wick estavam pedindo, mas com uma pitadinha de “elemento x” para deixar a personagem mais próxima dos super-heróis. Inclusive, o filme é uma alternativa para quem está achando ruim a interessante estratégia da Marvel de remover a sexualização dos seus personagens (ainda que possamos admitir péssimas consequências da polêmica levantada por Viúva Negra).

Jolt: Fúria Fatal estreou com exclusividade no Amazon Prime Video.

Leia também:

7. Homem-Aranha no Aranhaverso

Homem-Aranha no Aranhaverso só ganhará sua sequência em outubro de 2022 (quando o original deve ter um novo pico de visualizações). Disponível para streaming em duas plataformas que não estão entre as mais populares, o sucesso dessa obra demonstra não apenas a popularidade de um filme de super-heróis, mas ajuda a fixar a animação como um dos filmes mais importantes dos últimos anos.

Apesar da produção da Marvel, este é um filme que se afasta do universo Disney e estabelece a Sony Pictures Animation como a concorrência "antiperfeição" que esperávamos para os contos-de-fadas Disney-Pixar. A animação de Homem-Aranha no Aranhaverso é puro pop art e hip hop, com uma representatividade incrível, além de ser um filme muito mais importante, significativo e pedagógico que muito oscarizado por aí.

Homem-Aranha no Aranhaverso está nos catálogos do Telecine e do NOW, podendo ser comprado ou alugado na Play Store, na Microsoft Store e no iTunes. No Claro Video, o título está disponível apenas para aluguel e, no Looke, apenas para compra.

Leia também:

6. A Rebelião

Quem não gosta de misturar adrenalina, medo e alienígenas? A Rebelião nos coloca no centro de uma guerra entre humanos e aliens, dez anos depois do primeiro contato — bom, o filme aposta que a gente conseguiria durar tudo isso. Na direção desta mistura de ação, terror e ficção científica, Rupert Wyatt, que dirigiu Planeta dos Macacos: A Origem e produziu The Mosquito Coast para o Apple TV+.

O filme traz um lado mais militarista e mostra que foi através da estratégia que os humanos estão sobrevivendo, seja se unindo aos alienígenas ou lutando contra eles. Como o próprio título indica, o filme é uma história de resistência e, incorporando os personagens centrais, os excelentes John Goodman (Rua Cloverfield, 10), Ashton Sanders (Moonlight: Sob a Luz do Luar) e Jonathan Majors (Lovecraft Country).

A Rebelião está disponível para streaming no Amazon Prime Video e na HBO Max, além de poder ser comprado ou alugado no iTunes.

Leia também:

5. Godzilla vs. Kong

Godzilla vs. Kong já é um dos filmes mais memoráveis de 2021, tendo sido um dos poucos capazes de reunir a internet virtualmente em torno de uma única tela. No início do ano, apenas com o lançamento do primeiro trailer, o filme conseguiu iludir os fãs e dividir todos entre Team Godzilla e Team Kong, enquanto eram ludibriados pelo estúdio que, logo em seguida revelou um easter egg cibernético.

Agora, os grandalhões continuam nos hipnotizando com lutas que ficaram realmente épicas. É tudo tão bem pensado e produzido que vale a pena rever só para ficar cuidando os detalhes e se maravilhando com o trabalho da equipe técnica liderada pelo diretor Adam Wingard, de V/H/S, Você é o Próximo e A Maldição de Blackhills: Bruxa de Blair 3, ajudando a provar que o terror (mesmo o mais trash) é uma excelente escola de diretores de blockbusters.

Godzilla vs. Kong pode ser encontrado no catálogo da HBO Max ou comprado no iTunes e na Microsoft Store. Na Play Store, o título está disponível para aluguel ou compra.

Leia também:

4. Kingdom: Ashin of the North

Com imagens belíssimas e uma trilha encantadora, o trailer de Kingdom: Ashin of the North já mostra que esta é uma produção que está se levando a sério e quer entregar uma história de qualidade para os espectadores. O trailer ainda mostra como drama, medo e força se entrelaçam em uma personagem feminina fortíssima e que pode servir de alternativa para quem queria mais personagens asiáticas como identificação, sobretudo depois de Mulan ter recebido comentários bastante divergentes.

Enquanto o live-action da Disney mergulha na cultura chinesa, Kingdom é uma produção sul-coreana. Isso significa que, embora ambas as histórias possam ser vistas como asiáticas pelos olhos ocidentais, é importante ficar atento aos detalhes e tentar identificar o que faz cada cultura e cada produção tão única e, assim, você também vai encontrar o caminho para os zumbis que você mais gosta, sobretudo porque os coreanos têm alguns títulos incríveis nesse sub-gênero.

Ashin of the North é um spin-off da série Kingdom e ambos os títulos são exclusivos da Netflix.

Leia também:

3. Tenet

Aconteceu o que já esperávamos e, depois de Tenet começar a perder visualizações nas plataformas de vídeo sob demanda, o filme voltou a ser um dos mais assistidos do país. O que aconteceu? Ele finalmente estreou no catálogo latino-americano da HBO Max, provando ser um dos produtos mais atrativos da plataforma no momento.

Christopher Nolan tem muitos fãs e sabe disso, só não imaginava que o bom senso fosse maior que a vontade de assistir Tenet. Agora que o filme pode ser assistido no conforto e na segurança dos lares, a produção finalmente vê um pouco do sucesso esperado. Mas sobre o que é esse filme? Bom, meio que é sobre viagem no tempo, mas é mais complicado do que isso, outro motivo que fez o filme se distanciar ainda mais do público.

Tenet pode ser assistido no HBO Max e no Oi Play, além de estar disponível para compra na Play Store, na Microsoft Store e no iTunes.

Leia também:

2. Space Jam: O Jogo do Século

Provando que filme velho pode não ser tão velho assim, Space Jam se manteve no segundo lugar entre os filmes mais vistos da semana, o que, claro, está diretamente ligado ao lançamento de Space Jam: Um Novo Legado. Além de trazer LeBron James como ícone máximo do basquete contemporâneo, a mistura de animação e live-action prova que tem um legado de retorno às raízes e, coincidentemente, a marca tinha um dos sites mais nostálgicos de toda a internet.

O segundo Space Jam amplia a ideia do primeiro filme, evitando que a repetição da fórmula estragasse a experiência do primeiro filme. Enquanto isso, O Jogo do Século ressurge como prova de que pouco mais que um par de décadas não foram o suficiente para fazer o filme ficar muito antiquado. Para quem não viveu os anos 1990, essa nova empolgação com o original serve como uma amostra do surto que foi a estreia lá na época dos Tazos.

Space Jam: O Jogo do Século pode ser assistido pelos assinantes da HBO Max e do NOW. O título também pode ser comprado ou alugado na Play Store, na Microsoft Store e no iTunes, enquanto, no Looke, está disponível apenas para aluguel.

Leia também:

1. Um Lugar Silencioso

Eram muitos os céticos e curiosos quando o comediante John Krasinski anunciou Um Lugar Silencioso e, com o trailer, a sensação era de que ou seria incrível ou seria uma bomba. Deu muito certo e ele entrou para o hall dos grandes diretores de filmes de terror e ficção científica. Enquanto aguardávamos outro filme completamente diferente, chegou o anúncio de que haveria uma segunda parte. Uma semana antes do laçamento, no entanto, a pandemia chegou e fechou os cinemas.

Com a sequência em cartaz, o original é visitado e revisitado, sobretudo porque entrou para o catálogo do NOW e porque vale muito a pena assistir aos dois filmes coladinhos: diversas conexões são feitas pelo diretor, que repete, mas não repete, a fórmula do primeiro filme. Embora alguns pontos se repitam, novas experiências forçam os personagens por caminhos diferentes e o final de cada um é a cereja do seu respectivo bolo. Sucesso simultâneo nas telonas e nas telinhas.

Um Lugar Silencioso está nos catálogos do Paramount+, do NOW e do Oi Play, além de estar disponível para aluguel ou compra na Play Store, na Microsoft Store e no iTunes. No Claro Video, o título pode ser apenas alugado.

Leia também:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos