Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.927,66
    -73,15 (-0,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Os 10 aviões comerciais mais rápidos do mundo

·6 minuto de leitura

Considerado por muitos como o meio de transporte mais seguro do mundo, o avião é um veículo apaixonante, seja para quem o produz e estuda, seja para quem o utiliza para viajar pelo mundo. Há gosto para tudo, é verdade, mas não tem como não admirar esses gigantes que voam pelo céu.

Existem algumas fabricantes que são proeminentes nesse mercado, hoje dominado pela estadunidense Boeing e pela europeia Airbus. Entretanto, há outros players bem competitivos no setor, sobretudo quando falamos em aviões regionais: casos específicos da canadense Bombardier e da brasileira Embraer.

Em comum, todas essas marcas têm o alto investimento em tecnologia, conforto, segurança e eficiência ambiental, com modelos sendo produzidos todos os meses e que custam na casa dos milhões de dólares.

Além de seguros, os aviões são rápidos e nos permitem voar para distâncias enormes em poucas horas, sempre variando muito de local e considerando a autonomia dos modelos. Muito embora pareça que "todos são iguais", há bastante diferença entre eles, sobretudo na velocidade.

Com isso em mente, resolvemos matar a sua curiosidade e montamos uma lista com os 10 aviões comerciais mais rápidos do mundo. Para sermos justos, excluiremos tanto o Concorde quanto o Tupolev, ambos supersônicos e já aposentados.

10. Bombardier CRJ900

Principal concorrente da linha de jatos comerciais da Embraer, o Bombardier CRJ900 é um dos mais versáteis e ágeis aviões comerciais do mundo. Com capacidade para 90 passageiros, esta aeronave é a base para alguns jatos executivos da fabricante canadense, que pode transformá-lo em um avião de luxo com inúmeras funcionalidades.

No campo da aviação comercial, o CRJ900 é muito utilizado em rotas curtas, pois seu alcance é de 2.500 quilômetros.

Imagem: Wikimedia/CFIF
Imagem: Wikimedia/CFIF

A velocidade máxima do Bombardier CRJ900 é de 881 km/h.

9. Embraer E-195

Maior avião fabricado pela Embraer, o E-195 é muito utilizado no Brasil pela Azul Linhas Aéreas em suas rotas de ponte aérea. Mas a fabricante também utiliza sua fuselagem e motorização para o jato executivo Lineage 1000, um dos mais luxuosos e de maior alcance do mundo.

Imagem: Joao Carlos Medau
Imagem: Joao Carlos Medau

Em sua configuração comercial, o E-195 consegue levar até 124 passageiros a uma velocidade máxima de 890 km/h.

8. Airbus A330

O Airbus A330 é o primeiro dos modelos da linha Airbus considerado intercontinental, já que possui alcance de 12.300 quilômetros. Tal qual seu irmão menor, o A320, o A330 também recebeu homologação para a criação do A330 Neo, que terá menor consumo de combustível.

Imagem: Airbus
Imagem: Airbus

Ele pode levar até 335 passageiros e tem velocidade máxima de 913 km/h.

7. Airbus A340

Um pouco maior e com mais alcance do que o A330, o A340 é um dos principais aviões intercontinentais da fabricante europeia, sendo muito utilizado em rotas partindo da Europa para os Estados Unidos e com capacidade para 380 passageiros.

Imagem: Airbus
Imagem: Airbus

Com a chegada de modelos mais modernos, como o A350 e o Boeing 787, o A340 foi deixado de lado pelos clientes e hoje não é mais fabricado.

Com quatro motores a jato, o Airbus A340 pode atingir 914 km/h.

6. Airbus A350

Concorrente direto do Boeing 787 (mas menos inovador), o A350 é a primeira aeronave fabricada pela Airbus com fuselagem e asas feitas principalmente com fibra de carbono e polímero. Sua capacidade é para até 440 passageiros e seu consumo de combustível é dos mais eficientes do mercado.

Imagem: Airbus
Imagem: Airbus

Com alcance máximo de 15.300 quilômetros, a velocidade máxima do A350 é de 945 km/h.

5. Boeing 777

Um dos responsáveis pela aposentadoria do A340, o Boeing 777 é um dos melhores aviões da Boeing e, consequentemente, do mercado internacional. Ainda em produção, esse intercontinental é muito utilizado para voos entre Europa, Brasil e Oriente Médio, graças a sua autonomia de 17.600 quilômetros, uma das maiores disponíveis, e de sua capacidade ocupacional, que é de 550 passageiros.

Imagem: Divulgação/Boeing
Imagem: Divulgação/Boeing

Muitos pilotos, inclusive, elogiam o Boeing 777 por seus controles mais manuais, que deixam o avião a mercê da habilidade desses profissionais.

Sua velocidade máxima é de 950 km/h.

4. Airbus A380

O colossal Airbus A380 é o maior avião de passageiros do mundo atualmente. Prestes a deixar de ser fabricado devido aos altos custos, ele é capaz de levar até 853 passageiros em três classes diferentes. Sua autonomia é de 15.700 quilômetros, o que o coloca atrás de modelos um pouco menores, como o A350.

Imagem: Airbus
Imagem: Airbus

Para levar as 276 toneladas (quando vazio) ao ar, são necessários quatro motores Trent que fazem o A380 atingir os 970 km/h.

3. Boeing 747-8

Popularmente conhecido como "jumbo", o Boeing 747 é um dos mais icônicos aviões de todos os tempos. Com formato único, essa aeronave é um símbolo dentro dos Estados Unidos, sendo utilizado por presidentes há décadas por meio do Air Force One.

Imagem: Divulgação/Boeing
Imagem: Divulgação/Boeing

Mais longa e pesada aeronave desta lista, com 76,6m de comprimento e 295 toneladas de peso, o Boeing 747-8 é a versão mais moderna do jumbo, com melhorias nos motores GE para torná-lo menos beberrão para levar os 410 passageiros por 14.300 quilômetros sem escalas.

E por falar em motores, cada um dos quatro propulsores tem potência de 66.500cv, fazendo com que o 747-8 alcance a velocidade máxima de 988 km/h.

2. Boeing 787

Produzido desde 2007, o Boeing 787 é um deleite quando pensamos em tecnologia e engenharia. Produzido 100% de materiais compostos, esse jato comercial quebrou paradigmas dentro da indústria do transporte, sendo um aparelho dos mais eficientes entre todos os veículos motores.

Imagem: Boeing
Imagem: Boeing

Entre as principais características do 787 podemos incluir seu nariz diferenciado, o uso total do sistema fly-by-wire, asas curvadas, e redução de ruído dos motores. Seu cockpit é semelhante ao do Boeing 777, tornando-o uma "novidade conhecida" em meio aos profissionais. Como citamos acima, o 777 é muito elogiado por estar sempre "na mão", e o 787, mesmo sendo mais moderno, segue essa linha.

Sua capacidade de passageiros é de, no máximo, 420, com autonomia de 14.140 quilômetros.

Equipado com dois motores GE ou Rolls Royce, o Boeing 787 atinge incríveis 1.051 km/h.

1 - Airbus A330 Neo

Variante mais moderna do A330, o A330 Neo possui maior envergadura com relação ao seu modelo base, com pouco mais de 3 metros de diferença. Além disso, suas winglets, aquelas pequenas curvaturas nas pontas das asas, são personalizáveis e podem aferir um pouco mais de comprimento.

Imagem: Airbus
Imagem: Airbus

Seu principal diferencial com relação ao modelo base, porém, está no consumo de combustível, que é 14% menor, e na velocidade, que é superior graças aos modernos motores Rolls-Royce Trent 7000.

Em operação desde 2018, sua velocidade máxima é de 1061 km/h.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: