Mercado fechará em 6 h 39 min

Oracle tem receita trimestral abaixo do esperado devido ao COVID-19

Redação

A receita trimestral da Oracle ficou abaixo do que era esperado pelo mercado, impactada pela pandemia de coronavírus, que afetou clientes da empresa em vários setores e causou adiamento de encomendas.

“Vimos uma queda nos negócios no início do trimestre, especialmente nas indústrias mais afetadas pela pandemia”, disse a presidente-executiva da Oracle, Safra Catz. Entretanto, muitos dos negócios já foram retomados, conforme países começam a reabrir suas economias, acrescentou a executiva.

A receita trimestral total atingiu US$ 10,4 bilhões, uma queda de 6% em relação ao ano anterior e uma queda de 4% em moeda constante em comparação com o quarto trimestre do ano passado. A receita de serviços em nuvem e suporte a licenças totalizou US$ 6,8 bilhões, um aumento de 1% ano a ano e 3% em moeda constante. A receita de licenças em nuvem e licenças locais atingiu US$ 2,0 bilhões.

A receita operacional do quarto trimestre aumentou 1% ano a ano, para US$ 4,3 bilhões, e a margem operacional foi de 41%. O lucro líquido foi de US$ 3,1 bilhões e o lucro por ação foi de US$ 0,99.

A receita diferida de curto prazo foi de US$ 8,0 bilhões. O fluxo de caixa operacional totalizou US$ 13,1 bilhões nos últimos doze meses. Para o ano fiscal de 2020, a receita total foi de US$ 39,1 bilhões, uma redução de 1% em relação ao ano anterior e inalterada em moeda constante.

A receita de serviços em nuvem e suporte a licenças foi de US$ 27,4 bilhões, um aumento de 3% ano a ano e 4% em moeda constante. A receita de licenças em nuvem e licenças no local foi de US$ 5,1 bilhões.

A receita operacional para o ano fiscal de 2020 foi de US$ 13,9 bilhões e a margem operacional foi de 36%. O lucro líquido foi de US$ 10,1 bilhões, enquanto o lucro por ação aumentou 4% para US$ 3,08.

Fonte: Canaltech