Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    59.863,96
    -1.073,10 (-1,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Operadores de juros redobram apostas de olho em previsões do Fed

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Operadores de derivativos de taxas de juros de curto prazo acumulam apostas que podem começar a dar frutos ou azedar já na quarta-feira, quando o Federal Reserve divulga as previsões atualizadas de seu gráfico de pontos.

Most Read from Bloomberg

O banco central dos EUA começa a contemplar o aperto da política monetária, e projeções de autoridades do Fed sobre a trajetória das taxas de fundos federais nos próximos três anos podem trazer ganhos em contratos futuros e opções de eurodólar. O volume da semana passada no contrato de dezembro de 2024 foi o terceiro maior da série histórica, sugerindo que as maiores recompensas estariam nesse horizonte.

Grandes bancos destacam apostas que antecipam uma transição ao aperto monetário, ou hawkish, nas projeções do gráfico de pontos do Fed, conhecidas pelo jargão dot plot. Goldman Sachs e Toronto-Dominion Bank recomendaram esta semana posições vendidas táticas em swaps de taxas de juros de curto prazo. Desde junho, o Morgan Stanley recomenda uma estratégia de inclinação da curva em eurodólar envolvendo o contrato de dezembro de 2024, com base na desconexão que o banco vê entre o ritmo esperado e o momento dos aumentos dos juros pelo Fed. A aposta não tem sido rentável em sua maior parte até agora, mas as revisões do gráfico de pontos podem mudar isso.

O Goldman diz que as previsões do Fed têm mais probabilidade de serem revisadas para cima do que para baixo; mais de dois aumentos de juros projetados em 2024 colocariam em dúvida o limite de tolerância à inflação do banco central “e empurrariam para frente as taxas de juros relevantes”, disseram estrategistas Praveen Korapaty e Avisha Thakkar em relatório. A TD espera que o gráfico de pontos de 2024 antecipe um aumento de 50 a 75 pontos-base, em comparação com os 40 pontos-base atualmente precificados.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos