Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,39
    +0,82 (+0,75%)
     
  • OURO

    1.825,20
    +0,40 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    20.751,46
    -289,33 (-1,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    451,60
    -10,19 (-2,21%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.937,37
    +66,10 (+0,25%)
     
  • NASDAQ

    12.078,00
    +37,50 (+0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5281
    -0,0160 (-0,29%)
     

Operação contra pirataria digital bloqueia apps de música

Criminosos divulgavam apps e sites de pirataria no chamado metaverso e roubavam dados dos usuários
Criminosos divulgavam apps e sites de pirataria no chamado metaverso e roubavam dados dos usuários (Getty Creative)
  • Operação está em sua quarta edição

  • Streamings falsos foram responsáveis por 10,2 milhões de músicas de artistas como Alok e Marília Mendonça

  • Criminosos divulgavam apps e sites de streaming ilegais no chamado metaverso

O Ministério da Justiça e Segurança Pública, junto com policiais civis, deflagraram nesta terça-feira (21) a quarta edição da Operação 404, em combate à pirataria digital. O resultado foram 10 presos e retirada do ar de 266 sites e 461 aplicativos ilegais de streaming de música.

Segundo informações do jornal O Globo, “foram cumpridos 30 mandados de busca e apreensão resultantes das apurações em 11 estados. Bahia e Goiás tiveram 6 mandados cada, São Paulo teve 5, Rio Grande do Sul, 4, Mato Grosso do Sul, 2, e Minas Gerais, Espírito Santo, Pará e Rio de Janeiro tiveram um mandado cada”.

De acordo com o portal Canaltech, caso sejam condenados pelas acusações de violarem direitos de autor, os suspeitos deverão pagar multa e podem estar sujeitos a cumprirem de dois a quatro anos de prisão, pena que pode ser combinada caso outras suspeitas de crime digital se confirmem.

Dados do Ministério da Justiça e Segurança Pública apontam que os streamings falsos foram responsáveis por 10,2 milhões de músicas de artistas como Alok e Marília Mendonça. Ainda segundo o órgão, as plataformas piratas roubavam dados dos usuários como registros bancários, e-mails e senhas.

O Ministério afirmou ainda que os criminosos divulgavam apps e sites de streaming ilegais no chamado metaverso. A violação dos direitos autorais teria causado um prejuízo anual de R$ 15 bilhões.

A Polícia Federal informa que todas as edições da Operação 404, até o momento, prenderam mais de 20 pessoas sob acusações de pirataria e mais de mil plataformas ilegais de streaming de séries, filmes, músicas e outros conteúdos irregulares foram retiradas do ar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos