Mercado fechará em 1 h 25 min

Operações de empresas aéreas dos EUA voltam ao normal após falha em sistema

Por David Shepardson e Rajesh Kumar Singh

WASHINGTON/CHICAGO (Reuters) - As companhias aéreas dos Estados Unidos tinham operações normalizadas nesta quinta-feira, enquanto a agência de aviação (FAA) seguia com a investigação sobre causas de uma falha no sistema de computadores que obrigou suspensão de voos no país.

"As operações da FAA voltaram ao normal e não vemos atrasos ou cancelamentos incomuns", disse a agência no Twitter.

Mais de 11.300 voos foram atrasados ​​ou cancelados nos EUA na quarta-feira, na primeira suspensão nacional do tráfego aéreo doméstico em cerca de duas décadas. Até o meio-dia de quinta-feira, 1.400 voos no país sofreram atrasos e 117 foram cancelados, de acordo com a FlightAware, um dia típico da aviação devido aos problemas climáticos atuais.

As principais companhias aéreas nos EUA como Delta Air Lines, United Airlines, American Airlines e Southwest relatavam operações normais.

A falha no sistema de computadores da FAA impediu os aeroportos dos EUA de registrarem avisos de segurança atualizados que alertam os pilotos sobre perigos potenciais como fechamento de pistas, interrupções de equipamentos e obras. A situação obrigou a interrupção temporária de voos.

Funcionários da FAA disseram que uma análise preliminar rastreou o problema em um arquivo de banco de dados danificado, mas acrescentaram que não havia evidências de ataque eletrônico e que uma investigação está em andamento.

O mesmo arquivo corrompeu o sistema principal e seu backup, disseram pessoas familiarizadas com a análise, que pediram para não serem identificadas.