Mercado abrirá em 7 hs
  • BOVESPA

    109.101,99
    +1.088,52 (+1,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.508,35
    -314,88 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,61 (-0,70%)
     
  • OURO

    1.842,20
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    38.973,29
    -2.956,10 (-7,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    921,07
    -74,19 (-7,45%)
     
  • S&P500

    4.482,73
    -50,03 (-1,10%)
     
  • DOW JONES

    34.715,39
    -313,26 (-0,89%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.766,26
    -186,09 (-0,75%)
     
  • NIKKEI

    27.382,61
    -390,32 (-1,41%)
     
  • NASDAQ

    14.640,25
    -200,75 (-1,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1362
    +0,0061 (+0,10%)
     

Operação de reversão em BR Malls!

·2 min de leitura

Diversas empresas que fazem parte do índice Bovespa conseguiram um bom desempenho depois da crise econômica gerada pela pandemia. Por outro lado, algumas empresas continuam sendo pressionadas pela crise e seguem trabalhando nos mesmos níveis de preço de março de 2020.

Este é o caso das ações de Br Malls. Com o início da pandemia a companhia perdeu mais de 60% do valor de mercado e até hoje não conseguiu se recuperar.

Depois da forte queda, o papel ficou por mais de um ano andando de lado. Quando finalmente rompeu uma resistência, começou a recuar novamente e formou uma figura de reversão conhecida como Ombro Cabeça Ombro (OCO).

No artigo “Conheça as principais figuras da análise técnica” é apresentada esta figura, assim como a próxima que será comentada neste artigo.

Conforme observado no gráfico semanal, o ativo conseguiu romper a resistência, mas perdeu força e voltou a cair. Na sequência armou o segundo Ombro que, quando foi perdido, deu início a mais um forte movimento de baixa.

A queda foi tão forte que o ativo chegou a perder a mínima formada com o início da pandemia. Porém, logo depois começou a subir e voltou a respeitar a resistência. Desde o final de outubro o papel vem trabalhando em uma consolidação e está formando um padrão de reversão.

Triângulo em fundo.

A figura observada no gráfico diário poderia ser enquadrada como um triângulo simétrico.

Como pode ser visto, não é exatamente um triângulo simétrico, pois a ponta dele está levemente acima do centro. Mas, ainda assim, não deixa de ser um triângulo.

Considerando a formação de um triângulo como esse em uma região de fundo sobre uma poderosa resistência, o esperado é que a figura seja rompida para cima.

Caso entre força compradora e ocorra o rompimento, é possível que o ativo faça um movimento de alta buscando novamente a região de topo. Como mostrado, o terceiro alvo projetado pela figura está bem próxima à resistência, indicada pela linha vermelha.

Considerando todo o cenário, esta pode ser uma operação de compra com uma boa relação risco x retorno. Se a figura for rompida para cima com uma barra fechando acima do triângulo, poderia ser feita a entrada. O stop deveria ficar abaixo da linha tracejada, que indica o suporte. Já o alvo poderia ser a linha vermelha, que indica a resistência.

No entanto, trata-se de uma operação de risco, pois o ativo continua em tendência de baixa.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos