Mercado fechado
  • BOVESPA

    116.464,06
    -916,43 (-0,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.053,56
    -72,95 (-0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,77
    +0,16 (+0,30%)
     
  • OURO

    1.849,80
    -1,10 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    32.434,26
    +83,65 (+0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    653,42
    +6,10 (+0,94%)
     
  • S&P500

    3.849,62
    -5,74 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    30.937,04
    -22,96 (-0,07%)
     
  • FTSE

    6.654,01
    +15,16 (+0,23%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.546,18
    -276,11 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.560,50
    +75,00 (+0,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5142
    +0,0034 (+0,05%)
     

Operação da Polícia Civil de combate a milícia e roubos cumpre três mandados de prisão em Belford Roxo

Extra
·1 minuto de leitura
Foto: Divulgação

Policiais civis da DC-Polinter (Divisão de Capturas) realizaram, na última segunda-feira, a Operação Belford Roxo e capturaram três pessoas que tinham mandados de prisão em aberto. Dois deles seriam ligados a milícias que atuam naquele município, na Baixada Fluminense. O terceiro foi condenado por roubo e estava foragido.

Caroliny dos Santos Honorato tinha mandado de prisão preventiva expedido desde 2016 e por roubo majorado e formação de milícia privada. Ela foi encontrada na casa de parentes. Outro alvo da operação foi Alessandro Diniz Ferreira, que foi condenado por roubo majorado e estava foragido desde 2015. Ele foi localizado em um bar.

O terceiro capturado foi Antonio Rivaldo Barbosa. Foragido desde 2017, ele foi condenado por ser responsável pelo "gatonet" de uma milícia instalada em Belford Roxo. Ele foi preso na casa de parentes.

A Operação Belford Roxo foi coordenada pelo Delegado Titular da DC-Polinter Mauro Cesar e pelo Delegado Assistente Kristiano Jota, após trabalho de inteligência e investigação.