Operários de Belo Monte têm folga coletiva

A Norte Energia, responsável pela usina hidrelétrica de Belo Monte no rio Xingu em Altamira (PA), disse que mesmo com a sexta paralisação desde que as obras começaram em 2011 não haverá atraso na entrega do empreendimento. Por meio da assessoria, a empresa afirmou que "o cronograma das obras está mantido, com previsão de entrada em operação da primeira turbina em fevereiro de 2015".

Nesta terça-feira, o Consórcio Construtor de Belo Monte (CCBM) deu folga coletiva para os cerca de 18 mil trabalhadores dos canteiros. Não há ainda previsão de retorno aos trabalhos. "A prioridade número 1 do CCBM é garantir a integridade física dos trabalhadores, e que o retorno ao trabalho possa ocorrer com a máxima segurança para todos os funcionários", informou o consórcio.

As obras de Belo Monte entram no segundo dia de paralisação depois que um grupo de trabalhadores destruiu os três principais canteiros da usina, os sítios Belo Monte, Pimental e Canal e Diques, no fim de semana. Por medida de segurança, o CCBM suspendeu os trabalhos em todos os canteiros.

Também nesta terça, a empresa fazia levantamento dos danos. Durante as ações da polícia dentro dos canteiros, sete trabalhadores foram presos em flagrante e deverão ser indiciados.

Carregando...