Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    42.145,40
    +354,07 (+0,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Opep vê a demanda de petróleo mundial atingir níveis pré-pandêmicos em 2022

·1 minuto de leitura
Sede da Opep, em Viena, Áustria

Por Alex Lawler

LONDRES (Reuters) - A Opep previu nesta quinta-feira que a demanda de petróleo no mundo iria aumentar em 2022 para atingir níveis similares aos anteriores da pandemia, impulsionada pelo crescimento nos Estados Unidos, China e Índia.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo afirmou no seu relatório mensal que a demanda no ano que vem iria aumentar 3,4%, para 99,86 milhões de barris por dia (bpd) e estaria em média de mais de 100 milhões de bpd na segunda metade de 2022.

"Há expectativas sólidas para o crescimento mundial da economia em 2022", afirmou a Opep. "Isso inclui maior contenção de Covid-19, particularmente em países emergentes e em desenvolvimento, que devem estimular a demanda de petróleo para atingir níveis pré-pandêmicos em 2022".

O relatório reflete a confiança da Opep de que a demanda irá se recuperar bruscamente da pandemia, permitindo o grupo e seus aliados a flexibilizar mais ainda as reduções recordes de oferta feitas em 2020. Alguns analistas afirmaram que a demanda mundial de petróleo pode ter atingido seu pico em 2019.

No relatório, a Opep também manteve a sua previsão de que a demanda irá crescer 5,95 milhões bpd, ou 6,6%, em 2021.

A Opep previu ainda que a demanda de petróleo de China e Índia iria superar os níveis pré-pandêmicos no ano que vem. Além disso, o grupo afirmou que os EUA faria a maior contribuição para o crescimento da demanda em 2022, apesar de que o uso de petróleo pelos Estados Unidos continuaria abaixo dos patamares de 2019.

(Reportagem de Alex Lawler)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos