Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,48
    -1,49 (-2,07%)
     
  • OURO

    1.764,70
    +13,30 (+0,76%)
     
  • BTC-USD

    43.673,49
    -3.947,40 (-8,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.076,57
    -57,81 (-5,10%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.903,91
    -59,73 (-0,86%)
     
  • HANG SENG

    24.099,14
    -821,62 (-3,30%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    14.991,00
    -335,00 (-2,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2445
    +0,0451 (+0,73%)
     

OPEP+ pode reconsiderar aumento de produção, diz ministro do Petróleo do Kuwait

·1 minuto de leitura

Por Ahmed Hagagy

KUWAIT (Reuters) - O aumento na produção de petróleo acordado no mês passado pelos países da OPEP+ pode ser reconsiderado na próxima reunião do grupo em 1º de setembro, disse o ministro do Petróleo do Kuwait no domingo.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e um grupo de aliados liderados pela Rússia, conhecidos coletivamente como OPEP+, se reunirão na quarta-feira para discutir o aumento previamente acordado de 400 mil barris por dia (bpd) para os próximos meses.

"Os mercados estão desacelerando. Como a Covid-19 iniciou sua quarta onda em algumas áreas, devemos ter cuidado e reconsiderar esse aumento. O aumento de 400.000 (bpd) pode ser interrompido", disse Mohammad Abdulatif al-Fares à Reuters nos bastidores de um evento patrocinado pelo governo na cidade do Kuwait.

As economias dos países do Leste Asiático e da China continuam afetadas pela Covid-19 e se deve ter cautela, acrescentou Fares.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos