Mercado fechará em 5 h 17 min
  • BOVESPA

    112.179,86
    +301,33 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.674,83
    +779,20 (+1,82%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,13
    -0,15 (-0,33%)
     
  • OURO

    1.840,20
    +10,00 (+0,55%)
     
  • BTC-USD

    19.337,54
    +388,29 (+2,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    379,92
    +15,00 (+4,11%)
     
  • S&P500

    3.669,01
    +6,56 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    29.883,79
    +59,87 (+0,20%)
     
  • FTSE

    6.484,68
    +21,29 (+0,33%)
     
  • HANG SENG

    26.728,50
    +195,92 (+0,74%)
     
  • NIKKEI

    26.809,37
    +8,39 (+0,03%)
     
  • NASDAQ

    12.485,00
    +30,75 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2912
    -0,0286 (-0,45%)
     

Opep+ pode ampliar cortes de oferta de petróleo se preciso, diz ministro da Argélia

·1 minuto de leitura
Logo da Opep fotografado durante reunião informal do grupo na Argélia
Logo da Opep fotografado durante reunião informal do grupo na Argélia

LONDRES (Reuters) - A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, conhecidos como Opep+, podem prorrogar seus atuais cortes de oferta de petróleo para que vigorem em 2021 ou aumentar os cortes de produção se as condições de mercado assim exigirem, disse o ministro de Energia da Argélia nesta quarta-feira, ao participar de evento do setor.

A Opep+, que inclui membros da Opep e outros países liderados pela Rússia, tem restringido a produção para apoiar os preços, mas o atual pacto prevê redução dos cortes de oferta a partir de 2021.

O ministro de Energia da Arábia Saudita, príncipe Abdulaziz bin Salman, disse na segunda-feira que o acordo da Opep+ poderia sofrer ajustes de acordo com as condições do mercado.

(Por Ahmad Ghaddar)