Mercado fechado

Opep+ encurta calendário de encontro de dezembro, que definirá políticas do grupo

Logo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) em sua sede em Viena

LONDRES (Reuters) - A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados realizarão uma série de reuniões em Viena, para decidir sua política de produção, em um calendário mais enxuto do que inicialmente planejado, entre 4 e 6 de dezembro, disseram fontes da Opep.

O grupo e países aliados, como a Rússia, que formam a chamada Opep+, estão em meio a cortes de 1,2 milhão de barris por dia (bpd) na produção de petróleo, que vigoram até março de 2020, como o objetivo de apoiar o mercado. Eles devem estender a política no encontro de dezembro.

Um grupo de autoridades chamado de Comitê Conjunto Técnico se reunirá em 4 de dezembro, um dia mais tarde do que o programado, disse uma fonte da Opep nesta segunda-feira.

Na sequência, um comitê de ministros da Opep e de fora da Opep, chamado de Comitê Conjunto Ministerial de Monitoramento (JMMC, na sigla em inglês), se reúne em 5 de dezembro, também um dia depois do planejado, acrescentou a fonte.

O encontro do JMMC, que geralmente resulta em uma recomendação de políticas a toda Opep+, será seguido pela conferência completa da Opep, em 5 de dezembro, na qual o grupo decidirá sua política de produção.

Um dia depois, em 6 de dezembro, ministros da Opep e de fora da Opep voltarão a se encontrar para decidir a política da Opep+.

(Por Alex Lawler)