Mercado abrirá em 2 h 13 min

Opep+ deve aumentar cortes de produção para 1,5 mi bpd, diz JPMorgan

Logo da Opep

LONDRES (Reuters) - A Opep e seus aliados devem concordar em ampliar cortes de produção de petróleo para 1,5 milhão de barris por dia (bpd) até o final de 2020, ante compromisso atual de 1,2 milhão bpd, visando ajudar a reduzir um excedente de oferta global, disse o JPMorgan em nota nesta terça-feira.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e parceiros incluindo a Rússia, grupo conhecido como Opep+, terão encontros em Viena na quinta-feira e na sexta-feira para discutir sua política.

A Arábia Saudita, líder da Opep na prática, deverá reduzir sua cota de produção para 10 milhões de bpd, de 10,3 milhões de bpd, além de pressionar outros produtores, como Iraque, Nigéria e Rússia, para que melhorem seus níveis de adesão aos cortes acertados, escreveu o analista Christyan Malek em nota.

A Arábia Saudita está "buscando mais cortes para assegurar que os preços do petróleo fiquem entre 60 e 70 dólares por barril", que seria o nível de equilíbrio para o orçamento fiscal saudita, segundo a análise do JPMorgan.

(Por Ron Bousso)